Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

16
Out 19

RT's Keiser Report finds out

(15 Oct 2019)

 

5da5c9e885f54031dd750af9.jpg

 

China has become one of the world's biggest buyers of gold, adding more than 100 tons of bullion to its coffers this year amid the trade war with the United States.

 

According to Alasdair Macleod of Goldmoney.com, China already pretty much controls the world’s physical gold market. He suggests that much of those holdings are not declared as monetary reserves.

 

Macleod says if America continues its attack, China could declare the proper level of its reserves which could stand at “as much as 20,000 tons.”

 

maxresdefault.jpg

 

"If they announce just part of that I think that the dollar would be toast.”

 

Beijing would rather take the financial nuclear option in the trade war, Macleod says, noting that “US is backing it into the corner on that.”

 

China’s exports to the US “become less and less as Beijing realizes that the only hold that America has really got on her is China’s export market in America.”

 

(texto e imagens: RT/rt.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 11:31

28
Abr 19

[Podendo ser um caso de integração hétero, como de integração homo: seja um caso, ou seja, o outro, apenas sendo aplicado numa perspetiva meramente Mercantil, sendo nós não o Sujeito, mas um mero Objeto − ou mesmo um subobjecto. E infelizmente contando sempre com a colaboração de alguns: dos bem colocados, remunerados e sobretudo/mal sabem eles tacitamente aceites.]

 

E tudo começando num artigo publicado no Washington Post

(como não poderia deixar de ser na continuação da sua perseguição/indireta a PUTIN e indireta/tendo como protagonista/da projeção TRUMP)

E passado ao Twitter por Rachel Maddow:

 

Death by algorithm.

“YouTube recommended Russia Today for understanding Mueller report.”

(RM)

YouTube recommended a Russian media site thousands of times for analysis of Mueller’s report, a watchdog group says.

(WP)

 

22740.jpg

The Rachel Maddow Show

(by MSNBC)

“Good/Bom”

 

Num episódio típico do filme “Mais vale ser Mudo do que dizer Asneira”, a participação da apresentadora de televisão (MSNBC) e comentadora política (Liberal) Rachel Maddow (natural da Califórnia e de 46 anos de idade) − uma norte-americana descendente do lado paterno de um avô judeu/polaco/russo e de uma avó alemã/protestante (com o pai inicialmente a ser um capitão da USAF para posteriormente se dedicar à advocacia e a mãe a ser uma Administradora Escolar) – para além do seu doutoramento em Oxford (em Política) tendo como relevante ser a apresentadora (desde 2008 e ainda a ser difundido) do seu próprio espetáculo televisivo “The Rachel Maddow Show”.

 

Atirando-se agora que se tornou um hábito (pretensamente político e tornado obsessivo para os norte-americanos) aos aparentemente únicos e verdadeiros Inimigos dos EUA os Russos e a Vladimir Putin − quando se pensava que era a China agora com a sua “ROTA da SEDA” o principal adversário da ainda considerada Maior Potência Global (Militar/Económica/Financeira) – e aproveitando (a ocasião e) o facto da plataforma YOU TUBE (e segundo ela) andar a promover a dupla Rússia/Putin através da promoção (divulgação de vídeos) do canal estatal russo RT (RUSSIA TODAY): desse modo apenas desviando as atenções (do que é importante, como o será face ao caos interno agora instalado, o futuro da América) e ajudando fortemente a subida − ao pedestal supremo do Poder Global e substituindo o Império vigente o Norte-Americano − do “Império do Sol”, sediado em Pequim e tendo em seu redor todo um mercado potencial, jovem e dinâmico como o é o da ÁSIA.

 

E acabando por ser morta (dada a sua intervenção) pelo maldito ALGORITMO.

 

E mesmo não falando já nele (deixando-se para dentro de momentos) − o referido Algoritmo − comprovando-se mais uma vez que a Alternativa do Poder por vezes apresentada (e aceite) a sectores ditos minoritários como também marginais – pobres, negros, mulheres, comunidades LGBT, etc. – muitas das vezes pode ser contraproducente, exceto e naturalmente para alguns (pensando reproduzir as suas ideias, mas com estas a serem editadas/filtradas/controladas e como não poderia deixar/já que lhes pagam e dando por vezes prémios ao público, pela “Voz do Dono”): como o será o caso de Rachel Maddow com o seu The Rachel Maddow Show e de Ellen DeGeneres com o seu The Ellen DeGeneris Show (aqui até se dando prémios chorudos), duas apresentadoras aproveitadas pelo tão falado e dominante Sistema (em princípio tentando dominar tudo, mesmo tendo opiniões diferentes ou até contrárias) de modo a diversificarem mais as origens (não se limitando aos hétero) tornando o PODER (o Sistema e a sua Estrutura Piramidal) aparentemente mais democrata e aberto ao Mundo (ou não tivessem elas outras orientações sexuais, parecendo por elas ser facilmente aceites, mas ainda perseguindo e ostracizando muitos mais das comunidades LGBT). Com os Outros que não nós pretendendo apenas manter o equilíbrio (aparente e como se vê até com voluntários bem pagos e integrados) – Predadores/Presa − prosseguindo no nosso controlo, definição e orientação (por normalização/certificação/autorização).

 

Agora e voltando (finalmente) ao referido ALGORITMO – que tramou Rachel Maddow – só mesmo visitando a RT e lendo o artigo:

 

“Death by Algorithm”

Maddow inconsolable after YouTube recommends RT interview on Mueller report.

(publicado a 28.04.2019)

 

snapshot RT.jpg

On Contact

(by RT)

“Bad/Mau”

 

E para não desistirem logo dado a fonte da notícia ser a estação russa RT (a estação de TV por cabo e de âmbito Internacional controlada por PUTIN) sendo de destacar a causa e a origem de mais esta manifestação (de pura hipocrisia e ignorância), assim como a ideia de alguns (que não russos, mas “puros-ocidentais”) que emitiram opinião (sobre o caso).

 

E tudo continuando nas críticas sistemáticas que se lhe seguiram

(a um programa passado numa estação russa),

Sabendo-se as identidades das pessoas presentes no episódio do programa ON CONTACT e emitido pela RT (via You Tube)

− Tendo como apresentador um jornalista prémio PULITZER CHRIS HEDGES

Entrevistando um outro jornalista Aaron Mate

(um jornalista canadiano, ativista e investigador independente, membro da Aliança Judaica Contra a Ocupação − como Judeu e apoiante da causa Palestiniana):

 

Só lendo o artigo da RT apontando uma mão quase cheia deles (aqui apenas 4, mas entretanto e noutras publicações, surgindo muitos mais), como Patricia Dowling (PD), Max Blumenthal (MB), Aaron Maté (AM) e Yasha Levine (YL).

 

Chris Hedges won a Pulitzer prize, Aaron Maté just won an Izzy. This YouTube is so much better than the war mongering conspiracy lunacy that comes from you. You should be ashamed to smear good people & good content in such a base & McCarthyite way.

(PD)

 

“Death?” No one’s lives were threatened by a conversation between two award winning journalists about the massive disinformation campaign you’re waged on the minds of suggestible Democrats. But they are endangered by the Cold War you’ve helped to stir up.

 

The real problems with the interview are identified in the body of the article:

 

1. It contains content that offends professional Cold Warriors and Russiagate hustlers

 

2. It was not published by a "verified" (read: US-approved corporate or mainstream) news source

(MB)

 

I was interviewed on RT by the Pulitzer-winning journalist Chris Hedges about Russiagate. YouTube recommended it. How fitting then that the leading Russiagate conspiracy theorist calls this "Death by algorithm" -- to a propagandist, dissent from orthodoxy is "Death" indeed:

(AM)

 

Chris Hedges' interview with Aaron Maté about Russiagate is a Kremlin plot to subvert liberal democracy.

 

WP (Wasington Post) runs with this fabricated imperial xenophobia — all while contradicting and correcting its own claims!

 

Clearly WP only problem here is that this RT broadcast — between two American journalists — simply exists and can be viewed on YouTube.

(YL)

 

Como é hábito e sempre que se fala do Mal (lembrem-se de Chucky, o boneco diabólico) esperando-se por novos episódios (nesta Nova Temporada, tendo como protagonista DONALD TRUMP) da saga “COLISÃO TRUMP/PUTIN” − e não da outra envolvendo o Espaço e como diriam os cientistas “COLISÃO TERRA/ASTEROIDE”.

 

(imagens: yahoo.com – RT América)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:16

03
Abr 19

[extrato RT/rt.com 2 Abril]

 

“I can describe the horrors of what it was like to live under siege…

But to describe how it feels to be hungry?

On day one it is bad, and on day two you start to think, ‘what can I do about this?

‘Beyond that I will not say.”

(Syrian refugee)

 

5ca3cb89fc7e93c60d8b45bd.JPG

A malnourished girl

Sits on her father's lap in a shanty town in Hodeidah

(Yemen)

 

Some 113 million people in 53 countries, the majority of them in Africa, faced chronic food shortages last year.

Another 143 million people in 42 countries were found to be living in

 

“[s]tressed conditions, on the cusp of acute hunger.

 

The growing problem is reflected in the increasing global spend on humanitarian aid, which rose from $18.4 billion in 2013 to $27.3 billion in 2017.

Despite the rise in aid, the report’s authors argue that

 

“humanitarian assistance does not address the root causes of food crises.”

 

(texto/legenda: rt.com − imagem: Abduljabbar Zeyad/Reuters)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:42

13
Dez 17

Mais ou menos FAKE NEWS com a Memória e a Cultura Norte-Americana (personificadas na concretização do Sonho Americano) a serem sistematicamente delapidadas (cada dia que passa) pelos interesses obscuros de Democratas e Republicanos. Mas quem (ainda) poderá salvar a América (da Queda do seu Império)?

 

“His fingers went into the crack of my ass!”

(Terry Richard/dailymail.co.uk)

 

4738A32400000578-5156899-image-a-18_1513011489777.

Larry King e a ex-modelo

(acusando-o de a apalpar por duas vezes enquanto tiravam fotografias)

 

Não deixando de fazer tudo o que pode (UK) para agradar aos seus Patrões (USA) ‒ não sendo nada de criticável deste que graciosamente pago (em dólares) ‒ o Reino Unido através dos seus múltiplos tabloides especializados em intrigas e escândalos (sejam verdadeiros ou sejam falsos), vem agora na sequência da vitória Global das FAKE NEWS como instrumento imprescindível de trabalho político-ideológico (acelerada aquando da inesperada vitória de Donald Trump nas Presidenciais norte-americanas de Novembro de 2016) acusar o conhecido apresentador e comentador norte-americano LARRY KING (durante 25 anos à frente do programa da CNN Larry King Live) de Assédio Sexual ‒ um tema atualmente muito em voga nos USA para Perseguições Políticas e Caça às Bruxas (pelo Homem-Político) e mais uma vez utilizando de uma forma oportunista (com o fim de atingir um objetivo nada tendo a ver com ela) a figura da mulher:

 

Com o tabloide online Daily Mail (dailymail.co.uk) na sua edição de segunda-feira (dia 11) a publicar a acusação da ex-modelo Terry Richard (atualmente com 63 anos de idade e nunca tendo ouvido falar dela), indicando que Larry King (atualmente com 84) a teria assediado (por duas vezes) há uns anos atrás (em 2005 e posteriormente em 2006 ou seja há cerca de 11 anos). Naturalmente e dada a encomenda (mais uma Eliminação Dirigida como se utilizasse um drone) com o tabloide a derramar muito eficazmente pelo espaço disponibilizado letras, palavras, frases e linhas, e simultaneamente a decorá-las com fotos bem inseridas e apropriadas de forma a assim melhor associarmos (as ideias deles para nós) chegando finalmente à Mensagem (direta e incisiva nada de subliminar):

 

“Once sliding his hand down the back of her dress and again squeezing her butt so hard, it left a bruise.”

(dailymail.co.uk)

 

maxresdefault.jpg

Larry King e o seu programa transmitido pela RT

(Politicking with Larry King emitido desde 2013)

 

Sendo verdade ou sendo mentira a acusação de assédio sexual proferida por Terry Richard sobre Larry King (uma dúzia de anos depois) e tendo-se que reconhecer que atualmente os Casos de Assédio (Sexual) se transformaram em (meros) Casos Políticos, chegando-se à conclusão de que era finalmente chegada a Hora de se tratar da saúde do querido e ingrato (Ex) Símbolo da CNN: depois de 25 anos ao serviço de um dos maiores símbolos dos Estados Unidos da América no interior do seu território e mesmo muito para além das suas fronteiras ‒ a cadeia de televisão CNN ‒ permitindo que um seu programa emitido quando já deveria estar reformado, passasse periodicamente na estação russa (RT) e fosse pago (certamente) pela mesma.

 

Aos olhos da atual política norte-americana (onde vale tudo até arrancar olhos) com o Herói (dos USA) Larry King a transformar-se rapidamente num autêntico Predador, passando-se para o outro lado (da Rússia) e tornando-se um traidor (e iniciado nos USA o Período de Caça à estação de televisão russa RT/Russia Today inaugurando-se agora a perseguição aos produtos adquiridos): apenas porque um programa seu (com seu conhecimento e tal como é normal em qualquer negócio) foi adquirido pela RT. E então apareceu (reapareceu) a ex-modelo Terry Richard e a ex-mulher do cantor romântico Eddie Fisher (também não sabendo quem é).

 

(imagens: Ron Densford/dailymail.co.uk e RT America/youtube.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 11:09

14
Mai 16

US PRESIDENT 2016

 

O principal problema com que se debate os EUA (e todo o Mundo), é que já não dispomos de políticos com um mínimo de credibilidade e de poder, em quem possamos confiar: com o aparecimento das grandes Corporações (e a conquista por parte desta do poder anteriormente detido pelo Estado) os políticos desapareceram e chegaram as estruturas. Esmagando-nos, escravizando-nos, limitando-nos as escolhas – matando-nos e á Liberdade.

 

 

57337f94c36188382f8b45d7.jpg

Os debates promovidos na RT

 

Contribuindo para um mais amplo e democrático esclarecimento dos eleitores norte-americanos e tendo em vista as Presidenciais de 2016 (nas quais será escolhido o sucessor do atual presidente o Democrata BARACK OBAMA), a rede de televisão por satélite RT reconhecendo a impossibilidade de outras candidaturas se divulgarem e promoverem nos meios de comunicação (com a CNN a apoiar os Democratas e a FOX os Republicanos), decidiu promover dois debates entre candidatos do Terceiro Partido: tendo como convidados o Partido LIBERTÁRIO e o Partido VERDE. Debates que foram realizados respetivamente a 9 e 12 deste mês numa emissão do programa WATCHING THE HAWKS, inserido na grelha de emissão internacional da rede de televisão russa RT e pertencente à RÚSSIA de VLADIMIR PUTIN.

 

5735165dc461885c528b4569.jpg

57310c0ac36188047c8b4567.jpg

Candidatos do partido LIBERTÁRIO (o terceiro partido nos EUA) e do partido VERDE

 

Divulgando a nível global quais serão os próximos candidatos às eleições presidenciais norte-americanas (de Novembro de 2016) – e não se dirigindo mais uma vez aos candidatos dos dois partidos tradicionais e já bem estabelecidos, mas pelo contrário abrindo a porta a outros partidos concorrentes mas sem qualquer tipo de apoio publicitário ou monetário. E assim não se sujeitando à exclusividade bipartidária norte-americana – com TRUMP e CLINTON na cabeça do polvo bipolar – e apresentando a Democratas e Republicanas (via Rússia) as muitas outras criaturas (melhor que eles mas curiosamente passando despercebidas). Não sendo por acaso que esta estação de “propaganda de megafone” (como afirmou o secretário de estado dos EUA John Kerry) se tenha tornado numa estação de televisão internacional de grande impacto a nível mundial, aparecendo mesmo no ranking do YOUTUBE num prestigioso 5ºlugar – à frente de redes norte-americanas como a FOZ e a CNN.

 

(imagens: RT)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:37

Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO