Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

17
Jul 17

Ameaçadoramente estas Sombras extremas integrando a superfície marciana apenas nos indicam que a Invasão Apocalíptica iniciada há biliões de anos em Marte ainda prossegue sob os olhos curiosos de uma raça alienígena (mas próxima) sem saber bem o que fazer (no mínimo para que o mesmo não lhe aconteça).

 

PIA21784_modest.jpg

Espectros de Marte

Malea Planum ‒ Pólo Sul

(PIA 21784)

 

Num dos planaltos vulcânicos situado na bacia de impacto de HELLAS localizado no hemisfério sul do planeta MARTE (MALEA PLANUM), a sonda espacial MRO enviada do planeta Terra e atualmente orbitando o Planeta Vermelho, conseguiu obter a partir do seu instrumento ótico HiRISE instalado a bordo deste satélite (artificial), sinais evidentes da terrível invasão direcionada para as periferias e envolvendo poeiras e cinzas: resultado da atividade geológica que terá existido num passado bastante remoto nesta região do planeta, num conjunto formado por vários vulcões distribuídos pela bacia e então extremamente ativos.

 

Ainda agora prosseguindo na sua marcha imparável e necessária de purificação (incluída no seu ciclo evolutivo), no seu caminho cobrindo vestígios pretendendo aniquilar o nosso último pretexto (a possível existência no passado de vida e de uma alma marciana) e rodeando todo um corpo seco, varrido, calcinado e completamente despejado de vida, sujeitando-se a um processo aparentemente irreversível da mais pura erosão tóxica, persistente e extremamente mortal.

 

PIA21784_fig1.jpg

Região onde se integram os Espectros de Marte

(“sombras” à direita)

 

E com a prossecução desta Invasão no presente planetária mas num futuro extraplanetária, com os terrestres a pretenderem a aí se instalar (em Marte), tentando dar-nos uma resposta (ao futuro do Homem) e à sua necessidade de partir: sabendo-se como debaixo das areias do deserto se escondem sempre os maiores segredos e talvez o mapa do tesouro do nosso próprio destino.

 

Até talvez a resposta para o facto de existirmos (existência de Vida).

 

When a group of atoms is driven by an external source of energy (like the sun or chemical fuel) and surrounded by a heat bath (like the ocean or atmosphere), it will often gradually restructure itself in order to dissipate increasingly more energy. This could mean that under certain conditions, matter inexorably acquires the key physical attribute associated with life: “You start with a random clump of atoms, and if you shine light on it for long enough, it should not be so surprising that you get a plant (Jeremy England/Físico norte-americano do MIT)”

 

(texto final/itálico: quantamagazine.org/ A New Physics Theory of Life/22.01.2014 ‒ imagem: nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:44

11
Ago 16

“A sombra está em oposição à luz, representando tudo que seja irreal, fugidio e sujeito à mudanças. Para muitos povos da África está associada à morte ou ao reino dos mortos e é considerada uma segunda natureza do ser. Entre vários povos indígenas da América do Sul, uma mesma palavra significa sombra, alma, imagem. No Islã, toda manifestação da realidade é considerada como a sombra de Deus. Na psicanálise, sombra representaria: as tendências incompatíveis ou traços inferiores do caráter, tudo aquilo que a pessoa recusa admitir ou reconhecer, porém sempre se impõe a ela.” (significadodossimbolos.com.br)

 

Uma sombra gigantesca provocada pelo segundo maior planeta do Sistema Solar (apresentando uma massa quase 100X superior à da Terra) encobrindo parcialmente uma zona dos conhecidos anéis rodeando esse mesmo planeta – SATURNO. Neste caso com a sombra a ultrapassar ligeiramente a Divisão CASSINI (referindo-nos a uma das zonas integrando a região dos anéis circundando o planeta) localizada a mais de 120.000Km da superfície de Saturno e sendo ainda visível no lado inferior esquerdo da imagem PIA 20494 (como um pequenino e quase impercetível ponto luminoso) a sua lua MIMAS (para os mais novos fazendo-lhes recardar a Estrela da Morte do filme A Guerra das Estrelas).

 

PIA20494.jpg

Saturno

21 Maio 2016

PIA 20494

 

Com a sombra de Saturno ao ser projetada sobre os seus próprios anéis a criar sombras de maior ou menor extensão, conforme a evolução das Estações deste segundo maior Gigante Gasoso (depois de JÚPITER) pertencente ao Sistema Solar: e com a aproximação do seu solstício diminuindo de tamanho. Como se pode constatar na imagem PIA 08362 com a sombra a encobrir todos os anéis de Saturno. Numa missão espacial integrando três diferentes agências internacionais – missão CASSINI-HUYGENS – trabalhando em cooperação num projeto de estudo do planeta Saturno e dos seus satélites naturais: a NASA (norte-americana), a ESA (europeia) e ASI (italiana). Um planeta com mais de 60 luas localizado a uma distância média aproximada de 9,5UA do Sol (a Terra dista apenas 1 UA). Uma sonda não tripulada e interplanetária lançada a 15 de Outubro de 1997 de Cabo Canaveral (localizado no já mítico e ainda ativo Centro Espacial Kennedy) e atingindo Júpiter a 1 de Julho de 2004 (já lá vão 12 anos de trabalho).

 

PIA08362.jpg

Saturno

19 Janeiro 2007

PIA 08362

 

“Num dos inúmeros pontos deste CONJUNTO onde atualmente todos sabem (ou julgam) EXISTIR, nada parecia indicar para um qualquer viajante acidental no seu trajeto intersetando esse mesmo conjunto, que inopinadamente se pudesse deparar com algo de extraordinário para as suas Teorias Existenciais e Concetuais: afinal de contas nenhum dos seus indicadores assinalava algo de importante para a Existência e Evolução da sua própria ESPÉCIE. Nem sequer se interessando por outras espécies possível e estrategicamente agrupadas e organizadas (podendo com as ações no seu subconjunto – a Terra – demonstrar um nível apreciável mesmo que primitivo de inteligência e de sobrevivência à ação dos elementos) por extrema diferenciação cognitiva nas estruturas de suporte, transformação e sobretudo expansão. Pensemos apenas que cada um de nós (mais de 7 biliões) é uma máquina dita basicamente orgânica (para o nosso guião simbolizando Movimento e Vida e incorporando o fator supremo ALMA, sobrepondo-nos à Morte) que inicialmente absorve e se adapta e posteriormente retransmite e se replica, algo que para outras espécies poderá ser completamente não significativo, desinteressante e mesmo invisível. Já imaginaram um Mundo Alternativo em que uma grande Inteligência e Civilização assentassem todo o seu Conhecimento e a sua Memória num Ser basicamente Mineral? Talvez lhe interessasse o Homem ou então preferisse mesmo os Calhaus.” (albufeira2011.blogs.sapo.pt)

 

(imagens: NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:07

26
Jul 16

Se em Marte existem Sombras também poderá existir Água

(mas porque não?)

 

Aqui se apresenta um objeto definido no plano com a utilização de duas dimensões pixelizadas (num holograma 2D), acompanhado na sua parametrização pela sua respetiva imagem (ou sombra). Com o objeto e a imagem no seu conjunto a construírem uma realidade familiar (na forma) e no entanto alienígena (no contexto). Num tipo de Vida Mineral.

 

1N522699207EFFCRHJP1707L0M1.JPG

Calhau & Sombra

Marte – Vale da Maratona

Opportunity Rover – Sol 4444 – Julho 2016

 

E se um Calhau pensa assim é porque é mesmo Inteligente

(claramente!)

 

Numa imagem curiosamente obtida no 4444ºdia de estadia do ROVER OPPORTUNITY sobre a superfície do planeta MARTE. Um planeta que pelo menos na nossa imaginação tem tanto de semelhante ao nosso, que por vezes nos põe a pensar se entre eles não haverá mesmo nada de comum. Como qualquer tipo de Vida.

 

(imagem: NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:09

31
Jan 12

A Ilusão pode ser um reflexo da realidade

 

Luz do Sol, Reflexo da Terra – e Vénus à direita

 

A luz do Sol incide sobre a Lua em Quarto Crescente – zona brilhante – enquanto a luz reflectida pela Terra, ilumina e delimita a parte da Lua na zona de sombra – zona escura.

 

(imagem – earthsky)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:50

Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


18
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO