Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

04
Jul 11

Estado Novo – Exame de Aluno

 

O ensino em Portugal é do pior. Seja com o antigo modelo, com o novo, ou com o intermédio. Isto porque as famílias pedagógicas descendem todas da mesma árvore, ou então, são ervas daninhas que se alimentam da sua e da nossa incapacidade.

 

Isto nunca se poderá aplicar aos nossos professores, culpados apenas de serem, mesmo contra a sua vontade, ferramentas desajustadas a uma doutrina ultrapassada: a do sagrado manual, do decorar e do copiar.

 

Assim já os ensinaram no seu percurso de vida, auxiliados por normas comportamentais, ficcionadas como modelo de acção; coagidos ainda mais agora, pela necessidade de sucesso a qualquer preço.

 

Os rascas nunca conseguem reparar neles: apenas sabem apontar, o seu dedo na direcção dos outros. Eu uso um espelho e quando aponto o dedo, não sei com quem estou a falar.

 

E o novo Ministro da Educação é pelos exames, mesmo a professores da sua lavra – é ele que se define neste momento, relativamente à consciência da incapacidade, que ele já sente em si próprio.

 

E assim, o que irá sair de novo, desta doentia máquina sem fim?

 

Como sempre, nada!

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:42

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

19
20
21
22

24
25
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Árvores Pedagógicas

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO