Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

22
Set 16

“No dia em que os OUTROS pisarem a TERRA,

Ressurgirá de novo a Indústria CONSERVEIRA.”

 

Sistema/SS-1 Região/VL-2: Reconhecimento visual do Campo de Reprodução 4.6T3; com controlo e manutenção dos parâmetros ambientais e verificação/atualização dos perímetros de segurança; c/registo adicional de incidente de intrusão em espaço fechado e protegido – solucionado; manutenção de nível de proteção/segurança básico.

 

20160921_0406_c3_512.jpg

Imagem 1

SOHO – LASCO C3

(21.09.2016 – 04:06)

 

Se no interior do nosso quintal nada se passa de extraordinário – pelo menos para a espécie sob controlo reprodutivo – ultrapassada a vedação que do outro lado nos separa, um mundo excecional ainda espera por nós: com o nosso criador vigiando-nos de longe protegendo o galinheiro do ataque das raposas. Nesta imagem (1) com um dos técnicos responsáveis pela concretização deste projeto de replicação, tentando manter uma temperatura e ambiente o mais equilibrado possível para agrado destes seres vivos experimentais: disparando um raio em direção a um intruso indevidamente colocado junto à fonte primária de energia.

 

20160921_0400_c2_512.jpg

Imagem 2

SOHO – LASCO C2

(21.09.2016 – 04:00)

 

Na imagem 1 como na imagem 2 (ou até na 3) com o telescópio do observatório SOHO a presentear-nos com dois registos tendo como seu ponto central o Sol, no primeiro caso com uma nave alienígena comandada em nome do nosso criador atingindo um objeto desconhecido – e que tinha de uma forma intrusiva penetrado no espaço territorial deste sistema aproximando-se perigosamente do seu foco – e no segundo caso registado pela mesma altura do ataque ao intruso, com três objetos voadores desconhecidos passando em formação triangular muito próximo do local do fotografado incidente.

 

2016_09_21_04_06_06_LASCO_C3.png

Imagem 3

SOHO – LASCO C2

(21.09.2016 – 04:06)

 

Num registo bastante credível e de fácil aceitação (e compreensão) em que num cenário muito semelhante ao do TRIUNFO DOS PORCOS (George Orwell) uma espécie afirmando-se superior protege a outra e dessa forma dominando-a e explorando-a: num Universo Vivo estendendo-se e replicando-se em todas as direções e sentidos, do pequenino ao grande, concorrente ou paralelo. Pelo que a hipótese de habitarmos um viveiro experimental além de ser lógica também o é factual (já o fazemos com outras espécies consideradas inferior): com os produtores a defenderem a sua linha de montagem.

 

(Imagem 3: helioviewer.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:35

28
Jun 12

I. História do Cão

 

O meu cão a caminho da praia e da sua paixão – o surf

 

No outro dia estava eu a sair de casa após o almoço para ir trabalhar e não encontrei o meu automóvel Mercedes Cabriolet no local onde o tinha estacionado. Fiquei mais tarde a saber através de um colega meu que o viu a passar a grande velocidade a caminho da praia, que quem o conduzia era o meu cão, acompanhado pela sua prancha de surf e com um barrete vermelho enfiado na cabeça e de focinho bem exposto ao vento. Dizem que ia feliz e aí fiquei descansado.

 

(imagem – discovery.com)

 

II. História dos Pássaros

 

Os pássaros também têm personalidade – e alma?

 

Os pássaros que habitam o meu quintal já me conhecem muito bem de tanto me verem, da mesma maneira que eu começo a conhecer os seus hábitos e a mais facilmente conseguir distinguir uns dos outros. Conhecendo os seus feitios, melhor será a minha relação com eles e mais fácil será a compreensão das suas atitudes e comportamentos. Num destes dias – não sei a propósito de quê – um pássaro meu amigo avisou-me do carater agressivo dos pássaros de cabeça vermelha, em contraponto aos de cabeça preta. Tomei nota desta tendência e das suas personalidades diferentes – é que também aprendi que “quem te avisa teu amigo é”! Será?

 

(imagem – earthsky.org)

 

III. História das Plantas

 

Ao preço a que está o peixe e a carne, resta-nos as saladas

 

Da última vez que fui ao campo dar de comer aos cães fiquei surpreendido com o comportamento de umas plantas carnívoras que por lá apareceram um dia, certamente através de manobras intrusivas e invasoras: não é que estas plantas se recusaram a comer um bom naco de carne que tinha sobrado da minha refeição no restaurante e viraram-se sem provocar ruído e sem eu reparar, para a salada de alface que eu tinha trazido para o meu grilo. Até o rato ficou espantado nesse preciso momento com o acontecido, mas esclareceu-me mais tarde que se lembrara de já ter lido há algum tempo numa certa revista científica, que a poluição poderia transformar carnívoros em vegetarianos. Em minha casa e devido à crise económica estou a tentar aumentar todos os níveis possíveis de poluição, de modo a assim contribuir como o meu governo pretende, para a nossa poupança urgente e fundamental.

 

(imagem – earthsky.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:55

Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Os Criadores

Notícias Flash

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO