Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

17
Jan 20

LET THE IMPEACHMENT TRIAL COMMENCE

(USA TODAY/Jan 16, 2020)

 

36edfee9-baa3-4840-83f1-196061f81221-PRESIDENT_DON

 

Ou

Let the victory campaign commence

Início da contagem decrescente

para a reeleição de Donald Trump?

 

Talvez se tendo iniciado ontem e oficialmente − com o Selo de Garantia da maioria Democrata do Congresso Norte-Americano – a caminhada para a reeleição (para um 2º mandato) do atual presidente o republicano Donald Trump:

 

Desde que os Democratas continuem a insistir na sua fixação ou miragem − o Impeachment (A Vingança dos Clinton) – e que Trump não se deixe levar pelos seus adjuntos − os denominados Falcões (Complexo Industrial-Militar).

 

Num processo iniciado ainda Donald Trump era candidato à nomeação REP, reforçado aquando da sua tomada de posse já como Presidente dos EUA, ainda agora em execução (contínua e circular p/ convencer) passado cerca de quatro anos e a poucos meses de novas Presidenciais (caramba, já se passaram 4 anos, o que se passou? Nada!) parecendo querer manter a subida progressiva até atingir a velocidade (estável) de Cruzeiro no caminho Rumo à Vitória, do

 

Milionário e Rei da Imobiliário/Hotelaria/Restauração/Espetáculos & Casinos

exemplo de Homem de Sucesso Nova Iorquino e Norte-Americano,

o Presidente REP Donald Trump

(o nosso atual Amigo Americano residente na Terra Prometida)

 

E seja qual for a sua duração e evolução − do Impeachment − com destino por todos bem conhecido, por previamente traçado (ou seja, conhecido), não passando no Senado de maioria REP (e tomando a decisão quando DT − estrategicamente − quiser):

 

Nem se vendo solução para mais quatro anos de Donald Trump, vindo do lado DEM ou de outro lado qualquer (se por acaso existir neste estado bipolar, sustentado nas duas faces da cada vez mais virtual moeda, o dólar).

 

(imagem: Brendan Smialowski/AFP/Getty Images/usatoday.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:26

27
Mar 19

Passados mais de dois anos e insultando um Presidente!

 

[Mas certamente (sendo um aviso) e dado o deserto de ideias reinante entre os Democratas (sendo um alerta), um não-assunto tornado objetivo, mas sem rumo (senão virtual) e finalização (filosoficamente oscilando, entre o ovo e o cu da galinha): podendo tal opção desembocar no impensável (a 2ª parte do drama) com a inacreditável (recordando a cara final de Hillary) reeleição do Milionário. E mantendo-se este caminho (traçado pelos DEM e aproveitado pelos REP) talvez com o Mundo a acabar antes mesmo dos 12 anos (uma ideia de AOC).]

 

Conclusão

It Was All a Lie

(Peter Van Buren/theamericanconservative.com)

 

trump-putin-puppet.jpg

Putin’s Puppet

 

“The Special Counsel’s investigation did not find that the Trump campaign or anyone associated with it conspired or coordinated with Russia in its efforts to influence the 2016 US Presidential Election.”

(Justice Department summary of Mueller report)

 

Explicação

The New York Times, The Washington Post, CNN, MSNBC, MTV

(de um processo iniciado antes das Presidenciais de 2016)

 

“Even as the story fell apart over time, a large number of Americans and nearly all of the mainstream media still believed that the president of the United States was a Russian intelligence asset—in Clinton’s own words, “Putin’s puppet.” How did that happen?

 

Robert_Mueller_2012.jpg

Robert Mueller

 

A mass media that bought lies about nonexistent weapons of mass destruction in Iraq and then promised “never again!” did it again. The New York Times, WaPo, CNN, MSNBC, et al, reported falsehoods to drive a partisan narrative. They gleefully created a serial killer’s emptywheel-like bulletin board covered in blurry photos connected by strands of yarn.

 

Another generation of journalists soiled themselves. They elevated mongerers like Seth Abramson, Malcolm Nance, and Lawrence Tribe, who vomited nonsense all over Twitter every afternoon before appearing before millions on CNN. They institutionalized unsourced gossip as their ledes—how often were we told that the walls were closing in? That it was Mueller time? How often was the public put on red alert that Trump/Sessions/Rosenstein/Whitaker/Barr was going to fire the special prosecutor? The mass media featured only stories that furthered the collusion tall tale and silenced those skeptical of the prevailing narrative, the same way they failed before the Iraq war.”

(Peter Van Buren/theamericanconservative.com)

 

(texto integral de Peter van Buren/para consulta: It Was All a Lie/theamericanconservative.com/25.03.2019 − imagens: researchgate.net − Pete Souza/foto official da Casa Branca)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 11:07

Abril 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO