Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

19
Nov 14

Uma Casa de Sonho
(na Tailândia, em seis semanas e por 7.200€)

 

dome21.jpg

Steve Areen – na sua nova casa de férias

 

1. O local inicial + O início das obras:

 

This-Guy-Started-With-Nothing.-What-He-Had-Just-6-dome2.jpg


2. Já com a estrutura básica construída + Casa concluída em tempo recorde, de baixo custo, jovem e bonita:

 

dome6.jpgdome10.jpg

 
3. Um pequeno paraíso no meio da natureza + Um local ideal de repouso:

 

dome12.jpgdome13.jpg

 

Construção de uma casa de férias na Tailândia da autoria de Steve Areen.
Edificada com a ajuda de um amigo tailandês (que lhe cedeu igualmente o terreno) e de um sobrinho seu (especialista em construção civil).
Espectacular.

 

(dados e imagens – trueactivist.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:52

24
Abr 14

Quinze razões para considerarmos o Sonho Americano mais como que uma espécie de Pesadelo Americano:

 

Sabe porque é que os EUA são actualmente os piores?

(Nick Wing – The Huffington Post)

 

Os Piores?

 

1.      Os Estados Unidos da América (EUA) apesar de não serem o país com a taxa mais elevada de obesos, não se livram de a nível mundial serem os segundos;

2.      Os EUA têm a maior taxa de presos no mundo;

3.      Os EUA apresentam um maior número de mortes por uso de arma de fogo, do que qualquer outro país desenvolvido;

4.      Os EUA não apresentam o mais elevado crescimento da desigualdade entre os países americanos – antes e em primeiro aparece o México e outros países sul-americanos;

5.      Os EUA não têm a maior taxa de pobreza infantil entre as nações desenvolvidas – são os segundos;

6.      Os EUA têm a maior taxa de mortalidade infantil (no primeiro dia de vida) no conjunto do mundo industrializado;

7.      Os estudantes norte-americanos não tiveram os piores resultados escolares a nível mundial – ficando pelo meio da tabela;

8.      Os EUA são o único país desenvolvido a nível mundial a não apoiarem financeiramente as novas mães – como o Lesoto, a Suazilândia e a Nova Guiné;

9.      Os EUA não têm a maior taxa de mortalidade devido a doenças coronárias e do coração – têm a segunda;

10.   Os EUA lideram o desenvolvimento dos cuidados de saúde a nível mundial, em termos da distribuição do seu GDP por toda a população, apesar de na sua aplicação apresentar uma ineficácia significativa;

11.   A população dos EUA não tem a mais baixa idade média em relação à sua expectativa de vida – 26.º num total de 36 países desenvolvidos (estudo da OCDE);

12.   Os EUA não são o pior país desenvolvido, na garantia dos direitos da mulher – 23.º a nível mundial;

13.   O norte-americano médio consome mais calorias por capita do que qualquer outro cidadão do mundo civilizado;

14.   Os EUA não possuem a pior política climática do mundo desenvolvido – posição 43.ª;

15.   Nos EUA vê-se mais televisão, do que noutro qualquer país desenvolvido.

 

(tradução adaptada a partir de artigo/imagem: huffingtonpost.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:26

27
Dez 13

“A transcendência de π estabelece a impossibilidade de se resolver o problema da quadratura do círculo”

(Wikipedia)

 

Mas o que faz um saudosista da social-democracia do século passado (Pacheco Pereira) – que nem sequer aproveitou os ensinamentos básicos desta ideologia, não os promovendo ou aplicando enquanto poder – no meio dum futuro passarão (António Costa) e dum sempre passarinho (Lobo Xavier) deste novo e anti-democrático regime? O moderador (Carlos Andrade) só torna tudo muito pior, martelando o círculo sempre o deixam, para que fique mais quadrado.

 

A Quadratura do Círculo

 

Limito-me a olhar para um cenário de estúdio modelo T3+1 que a SIC me oferece e apresenta no monitor colocado na parede, enquanto mecanicamente levanto o cobertor que cobre a minha cama, esticando-me nela confortavelmente e ao longo de todo o seu comprimento. Debaixo do cobertor aqueço-me o melhor que posso já que o crédito está difícil e o salário não dá para comer. Com os olhos ainda fixos no monitor de forma rectangular, retorno visualmente ao quadrado e adapto a audição a este fenómeno televisivo. Só falta mesmo regular o volume. E é então que ouço a palavra crise e reparo que já vi aquele programa.

 

“Só temos duas hipóteses no cumprimento do nosso trajecto obrigatório em torno do quadrado que representa o nosso percurso de vida: ou nos deixamos levar pelo sonho e nos despistamos logo ao atingirmos o nosso primeiro vértice (e depois o que será será) ou então como única alternativa só nos restará dobrar completamente a espinha, se quisermos que nos deixem passar e que alcancemos a realidade”

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:55

17
Fev 11

Maldivas - realidade e ficção

 

O sonho continua a existir para aqueles que ainda não decidiram bloquear partes activas do seu cérebro, trocando o seu usufruto, por partes incertas e não comprovadas de uma propriedade que só parcialmente a nós pertence, oferecida por um sistema que apenas pretende inserir-nos na sua estrutura, com precisão, simetria e sucesso – objectivos estes sem conteúdo, como diriam “noutros contextos”, os analistas normalizadores da globalização.

O sonho é a vida desenrolando-se diante dos nossos olhos, soma de parcelas em que a nossa presença é constantemente solicitada como complemento para o percurso do nosso quotidiano consciente e social, integrada num sistema temporal e fictício, em que as normas nos restringem as opções de vida e sobrevivência.

Sonhar é perder o tempo no espaço infinito que nos rodeia e libertar-nos da ditadura do relógio e de todos os compromissos inadiáveis – por isso, o acto de sonhar ser tão curto, começa de noite e acaba de dia, já que quando estamos acordados, não temos memória daquilo que “não existe”.

As máquinas não respiram, apenas obedecem e trabalham. E nós não somos máquinas, somos seres vivos pensantes, que nascem e morrem num Universo sem necessidade de explicação, em que o acaso e a necessidade fazem o seu percurso natural, sem explicação e sem valores morais!

Como a insolúvel questão, de quem ficou em primeiro – o ovo original (de preferência estrelado) ou a galinha social (normalizada em forma de churrasco)!

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:20

Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

16
18

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO