Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

29
Nov 14

Um terceiro Cinturão de Van Allen (conjunto de partículas sob a acção do campo magnético terrestre e actuando como barreira protectora dos efeitos nocivos da energia emitida pelo Sol) protegerá em determinados momentos a Terra: constituído por uma nuvem de gás carregado electricamente, ao interagir com as partículas dos outros dois cinturões, este agora descoberto cinturão (integrando a plasmasfera) cria uma verdadeira barreira protectora.

 

plasmaspherev5-01_3.jpg

O 3.º Cinturão
Mais uma barreira de protecção para a Terra
(contra os electrões mais rápidos)

 

Pelos vistos são três e não dois os cinturões que protegem a Terra (a sua atmosfera e os seus seres vivos residentes) da acção das partículas nocivas provenientes do Sol: o primeiro estendendo-se de 1.000 a 10.000Km de distância da Terra, o segundo entre os 13.000 e 65.000Km e finalmente o terceiro situando-se numa região intermédia (12.000Km – valor registado na última observação antes do cinturão voltar a desaparecer e que durou quatro semanas).

 

Se os dois primeiros cinturões já eram conhecidos desde que em 1958 James Van Allen os descobrira através dos dados recolhidos pela sonda Explorer 1 (lançada nesse ano e incorporando um aparelho para detecção de raios cósmicos), já no caso do terceiro cinturão foi mais complicada a sua identificação e confirmação, dado o mesmo aparecer e desaparecer sem qualquer tipo de aviso, pelo menos conhecido e bem compreendido.

 

Segundo James Van Allen com o primeiro cinturão (o mais interno) a ser constituído por uma camada de protões altamente energéticos (protegendo-nos dos raios cósmicos oriundos do exterior) e com o segundo a ser constituído principalmente por iões de hélio (transportados pelos ventos solares) e com os electrões a serem aqui as partículas mais energéticas.

 

Quanto ao terceiro cinturão agora identificado – a que os cientistas têm chamado “disco invisível” – a sua função seria a de eliminar os chamados “electrões assassinos”, responsáveis entre outros, pela destruição de satélites, efeitos nocivos na saúde dos astronautas e até para o próprio ambiente terrestre.

 

Mas ao contrário dos outros dois cinturões, este último tem demonstrado ser temporário: em todas as observações realizadas a este tipo de fenómeno, ele tem sempre apresentado um princípio e um fim. O último evento deste tipo ocorreu em 2013 e durou quase um mês: no final desse período uma grande tempestade solar atingiu este terceiro cinturão, fazendo-o desaparecer completamente.

 

(imagem – NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:23

18
Out 14

Nos Estados Unidos da América (onde o vírus EBOLA e pela ordem seguinte já chegou, matou e infectou) o conhecido juiz Clay Jenkins foi visto a entrar no passado dia 12 de Outubro no apartamento de Dallas do liberiano Thomas Duncan, já depois da morte deste e sem qualquer tipo de protecção pessoal.

Um homem com tantas certezas que até nos faz pensar.

 

ClayJenkinsOutsideEbolaApartment breitbart.com.jpg

Jenkins à porta de Duncan

 

I want to stress an important fact. You cannot contract Ebola other than from bodily fluids of a symptomatic Ebola victim. You cannot contract Ebola by walking by people in the street or from contacts who are not symptomatic. There is nothing about this case that changes that basic premise of science. (Judge Jenkins – godlikeproductions.com)

 

E já depois de termos assistido à presença de um técnico do CDC no transporte de avião entre Dallas e Atlanta de uma doente infectada com o vírus EBOLA – vestido tal e qual um turista e introduzido inopinadamente no meio de um cenário de ficção científica com seres que pareciam mergulhadores – temos agora um juiz pelos vistos muito conhecedor da história passada, presente e previsivelmente futura deste vírus, procedendo normalmente e demonstrando sabedoria.

 

Uns sabem os outros olham.

 

(imagem – breitbart.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:32

Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

16
18

23
24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO