Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

11
Jan 14

Sendo natural do Porto e nascido na freguesia do Bonfim – muito perto do antigo Estádio das Antas – ainda me lembro daquele triste dia 16 de Dezembro de 1973 em que no decorrer da partida entre o F. C. Porto e o V. Setúbal (que a sua equipa venceu) Pavão caiu inanimado no terreno vítima de ataque cardíaco: provavelmente um dos dias mais tristes na história do F. C. Porto e do futebol nacional.

 

         

Fernando Pascoal Neves

PAVÃO

(1947/1973)

 

Pavão era considerado na época como um dos melhores jogadores do F. C. Porto, tanto assim que também era na altura um dos principais jogadores da selecção nacional portuguesa. Tal como Eusébio será sempre recordado como uma das referências para todo o sempre do futebol português, tendo sido contemporâneo de Pedroto e considerado o grande motor do F. C. Porto. Morreu aos 26 anos!

 

(imagens – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:18

30
Dez 13

“E até agora só dissemos Ámen”

 

 

A Crise Acabou: a Irlanda já saiu, Portugal vai a caminho e a Grécia também já fez o seu anúncio.

 

Mas afinal o que terá acontecido nestes países para de um dia para o outro estarmos em crise e do outro para o seguinte esta ter terminado?

 

Um dia com dinheiro a sair-nos por todos os lados para fora da carteira, no outro dia com o dinheiro todo desaparecido entre os imensos buracos da mesma carteira e no dia seguinte apenas com o contentamento da carteira mesmo que vazia ainda nos pertencer.

 

Mas para mim a nossa desventura ainda não acabou: certamente chegará o dia em que a nossa sociedade se refundará definitivamente e em que revolucionariamente o nosso Governo tornará a decretar a guerra de classes.

 

Mas em primeiro lugar terá que ser efectuada a necessária e imprescindível selecção.

 

Categoria

Característica

%

Portugal

Indivíduos classe 1

Com carteira

01

100.000

Indivíduos classe 2

Com porta-moedas

10

1.000.000

Indivíduos classe 3

Desprovidos de ferramentas

39

3.900.000

Indivíduos sem classe

Inexistentes

50 (1)

5.000.000

 

(1)    A serem progressivamente exportados – no mais curto espaço de tempo possível (limite – Junho de 2014)

 

 

Entretanto o nosso prazo de validade terá acabado e já teremos sido substituídos pelos novos escravos globais – automáticos, substituíveis e como tal sem direito de existência.

 

Ámen.

 

(imagens – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:50

Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


18
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Pavão

A Crise Nunca Existiu

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO