Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

24
Out 19

[Dunas de Areia Geladas do Pólo Norte de Marte]

 

Através destas 3 imagens obtidas pelo instrumento ótico HiRISE instalado na sonda espacial MRO – orbitando o planeta MARTE – com a NASA a apresentar-nos (via Photojournal) o que denomina “Um Jogo de Tabuleiro Marciano(A Martian Game Board).

 

PIA23527_fig1.jpg

 

Mostrando-nos uma região do Hemisfério Norte de Marte durante a (sua) estação da Primavera, com alguns desses locais localizados no polo norte, apresentando alguns pontos esbranquiçados devido à presença (aí e ainda) de gelo (de dióxido de carbono).

 

PIA23527.jpg

 

Um registo de uma parte da superfície de Marte encontrando-se nas proximidades de um “Oceano de Areia” ou ERG – uma superfície muito comum de se ver em Marte, cobrindo grandes extensões do planeta e dando por vezes origem a grandes “Tempestades de Areia”, por vezes (tornando-se Globais) cobrindo-o quase todo – rodeando “water ice-rich layered deposits (nasa.gov).

 

ESP_060791_2550.jpg

 

E traduzindo o que os nossos olhos viam, com as protuberâncias aparecendo em grande número nas imagens (extensão de uns 100 metros) a serem apenas, pequenas dunas marcianas cobertas de gelo: tal como o afirmam os cientistas da NASA assemelhando-se a construções artificiais, mas tendo origem natural sendo moldadas pelos ventos marcianos aí exercendo o seu poder (entre eles de transporte e erosivo); para as manchas mais escuras (aparecendo nas imagens) indicarem pontos em que o gelo passou de sólido a gasoso, expondo a superfície do planeta (menos refletora, mais “cinzenta”).

 

(texto: a partir de dados NASA − imagens: PIA 23527/A Martian Game Board/MRO/HiRISE/Marte/photojournal.jpl.nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:12

23
Mar 19

A TERRA tal como vista do Espaço no Equinócio da Primavera (entrada da estação respetiva no Hemisfério Norte) a 20 de Março de 2019:

 

20190320_equinox.jpg

Day and Night Are Perfectly Balanced in Spring Equinox Photo Snapped from Space

(Laura Geggel/space.com)

 

Mostrando-nos o nosso planeta como que dividido ao meio (na imagem na vertical) com uma das partes iluminada (dia) e a outra mergulhada na escuridão (noite).

 

E já agora com o outro equinócio (sendo eles 2) a registar-se a 23 de Setembro com o Equinócio do Outono.

 

Um acontecimento (como já vimos) ocorrendo unicamente duas vezes por ano (durante o movimento de translação anual da Terra em torno do Sol) e sendo registado nos 2 momentos em que o Eixo de Rotação de Terra está perpendicular ao Sol

 

− Com a Terra igualmente iluminada a norte e a sul.

 

E que como nós todos sabemos (eruditos e leigos) até pela cultura e divulgação popular tem como uma das principais consequências

 

A duração do Dia ser igual à da Noite

 

− E como protagonista o Eixo de Rotação da Terra

e a inclinação do mesmo em 23,5°.

 

Numa imagem oferecida para nosso usufruto pelos satélites GOES (da responsabilidade da NOAA).

 

(imagem: NOAA/space.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:46

20
Mar 19

Iniciasse hoje dia 20 de Março de 2019 a estação da Primavera,

a qual se estenderá por cerca de três meses,

concluindo-se a 21 de Junho de 2019.

 

Peter-Schurte-norwegen_04_1553079635.jpg

Aurora à luz da Lua

(Peter Schurte/Noruega/12.03)

 

No mesmo dia em que entramos (finalmente) na bela estação da PRIMAVERA (com início a 20.03) no Hemisfério Norte (e no Algarve), eis que o nosso único (e peculiar pela sua dimensão e colocação, face ao planeta à volta do qual gira) satélite natural (localizado a mais de 384 mil Km de nós) nos oferece um espetáculo com um nome especial, apresentando-nos a

 

LUA CHEIA DO VERME

 

Indicando-nos o momento do degelo (em terra) e o começo da grande agitação (entre outros seres vivos) das minhocas em jardins há muito adormecidos (antes mais secos, agora bem mais húmidos).

 

E simultaneamente com o SOL − o nosso astro ou estrela de referência – parecendo sugerir de alguma forma ou feitio o desejo de participar na Festa (da Primavera), a fazer emergir na sua coroa duas novas manchas solares (uma remanescente do 24º ciclo solar – a AR 2735 – e a outra mais recente ainda não numerada) apontadas diretamente para a TERRA.

 

Num dia em que ainda mais dois asteroides (2019 CD5 e 2019 ES2) se juntarão a estas festividades, o maior/e mais rápido deles (149 metros) passando a menos de 3,9 milhões de Km (da Terra) e o mais pequeno/e mais lento deles (24 metros) a pouco mais de 2,9 milhões de Km: suficientemente distantes para nos preocuparmos.

 

(texto e imagem: apoio spaceweather.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:46

20
Mar 17

20 Março – 20 Junho

 

(e recordando que no próximo domingo dia 26 de Março quando forem 2h da manhã deverão atrasar o relógio 1hora e dormir um pouco mais – num período em que “a duração do dia face à noite” aumentará até ao Solstício de Verão)

 

O IPMA prevê para Albufeira que a partir de amanhã (e até ao próximo dia 29) regresse a chuva (fraca) e se dê uma ligeira queda nas temperaturas (mínima entre 4⁰C e 10⁰C; máxima entre 14⁰C e 20⁰C). Hoje com o céu a apresentar-se limpo e com a temperatura às 9h 30mn da manhã a indicarem 15⁰C.

 

201703200900_msg3_msg_ir_piber.jpeg

Céu limpo em Portugal pelas 09:00 da manhã

Imagem de satélite (infravermelho)

EUMETSAT/IPMA

 

Hoje pelas 10h 30mn da manhã ocorre o Equinócio da Primavera no Hemisfério Norte (Portugal encontra-se localizado entre os 37⁰/42⁰ de latitude norte), num dia que marca o início de uma nova estação do ano: a Primavera.

 

Um país localizado na região mais ocidental do continente europeu (a Península Ibérica), estendendo-se por um território muito aproximado a um retângulo tendo de comprimento cerca de 560Km (norte/sul) e de largura quase 220Km (este/oeste).

 

Uma estação que se inicia hoje dia 20 de Março e que se estenderá até ao dia 21 de Junho, data em que ocorrerá então no mesmo hemisfério o Solstício de Verão e se dará início a uma nova estação (o Verão 92.79 dias depois pelas 5h 24mn da manhã – dados do Observatório astronómico de Lisboa).

 

Com o IPMA (Instituto Português do Mar e da Atmosfera) a aproveitar a deixa lançada pelo OAL (Observatório Astronómico de Lisboa) e a prever para estes primeiros dias de Primavera o regresso da chuva e a descida nas temperaturas. Sentindo-se mais a norte mas posteriormente estendendo-se a todo o país e com a possibilidade de neve acima dos 1600m (podendo afetar a Serra da Estrela nos seus quase 2000m de altitude mas não se sentindo na Serra de Monchique com os seus 900m).

 

Ao mesmo tempo com o IPMA a avisar-nos de que os níveis de pólen no ar atingirão neste período inicial da Primavera valores muito elevados (especialmente até ao início do próximo fim-de-semana), num processo natural nesta época do ano afetando pessoas com problemas respiratórios (como a asma) e provocando alergias.

 

Não especificando especificamente para a região do Algarve mas destacando as espécies responsáveis pelo aparecimento da maioria das alergias, com o IPMA a destacar num total cinco: por ordem alfabética o carvalho, o cipreste, o pinheiro, o plátano e as ervas (urtiga e parietária).

 

(imagem: ipma.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 09:57

23
Mar 14

No seu movimento de translação em torno do Sol a Terra entrou na última quinta-feira dia 20 de Março pelas 16h55mn numa nova etapa da sua trajectória anual: no caso de Portugal país situado no hemisfério norte deu-se (terminado o Inverno) início à estação da Primavera – que terminará em 21 de Junho com o início do Verão.

 

Pintarroxo

 

A fotografia anterior foi tirada no estado norte-americano de Iowa – também como Portugal situado no hemisfério norte – algumas semanas antes do início da estação do reflorescimento e da terra colorida – a Primavera – mas contando já com a presença dos alegres e activos pintarroxos ainda a terra se apresentava coberta de neve.

 

(imagem: Brian Abeling – earthsky.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:41

23
Abr 11

O interesse incessante pelo regresso à infância:

 

- Páscoa tardia é culpa da Lua!

 

 Movimento de translação da Terra à volta do Sol

 

Este ano vivemos uma Páscoa invulgarmente tardia porque houve uma Lua cheia antes do equinócio da Primavera. Ora o que têm a ver o equinócio, a Lua e a Páscoa?

 

Em primeiro lugar, o equinócio da Primavera é o dia em que a Terra, na sua movimentação de 365 dias à volta do Sol, se alinha com ele de uma forma que o dia tem as mesmas horas de luz e de escuridão.

 

Esse movimento altera a inclinação dos raios solares em relação à Terra e as novas estações do ano começam, Primavera no hemisfério Norte e Outono no hemisfério Sul.

 

Ora, a Páscoa, que marca a ressurreição de Cristo e que é festejada na maior parte do mundo como um feriado católico, foi marcada em função da astronomia.

 

Quando em 325 d.C. um grupo de bispos cristãos de todo o mundo se juntou para definir os cânones e dogmas fundadores da Igreja Católica, ficou decidido que a ressurreição de Jesus Cristo deveria festejar-se no primeiro domingo depois da Lua Cheia que sobe no céu a seguir ao equinócio da Primavera.

 

Este ano, houve uma Lua Cheia a 19 de Março, ou seja, imediatamente antes do equinócio de dia 20 desse mês. Assim, a celebração da Páscoa atrasou-se até à Lua Cheia seguinte, que só chegou no início desta semana, a 16 de Abril.

 

 

(A partir de notícia do Jornal Público)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:09

Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO