Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

11
Jan 18

Numa nova teoria oriunda da Turquia e tendo como protagonista um seu Académico ‒ e a ARCA de NOÉ ‒ um leitor da Universidade de Istambul (o tal académico turco) afirmou numa entrevista falando sobre o tema Dilúvio/Arca de Noé, não colocar em dúvida a sua existência (da arca assim como do dilúvio) mas sim os materiais de construção usados para a sua concretização (da arca): nas suas revelações científicas indicando-nos que a mesma não seria feita de placas de Madeira mas sim de placas de Aço (uma liga metálica).

 

painel-arca-de-noe-baby-2-00x1-00m-produtos-para-f

Arca de Noé/Versão Juvenil

(na Versão Adulta sendo uma arca movida a Energia Nuclear ‒ que seria de Aço ‒ com Noé a comunicar com o seu filho por Telemóvel e não transportando animais mas ovos/esperma para posterior reprodução IN VITRO)

 

Com Yavuz Ornek (o nosso protagonista-cientista) a invocar as condições marítimas de então (aquando do Dilúvio há uns 5 000/7000 anos) ‒ com ondas (segundo ele) podendo alcançar uns 300/400 metros de altura ‒ tornando praticamente impossível que um barco de madeira pudesse resistir com sucesso a ondas de tal modo maciças (e ainda com a arca provavelmente sob a ação de ventos fortíssimos). Mas como todos nós sabemos consultando os livros de História com a Idade do Ferro a ser finalmente estabelecida uns 1000 AC.

 

E como se não bastasse (arca de aço) e até para completar (confirmar) o Cenário (tornando-o aceitável e credível) com o académico turco a adicionar à história rodeando NOÉ e a sua ARCA, outros artefactos/tecnologia (que se saiba) na altura inexistentes como a Energia Nuclear (1ª reação em cadeia registada há 75 anos), os Telemóveis (inventado há 70 anos) e até os Drones (os mais recentes surgindo por volta dos anos 60) ‒ não esclarecendo as suas origens, fazendo-nos pensar noutras Civilizações (perdidas como a da lendária Atlântida) ou então nos ET´S.

 

Arca de Aço, Energia Nuclear, Telemóveis, Drones e (tal como uma florista) para compor o ramalhete ‒ tornando-o ainda mais vistoso, apetitoso e já agora publicitariamente polémico (uma das poucas formas de hoje em dia ainda se ser ouvido) ‒ com o académico sugerindo igualmente que Noé não teria carregado a Arca carregada de Animais (aos pares) mas recolhido em alternativa ovos ou esperma dos mesmos: claramente um transporte menos pesado mas não se conhecendo na altura a reprodução IN VRITO (realizado fora do sistema vivo).

 

Sabendo-se que a Terra terá uns 4,5 biliões de anos, que o Homem (género Homo) entre uns 1 a 4 milhões de anos e que por sua vez a pré-história terá uns meros 6 mil anos (invenção da escrita por volta de 4000AC) ‒ e com a Idade dos Metais reportada a 5000/4000AC ‒ sendo pouco provável (e credível) a hipótese de Yanuz Ornek, não só pela falta de registos (não bastando citar o Corão e fazer a sua interpretação pessoal), como pela não-existente tecnologia (na altura e sendo terrestre): só sendo exterior ao nosso ecossistema e como tal Extraterrestre.

 

(texto: baseado num artigo de Paul Seaburn ‒ imagem: elo7.com.br)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:08

30
Mai 12

Sinais de invasão

 

A minha ideia era que a autarquia era controlada por alienas, como o provava a presença descarada do disco voador, estacionado na parte central do edifício camarário. Mas a partir desta imagem fornecida recentemente por um blogue da terra e da afirmação que os chineses também aí estariam em força, fiquei então um pouco atónito e ao mesmo tempo muito receoso do futuro que aí vem, face à possível e invencível aliança, entre a força chinesa e a tecnologia aliena. Que pior tragédia nos podia acontecer se milhares de discos voadores invadissem a nossa terra e nos bombardeassem continuamente com toneladas e toneladas de artigos das lojas chinesas?

 

(imagem do blogue - Passeio dos Tristes)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:30

Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

15
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO