Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

18
Set 18

Masters de Xangai – de 10 a 16 de Setembro

(masculino e não contando para o RM)

Campeonato do Reino Unido – de 15 a 16 de Setembro

(feminino e contando para o RM)

 

– Masters de Xangai

(Masculino)

                       

Com a vitória do inglês Ronnie O’Sullivan no seu regresso (esta época) à competição, o vice-Líder do Ranking Mundial (RM) torna-se no primeiro jogador profissional a vencer por 3X o troféu aqui em disputa (2009/2017/2018). E (por curiosidade) com o chinês Ding Junhui a tê-lo feito por 2X (2013/2016). Uma prova este ano não contando para o RM mas atribuindo ao vencedor um prémio de mais de 225.000€.

 

Ronnie-jpg-730204.jpg

Ronnie O’Sullivan

(vencedor do Masters de Xangai)

 

Masters de Xangai

 

Fase

Ronnie

O’Sullivan

ING

F

Barry

Hawkins

ING

F

2ªR

Neil

Robertson

AUS

6-3

Stephen

Maguire

ESC

6-3

QF

Stuart

Bingham

ING

6-2

Mark

Williams

GAL

6-4

MF

Kyren

Wilson

ING

10-6

Ding

Junhui

CHI

10-9

(F: Frame R: Ronda QF: Quartos-Final MF: Meia-Final)

 

Fase

J

N

F

J

N

Final

Ronnie

O’Sullivan

ING

11-9

Barry

Hawkins

ING

(J: Jogador N: Nacionalidade)

 

E assim concluídas as cinco primeiro provas integrando o Circuito Mundial (com 3 provas contando p/RM e outras 2 provas n/contando p/RM) – e com os vencedores a serem Neil Robertson/Masters de Riga, Mark Williams/Open Mundial, Kyren Wilson/Clássico Paul Hunter contando para o RM e Kyren Wilson/6 Red e Ronnie O’Sullivan/Masters de Xangai não contando para o RM destacando-se claramente o inglês Kyren Wilson, nas 5 provas até agora disputadas tendo estado sempre nos 16 finalistas e tendo ganho duas delas (o único esta época e até agora a faze-lo).

 

Ranking Mundial

 

RM

J

N

£ (X 1000)

RM (E)

1

Mark

Selby

ING

1271

20

2

Mark

Williams

GAL

1009

1

3

Ronnie

O’Sullivan

ING

897

131

4

John

Higgins

ESC

732

71

5

Judd

Trump

ING

653

38

6

Barry

Hawkins

ING

560

6

7

Ding

Junhui

CHI

507

63

8

Shaun

Murphy

ING

434

71

(RM: Ranking Mundial £: Libras E: época)

 

Até ao fim do mês de Setembro realizando-se ainda o Challenge Tour 5 (18 e 19 de Setembro) e o EverGrande China Championship (24 a 30 de Setembro) – com esta última competição a contar para o RM (sem Ronnie O’Sullivan mas com transmissão Eurosport).

 

– Campeonato do Reino Unido

(Feminino)

 

No sector feminino concluindo-se a primeira prova oficial da época 2018/19 com a Bicampeã Mundial de Snooker (2016/17 e 2017/18) e Líder do RM Ng On Yee (Hong Kong) a bater na final do UK Championship (revalidando o troféu) a inglesa Rebecca Kenna (3ªRM) – com esta última ainda em destaque eliminando na fase a eliminar a inglesa Reanne Evans (11X Campeã do Mundo e nº 2 do RM).

 

DnPotTHX4AAa-gk.jpg

Ng On Yee

(vencedora do UK Championship)

 

UK Championship

 

Fase

Ng On

Yee

HK

F

Rebecca

Kenna

ING

F

FG 1ªJ

-

-

-

Claire

Edginton

ING

3-0

FG 2ªJ

-

-

-

Ploychompoo

Laokiatphong

TAI

1-2

FG 3ªJ

-

-

-

Emma

Parker

ING

3-0

OF

Suzie

Opacic

ING

3-2

Reanne

Evans

ING

3-2

QF

Ploychompoo

Laokiatphong

 TAI

3-0

Jenny

Poulter

ING

3-0

MF

Jaique

Ip

HK

4-0

Nutcharut

Wongharuthay

TAI

4-3

(FG: Fase Grupos J: Jornada)

 

Fase

J

N

F

J

N

Final

Ng On

Yee

HK

4-1

Rebecca

Kenna

ING

 

E de 5 a 7 de Outubro decorrendo (na Bélgica) o Masters Europeu (2ª prova do RM). Com o Top 8 do Ranking Mundial a ser o seguinte: 1/Ng On Yee (HK), 2/Reanne Evans (ING), 3/Rebecca Kenna (ING), 4/Maria Catalano (ING), 5/Laura Evans (GAL), 6/Katrina Wan (HK), 7/Suzie Opacic (ING) e 8/Diana Schuler (ALE).

 

(imagens: dailystar.co.uk/Getty/Eurosport – scmp.com/Ng On Yee/@Onyee159)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:17

06
Set 18

De momento com 4 provas disputadas integrando o Challenge Tour (circuito secundário) e outras 3 provas contando para o Ranking Mundial (circuito principal). Decorrendo ainda (3/8 Setembro) a 1ª prova por convites (integrando o circuito principal mas não contando para o RM).

 

Mark-Williams__51843__15362.jpg       Mark-Selby__57294__23406.jpg

Mark Williams e Mark Selby

(respetivamente Campeão do Mundo e Líder do RM)

 

Concluídas as 4 primeiras provas do Challenge Tour (circuito secundário de Snooker) e as três primeiras provas (do circuito principal de Snooker) contando para o Ranking Mundial, dois jogadores já se destacam no início desta época 2018/19: o inglês Mitchell Mann (Circuito Secundário) e o seu compatriota Kyren Wilson (Circuito Principal). E em cada um dos respetivos circuitos (secundário/principal) com Mitchell Mann e Jack Lisovski (igualmente inglês) a serem os únicos jogadores a terem atingido sempre (no mínimo) os Quartos-de-Final.

 

Resultados das 4 finais realizadas do CT

 

Prova

Jogador

Nacionalidade

Frames

Jogador

Nacionalidade

CT 1

Brandon

Sargeant

ING

3-1

Luke

Simmonds

ING

CT 2

David

Grace

ING

3-0

Mitchell

Mann

ING

CT 3

Barry

Pinches

ING

3-2

Jackson

Page

GAL

CT 4

Mitchell

Mann

ING

3-0

Dylan

Emery

ING

Legendas

(CT: Challenge Tour)

 

Mitchell-Mann-CT4-WPBSA.jpg

Mitchell Mann

(atual líder do Challenge Tour)

 

Após a disputa do Challenge Tour 4

(jogadores tendo atingido uma das quatro finais já realizadas)

 

J

N

CR

V

PF

PMF

PQF

Mitchell

Mann

ING

1

1

1

1

1

Brandon

Sargeant

ING

2

1

 

2

 

David

Grace

ING

3

1

 

1

1

Barry

Pinches

ING

4

1

 

 

 

Luke

Simmonds

ING

8

 

1

 

1

Jackson

Page

GAL

6

 

1

 

1

Dylan

Emery

GAL

9

 

1

 

 

Legendas

(J: Jogador N: Nacionalidade CR: Challenge Ranking V: Vitória PF: Presença Final)

 

Seguindo-se até meados de Setembro a disputa de duas provas por convite (não contando para o Ranking Mundial) – 6 Reds (na Tailândia) e Shangai Masters (na China) – e uma prova para o Mundial Feminino – UK Championship (na Inglaterra) – concluindo-se o mês com a disputa do Challenge Tour 5 (em Inglaterra) e finalmente com o EverGrande China Championship (4ª prova da época contando para o RM) a decorrer em Guangzhou de 24 a 30 de Setembro. No circuito feminino com Ng On Yee (HK) a tentar revalidar o seu título Mundial.

 

Resultados das 3 finais realizadas contando para o RM

 

Prova

Jogador

Nacionalidade

Frames

Jogador

Nacionalidade

Masters

Riga

Neil

Robertson

AUS

5-2

Jack

Lisovsky

ING

World

Open

Mark

Williams

GAL

10-9

David

Gilbert

ING

Paul Hunter Classic

Kyren

Wilson

ING

4-2

Peter

Ebdon

ING

 

Kyren_Wilson_PHC_2018-5.jpg

Kyren Wilson

(vencedor do Paul Hunter Classic)

 

Após a disputa do Paul Hunter Classic

(jogadores tendo atingido uma das três finais já realizadas)

 

J

N

RME

V

PF

PMF

PQF

Kyren

Wilson

ING

5

1

 

 

1

Mark Williams

GAL

1

1

 

 

 

Neil Robertson

AUS

3

1

 

 

 

Jack

Lisovski

ING

4

 

1

 

2

David

Gilbert

ING

2

 

1

 

 

Peter

Ebdon

ING

16

 

1

 

 

Legendas

(RME: Ranking Mundial Época PMF: Presença Meia-Final PQF: Presença Quartos-Final)

 

No início da época 2018/19 e ainda com poucas provas disputadas no circuito principal de Snooker profissional (com muitos dos favoritos primando ainda pela ausência ou em fase de readaptação à nova temporada) – concluído o Masters de Riga (vitória de Neil Robertson/AUS), o Open Mundial (Mark Williams/GAL) e o Paul Hunter Classic (Kyren Wilson/ING) e decorrendo ainda a prova por convites 6 Reds (detentor do troféu Mark Williams) – podendo-se a partir do próximo dia 10 de Setembro (até 16) assistir ao Masters de Xangai (canal EUROSPORT) troféu detido por Ronnie O´Sullivan/ING.

 

(imagens: foxyprinting.co.uk – snookerkq.com – wikipedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:57

31
Jul 18

1-Masters de Riga (Letónia)

 

Snooker-news-Neil-Robertson-996517.jpg

Neil Robertson (à direita)

(AUS – 10ºRM)

Vencedor da 3ª e 5ª edição do MASTERS de RIGA

 

Iniciado o Circuito Mundial de Snooker – Época 2018/19 – com a disputa na Letónia do MASTERS DE RIGA (27/29 Julho), ficou-se a conhecer no passado domingo (dia 29) o nome do vencedor desta 1ª prova do circuito (de SNOOKER) contando para o RANKING MUNDIAL (RM): nesta 5ª edição da prova com o australiano NEIL ROBERTSON a conquistar o troféu em disputa (batendo na final o inglês Jack Lisovski por 5-2) repetindo (o único jpogador a tê-lo feito até agora) o seu êxito de 2016 (aí batendo na final um outro inglês – Michael Holt – também por 5-2). Sucedendo ao galês Ryan Day (vencedor em 2017) eliminado logo na 1ª ronda. E este ano com o Vencedor da Final (NR) a arrecadar 50.000£ e o vencido (JL) 25.000£.

 

Masters de Riga – Meias-Finais e Final

 

Fase

J

N

F

J

N

 

 

 

 

 

 

Meia-Final 1

Neil

Robertson

AUS

5-0

Stuart Carrington

ING

Meia-Final 2

Jack

Lisovski

ING

5-1

Stephen Maguire

ESC

 

 

 

 

 

 

Final

Neil

Robertson

AUS

5-2

Jack

Lisovski

ING

(J: Jogador N: Nacionalidade F: Frame)

 

2-Open Mundial (China)

 

Sucedendo-se a esta prova o OPEN MUNDIAL (aqui com os prémios dos Finalistas a triplicarem – 150.000£ para o Vencedor e 75.000£ para o vencido) a disputar-se na China (cidade de Yushan) de 6/12 Agosto: 2ª prova da época contando igualmente para o RM, tendo como detentor do troféu o chinês DING JUNHUI (derrotando na final de 2017 o inglês Kyren Wilson por 10-3). E nos jogadores presentes nesta 2ª prova de RM ainda não se vislumbrando (entre o TOP 16) Ronnie O’Sullivan e John Higgins (continuando de “férias”), para além de outros jogadores ausentes por eliminados nas Qualificações: como Shaun Murphy (ING), Stuart Bingham (ING) e Anthony McGill (ESC).

 

[E em princípio sendo uma prova do Circuito Profissional de Snooker contando para o Ranking Mundial (RM) – o Open Mundial – tendo transmissão televisiva no canal EUROSPORT: no mínimo (acho eu) a partir dos Quartos-de-Final (se não antes, sendo conveniente confirmar).]

 

(imagem: Getty Image/express.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:28

28
Jul 18

Riga Masters

(2018)

 

screen-shot-2018-04-16-at-17-45-45.jpg

Chris Wakelin

O Jogador com o “pior” Ranking Mundial (47º)

(presente nos QF do 5º Masters de Riga de 2018)

 

Com a realização da 5ª edição do MASTERS de RIGA (na Letónia) inicia-se a época 2018/19 do Circuito Mundial de Snooker (1ª prova do circuito a contar para o RANKING MUNDIAL): nas 4 edições anteriores com 4 vencedores diferentes – Mark Selby/ING (em 2014), Barry Hawkins/ING (em 2015), Neil Robertson/AUS (em 2016) e Ryan Day/GAL (em 2017 e atual detentor do troféu). Mas notando-se a ausência de alguns jogadores do Top 10 do RM: como Mark Selby/ING (1ºRM), Ronnie O’Sullivan/ING (2ºRM), John Higgins/ESC (4ºRM), Judd Trump/ING (5ºRM) e Ding Junhui/CHI (6ºRM).

 

Challenge Tour 3

(2018)

 

Decorrendo de 27 a 29 de Julho simultaneamente com a disputa do Challenge Tour 3 (a 28 de Julho) – prova integrando o Circuito Mundial de Snooker (Secundário) tipo 2ª Divisão (da modalidade): e com os 2 melhores jogadores do Challenge Tour 2018/19 (incluindo 10 provas) a receberem um cartão de acesso ao Circuito Mundial principal (ou seja à 1ª Divisão da modalidade) época 2019/20. Contando neste CT3 com a presença dos 4 semifinalistas anteriores: David Grace, Brandon Sargeant, Mitchell Mann e Luke Simmonds (todos ingleses) – e com os 2 primeiros a serem os anteriores vencedores (CT2 e CT1).

 

1ª/2ª/3ª Ronda do Masters de Riga

(Apuramento para os Quartos-de-Final)

 

Disputadas as 3 primeiras rondas e encontrados os 8 jogadores apurados para os Quartos-de-Final da prova, destacando-se pela negativa (e falando apenas do Top 16 do RM) Barry Hawkins/ING (7ºRM), Anthony McGill/ESC (14ºRM), Luca Brecel/BEL (15ºRM) e Ryan Day/GAL (16ºRM) logo na 1ª ronda, Mark Williams/GAL (3ºRM), Shaun Murphy/ING (8ºRM) e Allister Carter/ING (11ºRM) na 2ª ronda e finalmente de Mark Allen/IRLN (10ºRM) na 3ª ronda – entretanto todos eles eliminados (no total de uns 8, numa verdadeira razia e eliminando entre outros o atual Campeão do Mundo). Talvez um indício de um início de época.

 

Fase

J

N

RM

J

N

RM

QF 1

Chris Wakelin

ING

47

Stuart Carrington

ING

48

QF 2

Neil Robertson

AUS

12

Ricky

Walden

ING

27

QF 3

Stephen Maguire

ESC

17

Kyren

Wilson

ING

9

QF 4

Graeme

Dott

ESC

22

Jack

Lisovski

ING

26

(J: Jogador N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial QF: Quartos-de-Final)

 

E assim do Top 16 (entre não inscritos, desistentes ou eliminados nesta 1ª prova) sobrando apenas 2 jogadores: o inglês Kyren Wilson e o australiano Neil Robertson – e com este último a poder repetir a vitória de 2016 (na 3ª edição da prova). Ambos podendo ser considerados os favoritos, mas nunca arriscando colocar de lado nenhum dos restantes apurados (para estes QF). Amanhã concluindo-se o Masters com os QF, as MF (QF1XQF2 e QF3XQF4) e a Final, com o vencedor a arrecadar 50.000£ e o vencido 25.000£ (transformados em pontos para o RM). Com transmissão na EUROSPORT.

 

3753814028.jpg

Barry Pinches

Vencedor do Challenge Tour 3

(3º nos resultados obtidos nas 3 provas já realizadas)

 

Quartos-de-Final e Meias-Finais do Challenge Tour 3

(E Final)

 

Relativamente ao Challenge Tour e à sua 3ª prova realizada (e referindo-nos aos 3 melhores jogadores nas 2 provas anteriores) com David Grace (antes 1º exe quo) a ficar-se pelos OF, com Brandon Sargeant (antes 1º exe quo) a ficar-se pelas MF e finalmente com Mitchell Mann (antes 3º) a ficar-se pelos QF. E com o CT 3 a revelar um novo vencedor, desta vez o inglês Barry Pinches (batendo na final o galês Jackson Page por 3-2).

 

 

E com a tabela do CT 2018 a ficar (após a CT3) assim ordenada:

                                                                                                                                    

Fase

J

N

F

J

N

QF 1

Barry Pinches

ING

3-0

Mitchell Mann

ING

QF 2

Jamie

Barrett

ING

3-2

Steven Hallworth

ING

QF 3

Jackson Page

GAL

3-2

Jamie O’Neill

ING

QF 4

Brandon Sargeant

ING

3-0

Joshua Cooper

ING

MF 1

Barry Pinches

ING

3-2

Jamie

Barrett

ING

MF 2

Jackson Page

GAL

3-2

Brandon Sargeant

ING

Final

Barry Pinches

ING

3-2

Jackson Page

GAL

(F: Frame MF: Meia-Final)

 

E com a tabela do CT 2018 a ficar (após a CT3) assim ordenada: Brandon Sargeant (BS), David Grace (DG) e Barry Pinches – todos eles com 1 vitória – tendo além disso BS presença em 2 MF e DG presença em 1 MF. Complementarmente com os 15 jogadores tendo já atingido os QF (nos 3 CT já realizados) a serem todos ingleses à exceção de 1: o galês Jackson Page presente nesta última final (e perdendo-a). Próximo Challenge Tour (CT 4) em 27/28 Agosto na Alemanha.

 

Open Mundial

(2018)

 

Regressando de novo o Mundial de Snooker já no início do mês de Agosto (passado cerca de uma semana) com a disputa na China do OPEN MUNDIAL (6/12 Agosto) – 2ª prova da época contando para o Ranking Mundial e já contando com o regresso de muitos dos jogadores (do TOP 10) anteriormente (na 1ª prova) ainda ausentes.

 

(dados: worldsnooker.com e snooker.org – imagens: clusterofreds.com – edp24.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:04

23
Jul 18

Inicia-se no próximo fim-de-semana o Calendário da próxima época do Mundial de Snooker Individual/Profissional (masculino) com a realização entre 27/29 de Julho do MASTERS de RIGA (na Letónia): 1ª prova a contar para o RANKING MUNDIAL (RM) ‒ realizada a Qualificação (2/5 de Julho) ‒ e contando com a presença de 68 jogadores: entre eles o detentor do troféu o galês RYAN DAY (batendo na final de 2017 o escocês Stephen Maguire por 5-2).

 

bo97_mwilliams2.jpg

Mark J Williams (há 21 anos)

(Hoje) Campeão Mundial de Snooker

(Aqui na sua conquista do 1997 British Open

Vencendo na final o mítico e 7X Campeão do Mundo Stephen Hendry por 9-2)

 

Do TOP 16 do RM notando-se a ausência nesta 1ª prova dos ingleses Mark Selby (1ºRM), Ronnie O’Sullivan (2ºRM) e Judd Trump (5ºRM), do escocês John Higgins (4ºRM e Vice-Campeão Mundial) e do chinês Ding Junhui (5ºRM) ‒ para além do também inglês Stuart Bingham (13ºRM) eliminado na Qualificação (esmagado por uns esclarecedores 4-0) pelo chinês Niu Zhuang (82ºRM). Mas lá estando presente (picando-o-ponto) o atual Campeão do Mundo de Snooker o galês MARK WILLIAMS. E no início da época com a tabela do Ranking Mundial a estar assim estabelecida:

 

RM

J

N

£

(X 1000)

RM

J

N

£

(X 1000)

1

Mark

Selby

ING

1 315

9

Kyren Wilson

ING

416

2

Ronnie O'Sullivan

ING

905

10

Neil Robertson

AUS

356

3

Mark J Williams

GAL

878

11

Allister Carter

ING

333

4

John Higgins

ESC

751

12

Mark

Allen

IRLN

332

5

Judd Trump

ING

660

13

Stuart Bingham

ING

324

6

Ding

Junhui

CHI

590

14

Anthony McGill

ESC

320

7

Barry Hawkins

ING

543

15

Luca

Brecel

BEL

310

8

Shaun Murphy

ING

453

16

Ryan

Day

GAL

303

(RM: Ranking Mundial J: Jogador N: Nacionalidade £: Libras)

 

Com os jogadores presentes a terem que ultrapassar 5 eliminatórias atá atingirem a FINAL (1ª/2ª/3ª Eliminatória e Quartos-de-Final à melhor de 7 frames e Meia-Final e Final à melhor de 9 frames) e com o Vencedor do Troféu a arrecadar um prémio de 50.000£ (o finalista vencido 25.000£). Incluindo esta 1ª eliminatória 32 jogos (antecedidos de outros 4 em atraso) sendo que um deles já está decidido ‒ apurando o inglês Anthony Hamilton por falta de comparência do chinês Yan Bingtao ‒ e destacando-se (pela posição no RM dos jogadores envolvidos) outros três (jogos): Allistair Carter Vs. Ryan Day (se eliminar Jamie Cope), Michael White Vs. David Gilbert e Xiao Guodong Vs. Marco Fu.

 

Mark+Selby+Betfair+World+Championship+Media+t0uoAz

Mark Selby (há 5 anos)

(Hoje) Líder do RM de Snooker

(No lançamento do Campeonato do Mundo de 2013

Onde foi eliminado por Barry Hawkins que se sagraria Vice-Campeão Mundial)

 

Simultaneamente a 28/29 de Julho decorrendo a 3ª etapa do CHALLENGE TOUR (igualmente em Riga na Letónia) contando com uma esmagadora presença de jogadores do Reino Unido (Inglaterra, Gales, Escócia e Irlanda do Norte) e entre estes com os Ingleses a serem largamente maioritários: das duas provas realizadas (com os ingleses) preenchendo todos os lugares das Meias-Finais (5 jogadores para 8 lugares) e com Brandon Sargeant e David Grace a ganharem a 1ª e a 2ª (prova) respetivamente.

 

E durante o mês de Agosto para além de 3 Qualificações e da realização do Challenge Tour 3, disputando-se mais duas provas de Ranking o OPEN MUNDIAL (detentor do troféu Ding Junhui) e o CLÁSSICO PAUL HUNTER (detentor do troféu Michael White).

 

(imagens: snooker.org ‒zimbio.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:52

17
Jul 18

Ainda sem a presença de alguns dos jogadores de SNOOKER do TOP do RM, inicia-se este mês (de Julho) o Circuito Mundial de Snooker (Profissional) com a realização do MASTERS de RIGA (na Letónia).

 

ryan-day-610x330.jpg

Ryan Day

Detentor do Troféu

2017 Riga Masters

 

E agora que terminou o Mundial de Futebol (a 15 de Julho) ‒ com a França a sagrar-se Campeã Mundial ‒ e se começa a desenvolver e a avançar a Volta à França em Bicicleta (iniciada a 7 de Junho e já com 9 etapas disputadas) ‒ com o belga Greg Van Avermaet provisoriamente na liderança (Camisola Amarela) e com o inglês Chris Froome (vencedor no ano passado) integrando já o Top 10 (e ainda com o 3X Campeão do Mundo de Estrada o eslovaco Peter Sagan a liderar a Geral por pontos envergando a camisola verde) ‒ eis que se aproxima o início da época oficial do Circuito Mundial de Snooker Época 2018/19 ‒ Individual e Profissional: tendo-se para já disputado duas provas de Qualificação (para o Masters de Riga e para o Open Mundial) e duas provas do Challenge Tour (I e II) ‒ tipo 2ª Divisão ‒ e já este mês disputando-se a primeira prova contando para o Ranking Mundial e integrando o Circuito Profissional ‒ o MASTERS de RIGA (na Letónia). E o Challenge Tour III (habitual e esmagadoramente com presença inglesa).

 

Challenge Tour

(após duas provas realizadas)

 

RM

J

N

V

PF

PMF

PQF

1

David

Grace

ING

1

-

1

-

-

Brandon

Sargeant

ING

1

-

1

-

3

Mitchell

Mann

ING

-

1

1

-

4

Luke

Simmonds

ING

-

1

-

1

5

Steven Hallworth

ING

-

-

1

-

6

James

Cahill

ING

-

-

-

2

(RM: Ranking Mundial J: Jogador N: Nacionalidade V: Vitória PF: Presença na Final PMF: Presença na Meia-Final PQF: Presença nos Quartos-de-Final)

 

Nos próximos dias 27, 28 e 29 de Julho disputando-se assim a 1ª prova de Ranking ‒ o MASTERS de RIGA ‒ ainda com a maioria do TOP 16 ausente (curiosamente com o atual Campeão do Mundo o galês Mark Williams presente) como o Vice-Campeão do Mundo, o Líder e o Vice-Líder do Ranking Mundial (respetivamente John Higgins/ESC, Mark Selby/ING e Ronnie O’Sullivan/ING). Com 68 jogadores inscritos (60+8) e desses com 8 deles sujeitando-se a uma eliminatória (inicial), para a partir daí e com os 64 apurados, seguirem-se 5 eliminatórias até se atingir a Final: conquistada o ano passado pelo galês Ryan Day. E entre as surpresas negativas registadas nas Qualificações (integrando o Top 32) destacando-se a eliminação de quatro ingleses, Stuart Bingham (8º CS) a maior delas (das surpresas) e ainda Martin Gould (19º CS), Tom Ford (27º CS) e Jimmy Robertson (29º CS). Sem a presença de brasileiros (já no ano passado desaparecidos) nem do luso-suíço (descendente de mãe madeirense) Alexander Ursenbacher (eliminado nas Qualificações).

 

[CS: Cabeça-de-Série]

(imagem: romaniajournal.ro)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:35

06
Jun 18

Circuito Mundial de Snooker

(profissional)

Época 2018/19 ‒ Més de Julho

 

2054810-43091687-2560-1440.jpg

Mark Selby e Mark Williams

(Líder do Ranking Mundial e Campeão do Mundo de Snooker)

 

Com a primeira prova (hierarquicamente) mais importante a ser disputada em Julho (e com transmissão Eurosport) ‒ 1ª prova da época (2018/19) contando para o Ranking Mundial ‒ em Riga capital da Letónia: o Kaspersky Riga Masters (detentor do troféu: Ryan Day/GAL).

 

Data (Julho)

Prova

Tipo

Local (País)

2/5

(Riga Masters)

Q

Preston (ING)

6/9

(World Open)

Q

Preston (ING)

10/11

Challenge Tour 2

C

Preston (ING)

27/29

Riga Masters

R

Riga (LET)

28/29

Challenge Tour 3

C

Riga (LET)

(Q: Qualificações C: Challenge R: Ranking)

 

Antecipando o início do mês de Julho (menos de um mês) e simultaneamente o início do Mundial de Snooker (época 2018/19), está de regresso um antigo Campeonato (secundário) ‒ o Challange Tour ‒ destinado (esta época) aos melhores jogadores da Q School: com o prémio para os 2 melhores a ser a entrada direta no Mundial de Snooker época 2019/20.

 

Challenge Tour 2018/19

(início a 2 de Junho de 2018 e conclusão a 4 de Março de 2019)

 

CT13_edited.jpg

Luke Simmonds e Brandon Sargeant

(Finalistas do Challenge Tour 1)

 

The tour now consists of 10 events with prize money offered played at a maximum of 2 days, with a maximum field of 72 players (top 64 of the Q School Order of Merit, plus 8 wildcards).

 

The top 2 players from the Challenge Tour Order of Merit will receive a tour card for the following season.” (wikipedia.org)

 

Challenge Tour 1

 

Após a realização da Q School (de 14 a 31 de Maio), o apuramento dos 12 melhores jogadores aí presentes para o Circuito Mundial (profissional) e a elaboração da lista de ranking dos restantes jogadores (para além dos 12 anteriores), tendo-se realizado no passado fim-de-semana (2 e 3 de Junho) o primeiro Challenge Tour (contando com 54 inscritos).

 

Page1.jpghqdefault.jpg

Jackson Page e Reanne Evans

(Dois dos participantes no Challenge Tour 1)

 

E entre esses 54 inscritos contabilizando-se ainda a presença de uma das melhores jogadoras do Mundo a inglesa Reanne Evans (11X Campeã do Mundo de Snooker Feminino). Do total (54) sendo 45 jogadores oriundos do Reino Unido (83%) e 9 do Resto do Mundo (17%). Ah … e quase 2% (uma) sendo mulheres.

 

Challenge Tour 1 ‒ 2/3 Junho ‒ Burton on Trent (Inglaterra)

Resultados

 

Fase

J

N

F

J

N

QF1

Brandon

Sargeant

ING

3-2

Jackson

Page

GAL

QF2

Mitchell

Mann

ING

3-2

Joel

Walker

ING

QF3

Luke

Simmonds

ING

3-1

James

Cahill

ING

QF4

David

Grace

ING

3-1

Kevin

Van Hove

BEL

MF1

Brandon

Sargeant

ING

3-2

Mitchell

Mann

ING

MF2

Luke

Simmonds

ING

3-2

David

Grace

ING

F

Brandon

Sargeant

ING

3-1

Luke

Simmonds

ING

(J: Jogador N: Nacionalidade F: Frame QF: Quartos-Final MF: Meias-Finais F: Final)

 

Com a inglesa Reanne Evans após passar 2 eliminatórias (vitórias por 3-0 e por 3-2) a acabar por cair na 3ª ronda (dando acesso aos Quartos-de Final) face ao seu compatriota Mitchell Mann (derrota por 1-3) e apesar da oposição dos não ingleses especialmente do galês Jackson Page (nos quartos-de-final só sendo derrotado na negra pelo vencedor do CT 1) a serem dois ingleses a estarem presentes (como esperado) na Final: e triunfando Brandon Sargeant.

 

E agora dentro de um mês disputando-se as Qualificações (de 2 a 4 de Julho) para o Masters de Riga (com o quadro final a decorrer de 27 a 29 Julho) 1ª prova de Ranking contando para o Mundial de Snooker (desta época).

 

(imagens: eurosport.com e Snooker X/youtube.com ‒ worldsnooker.com ‒ wpbsa.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 09:32

01
Jun 18

Circuito Mundial de Snooker

Época 2018/19

(preparação)

 

kishan-2012.jpgCarty2.jpg

Kishan Hirani (26 anos) e Ashley Carty (22 anos)

Dois dos 12 apurados para o Circuito Profissional (épocas 2018/20)

(como curiosidade c/ ambos participando no Open de Lisboa 2014)

 

Concluída a época de 2017/2018 do Circuito Mundial de Snooker (Individual/Profissional/Masculino) com a vitória do galês MARK WILLIAMS (agora 3X Campeão do Mundo) sobre o escocês JOHN HIGGINS (4X Campeão do Mundo) na Final do Campeonato do Mundo (por 18-16),

 

‒ E com o inglês MARK SELBY (3X Campeão do Mundo) a continuar a liderar o Ranking Mundial da modalidade

 

Começa-se desde já a preparar a época de 2018/19 com a realização das Q SCHOOL:

 

Em 3 eventos distintos (QS-1 14/19 Maio; QS-2 20/25 Maio; QS 3 26/31 Maio), contando em cada um deles com a participação de quase centena e meia de jogadores, sujeitos a 6 eliminatórias e apurando-se no final apenas 4,

 

Constituindo-se uma nova lista de 12 jogadores profissionais a terem acesso ao Circuito nas duas próximas épocas (18/19 e 19/20).

 

Q SCHOOL

(jogadores tendo garantido a entrada no circuito profissional de Snooker)

Abrangendo as épocas 2018/20

 

J/P

Q SCHOOL

1

(N)

J/P

Q SCHOOL 2

(N)

J/P

Q SCHOOL 3

(N)

1

Jack

Jones

GAL

5

James

Brown

IRLN

9

Thor Leong

MAL

2

Sam

Baird

ING

6

Craig

Steadman

ING

10

Kishan

Hirani

GAL

3

Hammad

Miah

ING

7

Lu

Ning

CHI

11

Andy

Lee

HK

4

Sam

Craigie

ING

8

Zhao

Xintong

CHI

12

Ashley

Carty

ING

(J: Jogador P: Prova N: Nacionalidade)

 

E dos 12 jogadores entrando nos próximos dois anos (2018/2019 e 2019/2020) no Circuito (profissional) de Snooker, com dois deles a estrearem-se um inglês (Ashley Carter) e um galês (Kishan Hirani).

 

Dos restantes sendo retornos, substituindo outros perdendo o lugar e podendo recuperá-lo concorrendo para o ano nas Q School (de 2019). Este ano (no Mundial) com um novo contingente integrando,

 

5 Ingleses, 2 Galeses, 2 Chineses, 1 natural de Hong Kong, 1 Norte-Irlandês e 1 Malaio.

 

(imagens: welshsnooker.com e worldsnooker.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:19

12
Mai 18

Both (chess and snooker) pursuits require the calculation of a series of moves ahead, and both require the ability to concentrate for hours at a stretch. So it’s not that surprising that Steve Davis’s manager for almost four decades Barry Hearn has described snooker as “chess with balls”.

(Dominic Lawson/standpointmag.co.uk/Maio 2015)

 

Campeonato Mundial de Snooker

2018

 

MW+MS.jpg

Mark Williams e Mark Selby

Campeão do Mundo e Líder do Ranking Mundial em 2018

Numa entrevista conjunta (publicada em 30.01.2013)

Com Ronnie O’Sullivan sendo CM (em 2012 e 2013)

E (em 2012/13 e nos CM) sem grandes rastos de Williams e de Selby

 

Título

Jogador

Nacionalidade

Ranking Mundial

C M

Mark Williams

GAL

3

V-CM

John Higgins

ESC

4

Semifinalistas

CM

Barry Hawkins

Kyren Wilson

ING

ING

7

9

(CM: Campeão do Mundo V: Vice)

 

Concluída a época 2017/18 do circuito Mundial de Snooker (Individual/Profissional) com a realização da sua 27ª prova (20 contando para o Ranking Mundial e 7 não contando/20+7) foram 14 os jogadores a ganharem pelo menos 1 prova:

 

Ronnie O’Sullivan/ING com 5 (5+0), Mark Williams/GAL com 4 (3+1) ‒ numa delas sagrando-se Campeão do Mundo (de 2018) ‒ John Higgins/ESC e Ryan Day/GAL com 3 (2+1), Mark Selby/ING com 2 (2+0) assim como Neil Robertson/AUS também com 2 (1+1) e Judd Trump/ING, Ding Junhui/CHI, Luca Brecel/BEL, Michael White/GAL e Michael Georgiou/CHIP com 1 (1+0), assim como Shaun Murphy/ING, Kyren Wilson/ING e Mark Allen/IRLN também com 1 (0+1).

 

Com a revelação para os maiores de 35 (anos) a ser o regresso do Campeão do Mundo Mark Williams (43 anos) ‒ 3X CM em 2000, 2003 e agora em 2018 ‒ e para os menores de 35 (anos) com a revelação a ser apenas uma confirmação (até pela sua prestação no Mundial sendo apenas eliminado nas Meias-Finais) o jovem Kyren Wilson (26 anos).

 

1968756-41370607-2560-1440.jpg

John Higgins e Ronnie O’Sullivan

Vice-Campeão do Mundo e Vice-Líder do Ranking Mundial de 2018

AS 2 referências ainda no ativo do Snooker Mundial

Lendas vivas (e no Top) da modalidade

Este ano entre ambos tendo ganho 8 provas (em 27)

 

Ranking Mundial

(atualizado)

 

RM

J

N

£

(X 1000)

RM

J

N

£

(X 1000)

1

Mark

Selby

ING

1315

9

Kyren Wilson

ING

416

2

Ronnie O’Sullivan

ING

905

10

Neil Robertson

AUS

356

3

Mark Williams

GAL

878

11

Allister Carter

ING

333

4

John Higgins

ESC

751

12

Mark

Allen

IRLN

332

5

Judd

Trump

ING

660

13

Stuart Bingham

ING

324

6

Ding

Junhui

CHI

590

14

Anthony McGill

ESC

320

7

Barry Hawkins

ING

543

15

Luva

Brecel

BEL

310

8

Shaun Murphy

ING

453

16

Ryan

Day

GAL

303

(RM: Ranking Mundial J: Jogador N: Nacionalidade £: Libras)

 

Entre os jogadores ainda no ativo (e tratando-se de Mundiais) mantendo-se a liderança de Ronnie O’Sullivan (5X CM), seguido de John Higgins (4X CM) ‒ e nestes últimos dois anos (2017 e 2018) sendo 2X consecutivas Vice-Campeão do Mundo ‒ e de Mark Williams e Mark Selby (2X CM).

 

E podendo-se nomear como o Quinteto Fantástico desta época DE 2017/18 (individual) o grupo constituído por MARK WILLIAMS - JOHN HIGGINS - BARRY HAWKINS - KYREN WILSON - RONNIE O’SULLIVAN, integrando 4 veteranos (80%) e ainda 1 jovem (20%).

 

Coletivamente com a China a vencer o Campeonato do Mundo por Nações de 2017/18 (vencendo a Inglaterra na Final por 4-3) e com a Grã-Bretanha a vencer (por 26-9) a CVB Snooker Challenge (uma prova opondo a China à Grã-Bretanha) igualmente esta época:

 

maxresdefault.jpg

Judd Trump e Kyren Wilson

Duas das jovens promessas (já confirmadas) do Snooker Mundial

O 1º tendo estado já numa Final/em 2011 o 2º numa Meia-Final/em 2018 (do CM)

Em conjunto num cartaz de promoção do Dafabet Masters 2018

Relativo ao seu encontro das Meias-Finais (Trump-5 Wilson-6)

 

Ranking Mundial

(época 2017/18)

 

RM

J

N

£

(X 1000)

1

Mark Williams

GAL

749

2

Ronnie O’Sullivan

ING

693

3

Mark

Selby

ING

455

4

John

Higgins

ESC

449

5

Judd

Trump

ING

314

6

Ding

Junhui

CHI

295

7

Kyren Wilson

ING

289

8

Shaun Murphy

ING

277

 

Integrando a equipa da China Campeã do Mundo (China 1) estando Ding Junhui, Liang Wenbo, Yan Bingtao, Zhou Yuelong e Zhao Xintong e integrando a equipa da Grã-Bretanha vencedora da Challenge estando Ronnie O´Sullivan, Mark Williams, Joe Perry, Graeme Dott e Michael Holt.

 

A nível do Ranking Mundial de Snooker sendo esmagadora a presença de jogadores oriundos do Reino Unido (13 no Top 16 ‒ 8 ingleses, 2 galeses, 2 escoceses e 1 norte irlandês) ‒ 81% ‒ juntando-se a estes 1 chinês, 1 australiano e 1 belga ‒ 19%.

 

E no Ranking Mundial da época (2017/18) numa arrancada final com MarK Williams a conquistar o Mundial ultrapassando sobre a linha de meta o anterior líder Ronnie O’Sullivan.

 

ronnie-at-the-star-snooker-academy.jpg

Numa passagem (anterior) pela Star Snooker Academy ‒ no início de uma nova época como jogador profissional integrando o Circuito Mundial de Snooker ‒ com Ronnie O’Sullivan (ao centro) a aproveitar para treinar (durante uma semana) com os jovens chineses (da esquerda para a direita) Li Yang (s/RM), Cao Yupeng (38ºRM), Xiao Guodong (25ºRM), Liang Wenbo (19ºRM), Liu Chang (s/RM) e Tian Pengfei (70ºRM)

 

Em termos de conclusão e adicionalmente, restando falar talvez,

 

(1) Do 2º maior contingente de jogadores depois dos Britânicos os Chineses ‒ no Top 100 uns 20,

 

(2) De alguns dos melhores jogadores não oriundos das Ilhas Britânicas/nem sendo chineses ‒ talvez com um dos mais prometedores a ser o tailandês Thepchaiya Un-Nooh,

 

(3) Da presença de jogadores oriundos de países de língua de expressão portuguesa ‒ esta época e estando fora os brasileiros restante o descendente de mãe madeirense o suíço Alexandre Ursenbacher,

 

(4) Dos jogadores oriundos da Q School a integrar na próxima época (2018/19) o Circuito Profissional de Snooker (usufruindo de um cartão-convite válido por dois anos) ‒ apurando em três etapas 12 novos jogadores (os semifinalistas de cada etapa) para o Circuito profissional ‒ e ainda,

 

(5) Das provas (contando ou não para o Ranking Mundial) a realizar (e a iniciar) este ano e no seguinte (até à realização do próximo Mundial de 2019) ‒ época 2018/19 ‒ e iniciando-se em Julho com a disputa do Riga Masters (detentor Ryan Day).

 

(imagens: cornwallchannel/youtube.com ‒ eurosport.com ‒ snooker 4free/youtube.com ‒ starsnookeracademy.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:39

08
Mai 18

Crucible Theatre ‒ Sheffield ‒ Inglaterra

6/7 Maio 2018 (Final)

 

MARK WILLIAMS (GAL) ‒ 18

JOHN HIGGINS (ESC) ‒ 16

 

image.jpg

Mark Williams

Campeão do Mundo de Snooker de 2018

(CM em 2000, 2003 e 2018 e VCM em 1999)

43 anos

 

Depois de estar presente em 3 Finais do Campeonato do Mundo,

 

‒ Em 1999 com derrota (11-18) face ao lendário escocês STEPHEN HENDRY (7X Campeão do Mundo e 2X Vice-Campeão do Mundo), em 2000 com vitória (18-16) sobre o galês Mattew Stevens (2X Vice-Campeão do Mundo) e em 2003 com vitória (18-16) sobre o irlandês Ken Doherty (1X Campeão do Mundo e 2X Vice-Campeão do Mundo)

 

Este ano (2018) e depois de vencer (curiosamente vencendo as três finais por 18-16) o escocês JOHN HIGGINS (4X Campeão do Mundo e 3X Vice-Campeão do Mundo) na Final do Mundial, o galês MARK WILLIAMS junta-se ao grupo restrito de jogadores (12) tendo ganho 3 ou mais Campeonatos do Mundo de Snooker:

 

Liderado por JOE DAVIS (15 títulos Mundiais) e entre os jogadores ainda em atividade integrando Ronnie O’Sullivan (5X Campeão Mundial), John Higgins (4X CM) e Mark Selby (3X CM).

 

Final do Mundial

(à melhor de 35 Frames)

 

F

J

-

-

-

MARK WILLIAMS

1

2

3

4

-

4

5

5

5

-

-

(S)

JOHN HIGGINS

0

0

0

0

-

1

1

2

3

-

-

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

F

J

10º

11º

12º

-

13º

14º

15º

16º

17º

-

MARK WILLIAMS

6

6

6

7

-

7

7

8

9

10

-

(S)

JOHN HIGGINS

3

4

5

5

-

6

7

7

7

7

-

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

F

J

18º

19º

20º

21º

-

22º

23º

24º

25º

-

-

MARK WILLIAMS

11

12

13

14

-

14

14

14

15

-

-

(S)

JOHN HIGGINS

7

7

7

7

-

8

9

10

10

-

-

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

F

J

26º

27º

28º

29º

-

30º

31º

32º

33º

34º

35º

MARK WILLIAMS

15

15

15

15

-

15

16

17

17

18

-

(S)

JOHN HIGGINS

11

12

13

14

-

15

15

15

16

16

-

(F: Final S: Sessão J: Jogador)

 

Com o galês Mark Williams,

 

‒ Entrando diretamente no Quadro principal do Mundial (dado integrar o Top 16 do Ranking)

 

Até atingir a final a ultrapassar sucessivamente Jimmy Robertson (ING) vencendo 10-5, Robert Milkins (ING) vencendo por 13-7, Allister Carter (ING) vencendo por 13-8 e Barry Hawkins (ING) vencendo por 17-15;

 

Para na final bater John Higgins por 18-16 (já o ano passado finalista do Mundial 2017 e sendo derrotado pelo inglês Mark Selby por 18-15), ganhar quase meio milhão de euros e sagrar-se (mais uma vez) CAMPEÃO DO MUNDO (aos 43 anos).

 

p066hjm6.jpg

Mark Williams

Cumprindo a promessa feita anteriormente (caso vencesse o Mundial) aparecendo nu (com uma toalha à cintura) na conferência de imprensa após a sua vitória na final sobre o escocês John Higgins

 

Sagrando-se Campeão e passando a 3ºRM (John Higgins a 4ºRM),

 

‒ Com 4 provas ganhas este ano sendo 3 de RM uma delas o MUNDIAL ‒

 

Com Mark Selby (ING) a continuar a ser o 1ºRM,

 

‒ Com 2 provas de RM ganhas este ano ‒

 

E com Ronnie O’Sullivan (ING),

 

‒ Com 5 provas de RM ganhas este ano ‒

 

O melhor jogador desta época de 2017/18.

 

E assim com um jogador que no ano passado (de 2017) esteve prestes a abandonar esta modalidade de bilhar o SNOOKER (nem sequer se qualificando para o Mundial de 2017 e só não abandonando a competição graças à companheira) e na qual já fora há muitos anos atrás Campeão do Mundo (a última vez há 15 anos),

 

A regressar de novo às grandes exibições e a Vencer ‒ culminando um ano brilhante e confirmando-se como um dos Melhores Jogadores de Sempre: MARK WILLIAMS.

 

(imagens: Paul Ellis/AFP e bbc.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:15

Setembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
14
15

19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO