Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

15
Nov 16

Mad Man vs. Mad Woman

 

“O principal responsável pela vitória de um único candidato milionário chamado TRUMP nas Presidenciais dos EUA, foi o outro candidato também desejando (por sua vez) ser milionário conhecido como CLINTON, ao por ao seu serviço familiar e privado todo um coletivo (de várias dezenas de milhões de pessoas) como o partido Democrata – quando o Chefe de Orquestra (era uma evidência) deveria ter sido outro: SANDERS.”

 

3A3F7D5900000578-3925644-image-a-14_1478819688464.

Bill Clinton, Hillary Clinton e Tim Kaine

 

Enquanto os CLINTON se retiram para o seu necessário período de reflexão após a inesperada derrota de Hillary Clinton (DEM) face ao seu rival político Donald Trump (REP), talvez seja este o momento ideal para o partido Democrata analisar profundamente a sua campanha eleitoral e o candidato escolhido para ser o próximo Presidente dos EUA.

 

Aproveitando o evidente estado de choque em que se encontram todos os apoiantes Democratas nos EUA (e todos os Democratas espalhados por todo o Mundo) para os mesmos compreenderem e interiorizarem as causas dessa derrota (para não se voltarem a repetir) e as consequências de tais atos: previsivelmente trágicos e sentindo-se a nível global.

 

E com as Elites Democratas ainda estonteadas e paralisadas pelo medo do desconhecido (que aí vem) e que agora também os pode apanhar (já que irão sendo substituídos em lugares de chefia pelos Republicanos) – resultado do Status Quo que pretendiam manter optando pelo Sistema – podendo ser agora ultrapassadas relançando-se o partido (Democrata).

 

“Não se compreende o persistente desejo de diabolizar (nos EUA e nos seus países satélites) o candidato Republicano eleito como o 45º Presidente Norte-Americano, quando quem lá o colocou foram aqueles que ferozmente o atacaram, o promoveram e o transformaram num candidato antissistema (ainda por cima falso). Com gente desta a comandar o Mundo (REP ou DEM) vem que teremos de emigrar para Marte.”

 

38b6a_president-elect-donald-j-trump.jpg

Mike Pence e Donald Trump

 

Sendo absolutamente necessário que os CLINTON executem de vez a sua Autópsia Política e constatada pelos próprios a sua Morte de Estado, se retirem definitivamente do palco e permitam que o Sistema mude (como todo o norte-americano e o Mundo desejam). E que toda a estrutura reflita (com as bases que o criaram) sobre o fenómeno SANDERS (o proscrito).

 

Nunca esquecendo como um candidato Democrata foi afastado da vitória nas Primárias (sendo aparente e maioritariamente apoiada pelas suas bases), com a sua mensagem a ser desvalorizada e ignorada pelos MEDIA (esmagadoramente Democratas e apoiantes de Clinton), virando-se para a Ex-Secretária (e elevando-a) dado o outro ser Antissistema.

 

Com um mínimo de raciocínio e de modo a tentar compreender e confirmar o sucedido (observando apenas os resultados por Estado), relacionando a vitória eleitoral de Trump através da conquista da maioria no Colégio Eleitoral (sendo eleito Presidente), com a vitória de Hillary no voto popular mas sem nenhuma consequência (pratica e política): com o primeiro declarando-se Antissistema (utilizando como prova apenas uma etiqueta) e o segundo o seu último defensor (optando por nos continuar matar com o Sistema). E quem ganhou?

 

[como divertimento confirmativo confiram os Estados que nas primárias apoiaram Sanders, com os estados em que Trump ganhou e que claramente fugiram a Hillary (nas Presidenciais) – muitos desses estados apoiantes de Sanders posteriormente abandonados na campanha por Hillary; e como lamento para dores futuras caso a política protecionista de Trump se confirme, a Europa que se cuide ou se torne Independente]

 

(imagens: AFP/Getty Images e Reuters/Mike Segar)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:55

12
Mai 16

Do lado DEM Bernie Sanders irá até ao fim – contando em Convenção e com a força dos seus delegados impor certas condições a Hillary Clinton (para a apoiar); do lado REP o vencedor já anunciado Donald Trump terá de obter a partir de agora o apoio do seu partido, ao mesmo tempo que poderá iniciar desde já os seus ataques a HC.

 

15845969-American-election-campaign-fight-as-Repub

O Elefante REP contra o Burro DEM

(apesar de existirem outros animais, também candidatos mas muito escondidos)

 

Ainda com os dados em atualização após as primárias da passada terça-feira dia 10, o número de Delegados eleitos por cada um dos candidatos (Democráticos/DEM e Republicanos/REP) é o seguinte:

 

PRO DEM.png

Maioria: 2383

 

Um resultado que como se pode constatar pela simples observação dos gráficos anteriores aponta para as vitórias inevitáveis de Hillary Clinton pelos DEM (o candidato do sistema) e de Donald Trump pelos REP (curiosamente o candidato antissistema).

 

PRO 2.png

Maioria: 1237

 

Decorrendo ainda este mês outras primárias norte-americanas, com os dois candidatos DEM a disputarem mais 134 Delegados e com o único candidato REP a tentar acrescentar à sua conta mais 72 Delegados.

 

(imagem: 123rf.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:45

09
Mar 16

Tudo indica que na Convenção DEM Bernie Sanders irá marcar fortemente a sua presença (baseando-se na sua grande percentagem de Delegados Eleitos) de modo a impor algumas exigências a HC (para ter o seu apoio).

 

Na Convenção REP Donald Trump chegará lá como o grande vencedor, mas todos os outros tentarão até ao fim fazer-lhe a cama (substituindo-o por MR, TC ou outro qualquer) – com o perigo de com esse golpe (miserável) entregarem de novo a vitória aos DEM.

 

maxresdefault.jpg

Os candidatos com mais conteúdo
Bernie Sanders (DEM) e John Kasich (REP)

 

Agora que a campanha para a nomeação do candidato DEM e REP às presidenciais norte-americanas atinge 2/5 do seu percurso (até às suas respetivas Convenções), pode-se afirmar que de momento:

 

- HC continua o seu trajeto previsível para a sua nomeação como candidata DEM (ou não fosse a força avassaladora dos Super Delegados);

 

DEM E D SD DT %
HC 13 760 461 1221 68
BS 9 546 25 571 32
Total 22 1306 486 1792 100

(com 38% dos delegados eleitos – de 4764)

 

- DT (apesar da intensa e vergonhosa campanha lançada contra ele pela elite Republicana) persiste na liderança deixando a grande distância os seus três opositores (e logo com o delfim da elite MR bem fundo na tabela).

 

REP E DT %
DT 15 458 44
TC 7 359 35
MR 2 151 15
JK 0 54 5
Desistentes 0 15 1
Total 24 1037 100

(com 42% dos delegados eleitos – de 2472)

 

Com os Democratas e os Republicanos a ficarem agora a aguardar pela segunda SUPER TERÇA-FEIRA (dia 15), onde estarão em jogo 5 Estados/697 Delegados/DEM e 6 Estados/404 Delegados/REP. E antes dessa terça-feira com mais delegados em disputa: 1 Estado/6 Delegados/DEM (dia 12) e 3 Estados/37 Delegados/REP (dia 10 e 12).

 

No dia 16 de Março, mais de metade dos Delegados já terão sido atribuídos – e aí iniciar-se-á a parte final da corrida em direção às Convenções DEM/REP. Prevendo-se nessa altura o surgimento de novas batalhas!

 

(imagem – youtube.com/msnbc.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:19

12
Fev 16

“It is for us the living rather to be dedicated here to the unfinished work which they who fought here have thus far so nobly advanced. It is rather for us to be here dedicated to the great task remaining before us – that from these honored dead we take increased devotion to that cause for which they gave the last full measure of devotion – that we here highly resolve that these dead shall not have died in vain, that this nation under God shall have a new birth of freedom, and that government of the people, by the people, for the people shall not perish from the earth.” (Abraham Lincoln – 1863)

 

ph-lincoln.jpg

Abraham Lincoln
(16º Presidente dos Estados Unidos)

 

Ao ouvir o Presidente Barack Obama a falar no dia de hoje (dia 10) na Assembleia Geral de Illinois sobre a situação do Estado da Política nos Estados Unidos (como se tal fosse necessário), sem necessidade de reflexão ou de outro tipo de mecanismo mental, instantânea e intuitivamente chegamos à triste conclusão do trágico estado da atual política norte-americana. E se tiverem ainda dúvidas mas não pretendam perder muito tempo com isto, ouçam apenas o Presidente Obama e comparem o seu discurso com o de todos os candidatos às Presidenciais nos EUA – sejam eles Republicanos ou até mesmo Democratas: um confronto revelador do enorme abismo cultural e histórico entre um conjunto de ideias e um conjunto vazio por falta delas. Mas que para muitos nada representa senão uma ajudinha extra à agora conturbada campanha da até agora considerada como única candidata à nomeação do seu partido à corrida à Casa Branca – a conservadora Democrata Hillary Clinton – aparente e momentaneamente encostada à parede pelo esquerdista Democrata Bernie Sanders (principalmente após a grande vitória deste nas primárias de New Hampshire). E são destas coisas que infelizmente (e por culpa própria) Obama não se consegue livrar: se por um lado foi o percursor de um verdadeiro sistema de saúde nos EUA (com o OBAMACARE) nunca recuando face aos constantes ataques pessoais que lhe foram direcionados, já por outro lado ficou negativamente associado a duas áreas incompatíveis com o que antes sempre afirmara (na defesa da liberdade e dos direitos humanos), tornando-se no campeão do mundo (incontestável) em Drones e Whistleblowers. Tendo sido o prémio Nobel da Paz no ano de 2009. Mas tal como os outros não sendo (mas podendo-o ter sido) aquele que disse e que fez. Mas nunca será um só homem a mudar a ideia do Homem.

 

Situação após as duas primeiras primárias – Ohio e New Hampshire:

 

Convenção Democrática

 

Hillary-Clinton-Angry.jpg

Hillary Clinton

 

 

Candidato DEM Iowa (Delegados) New Hampshire (Delegados Super Delegados Total NEVADA
(20.02)
Última Sondagem*
CNN

Hillary

Clinton

23 9 362 394 50%

Bernie

Sanders

21 15 8 44 34%
Total 44 24 370 438 (35 delegados)

(Para ser nomeado: 2.382 – Super Delegados ainda indecisos: 340 – * Realizada antes das duas primeiras primárias)

 

Como pode um partido que se diz Democrata distorcer o resultado de uma consulta popular (> 15%), integrando nessa contagem elementos estranhos de proporcionalidade (os Super Delegados) e assim secundarizando opiniões e desrespeitando flagrantemente o princípio de igualdade.

 

Do lado da Convenção Democrática com Hillary Clinton a confirmar o favoritismo à vitória e respetiva nomeação como candidata presidencial pelo partido Democrata, apesar da estrondosa vitória do candidato Bernie Sanders em New Hampshire (60%/38%) e do quase empate técnico no Ohio (49.9%/49.6%). Considerando como grande obstáculo a superar do lado do único opositor de Hillary Clinton, os 354 pontos de avanço dados pelos mágicos Super Delegados (362/8). Pormenor deveras relevante neste bizarro cenário eleitoral e que muito provavelmente lavará o candidato Sanders até à derrota final – e à entronização da ex-primeira dama Clinton com um esmagador apoio da magia Democrata (congressistas, senadores, governadores, presidentes…ativos ou inativos). O que para Bernie Sanders significa que ou ganha praticamente todas as primárias com percentagens de 55%/65% ou então nada feito. Mas se entretanto Hillary Clinton não mudar de ares e Bernie Sanders não ceder, então a história poderá ser mesmo outra. Veremos o que acontece a 20 no Nevada.

 

Convenção Republicana

 

trump open mouth.jpg

Donald Trump

 

 

Candidato
REP
Iowa (Delegados) New Hampshire (Delegados Total Carolina do Sul
(20.02)
Última Sondagem*
NBC/WSJ/Marist
Donald Trump 7 11 18 36%
Ted Cruz 8 3 11 20%
Marco Rubio 7 2 9 14%
John Kasich 1 4 5 1%
Jeb Bush 1 3 4 9%
Ben Carson 3 0 3 8%
Total (27) (23) (50) (50 delegados)

(Para ser nomeado: 1.237 – * Realizada antes das duas primeiras primárias)

 

Os Republicanos ainda não compreenderam que não reconhecendo a verdadeira imagem daquilo que são e representam, será sempre prejudicial para os próprios e como familiares ascendentes (pais) não reconhecerem os seus descendentes (filhos) ainda-por-cima tratando-se do seu filho pródigo: Donald Trump o objeto que apenas assumiu a verdadeira imagem dos Republicanos.

 

Do lado Republicano e com a desistência de mais três candidatos à corrida à nomeação presidencial a lista que chegou a comportar mais de uma dezena de candidatos resume-se agora a apenas meia dúzia. Com Donald Trump a destacar-se, Ben Carson a manter-se desesperadamente na corrida e os outros quatro candidatos a batalharem entre si para ver qual deles irá no final fazer frente ao milionário e seu inimigo comum: o que para já é bom para Trump recolhendo os louros da vitória e deixando os outros digladiarem-se com os restos. Para já com Donald Trump à frente de todas as sondagens mas tendo-se que esperar um pouco mais para ver o que acontece ao quarteto Cruz/Rubio/Kasich/Bush. Daí sairá o verdadeiro adversário de Trump, que coligando interesses com outros candidatos antes adversários mas agora aliados, poderá finalmente abrir caminho para derrotar a ovelha negra republicana. Segue-se a Carolina do Sul provavelmente na mesma direção (da vitória de Trump) – também no dia 20.

 

E enquanto a corrida presidencial prossegue com as duas ovelhas negras dispondo de grandes hipóteses de vencer – Sanders e Trump (mais o segundo já que o primeiro tem o caminho armadilhado por Super-Homens-Delegados) – os milionários já se preocupam e tentam atirar um deles para a frente: como Independente (como assim já foi DEM e REP) e chamado Michael Bloomberg. Alguém o conhece? Que eu saiba e para já o Dinheiro!

 

(imagens: google.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:56

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

19
20
21
22

24
25
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO