Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Aventura dos Cinco na Cidade Invicta

Domingo, 06.06.21

Nesta “Aventura dos Cinco na Cidade Invicta” e segundo as últimas informações,

AyPUKLgs7wQR6drWgqRdZJ-450-80.jpg

Parar o Tempo

 

Com o plano de invasão, de recuo e de suspensão sendo há muito conhecido, tanto pelas entidades colonizadoras como pelas autoridades colonizadas: perante o facto evidente de a data de 21 de junho poder ser impraticável (data marcada para o Desconfinamento total no Reino Unido) devido ao aparente reaparecimento da Pandemia, abrindo-lhes temporariamente as portas de fuga para o exterior para poderem ver a sua Final (evitando agravar a sua imagem/situação interna) e aproveitarem para dar uma volta até à praia. Logo a seguir fechando-se de novo tudo. Passando-se a responsabilidade para os selvagens e com razão (Portugal), tendo estes ajudado por solicitação do Governo britânico a enganar os cidadãos deste país (da Ilha) e simultaneamente pouco se importando com os prejuízos que poderia estar a provocar ao setor (pelos vistos para o Governo nada valendo) do Turismo: podendo este Evento ser um possível indicador de termos liquidado o Verão.

Majtgc9eFgxgRy7LKCEfwi-450-80.jpg

Apanhado e congelado no Tempo

 

Na mesma página de entrada (livescience.com),

(1) a pergunta,

(2) a resposta e

(3) algumas explicações para a mesma,

Sendo à pergunta (1) “Poderemos Nós parar o Tempo”,

Dada a respetiva resposta através da apresentação dos (2) “Animais pré-históricos apanhados no gelo”

Oferecendo como algumas explicações para tal ─ científicas ou não (religiosas/espirituais) e podendo ser vistas como soluções para muitas das nossas dúvidas (existenciais) ─ (3) a deslocação das placas tectónicas, a magia e até a doença seja ela natural ou de criação artificial.

aDbWGUubhemePWcrSfEybR-450-80.jpg

Deslocamento das Placas Tectónicas

 

E juntando a componente consciente com a inconsciente (formando a realidade que vivemos) envolvendo simultaneamente emissor e recetor (de uma forma subliminar ninguém compreendendo estar, para além de a participar a colaborar), ficando logo satisfeito só com a leitura das “Parangonas” (as “letras/imagens grandes”) e deixando para tás tudo o resto – chamando-se a isto pura ignorância ou (pretendendo certificação e colocação no mercado oficial de emprego) formação especializada.

De imediato passando para a página seguinte (universetoday.com) até porque amanhã já é segunda-feira, “dia útil no tempo” devido ao espaço obrigatoriamente partilhado e necessário de produção de mais-valia, fator preponderante para podermos garantir minimamente a nossa própria sobrevivência.

qfC3mgBStG9TY4Ds6YXSXH-450-80.jpg

Magia Antiga e amuletos

 

Saltando então para outra página (ainda sendo Domingo, dia inútil), entrando logo num Outro Mundo (algo de estranho, continuando a teclar neste) e não existindo já esperança por aqui (afinal de contas tendo-se que esperar mais uma semana, para se usufruir da inutilidade e aí ser autorizado a pensar), delegando as nossas hipóteses noutros (como sempre fomos ensinados a fazer), noutros mundos, noutras civilizações, noutras entidades que não nós, os Humanos.

E não invertendo a nossa forma de pensar, ocorrendo aí e de novo e como lógica consequência, termo-nos para subsistir de nos sujeitar (completando mais um ciclo monótono por replicado), de aderir. Enquanto procurarmos o centro do nosso mundo (prosseguindo na execução das regras da projeção pela “maioria” imposta) estaremos sucessivamente a abdicar dele, projetando-o simplesmente noutro que não o nosso ─ não o sendo de ninguém ─ sendo-o apenas de a quem esse poder foi delegado (em geral uma estrutura impessoal), podendo o mesmo até ser um objeto (ou seja, assente no poder deste) mesmo que pretensamente dirigido por sujeitos.

oUTpMaShsCfyd4CTCjjbcL-610-80.jpg

Eclipse do Sol e (acompanhando o movimento da Lua)

aparecimento do respetivo círculo de fogo (solar), para uns programado,

para outros previsto, para o dia 10 de junho (Dia de Portugal)

 

Assim se aceitando sem grandes problemas muitas explicações sem nenhuma base de sustentação senão a da presença de uma Entidade Explicativa Certificada ─ de preferência já nos tendo “penetrado e suscetibilizado emocionalmente”, em geral tentando encobrir a sua passividade/inatividade estratégica por simples e já habitual conluio com o inimigo (sendo um nosso inimigo, mas inimigo dos nossos inimigos, até que podendo ser nosso amigo) ─ como a será o último episódio desta nova temporada da série “A Saga Luso-Britânica, dos colonos aos colonizados”, com os administradores britânicos em Portugal sendo portugueses.

Deixando a Lua de lado (livescience.com) tendo-a o Homem abandonado (parado) ─ inexplicavelmente, talvez por “força-maior” (algum tipo de Alienígena que não mexicano, oriundo de territórios externos, mas situados no Espaço) ─ há quase meio século, fazendo como a avestruz querendo ignorar as consequências (desse abandono) mas projetando-se como um louco (sem experiência, sem Entreposto intermédio de apoio) em direção a Marte.

PIA17901.width-1320.jpg

Lua Ganimedes (uma das muitas de Saturno) segundo os cientistas possuindo Água

e tal como Proxima Centaury B (se, emitindo luzes artificiais)

podendo ter Vida (ser berço de alguma Civilização)

sendo um dos objetivos prioritários do Homem

 

[As 5 Entidades conscientemente participando nesta Aventura: Britânica (BOJO/Governo/Federação), Portuguesa (Costa/Governo/Federação), Internacional (UEFA/Presidente/Clubes), Hooligan (inglesa/Manchester/Londres) e ainda o Clube disponível (FCP/Estádio/Pinto da Costa)]

(imagens: [livescience.com/06.06.2021] e universetoday.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:23

CMA ‒ Centro Meteorológico de Albufeira

Sexta-feira, 01.06.18

Com o Verão a aproximar-se (21 de Junho) ‒ e baseando-se nas taxas de ocupação até agora registadas (na região do Algarve) e na recuperação de mercados turísticos mediterrânicos e concorrentes (Egito, Turquia, Tunísia) ‒ prevendo-se nas melhores das hipóteses um ano turístico (algarvio) muito semelhante ao anterior.

 

IMG_4036.jpg

Fim de Maio em Albufeira

(2018)

 

Numa semana em que o bom tempo chegou assim como um feriado e muitas excursões da terceira-idade ‒ aproveitando um fim-de-semana artificialmente prolongado (com o feriado religioso do Corpo de Deus de 31 de Maio) e podendo ser duplicado (de 2 para 4 dias, fazendo-se ponte) ‒ logo aí se constatou um maior afluxo de turistas no dia inicial (o feriado) enchendo as ruas, as praias e o comércio. Oferecendo-nos mais uma imagem do que poderá vir a ser a Nova Temporada de Verão em Albufeira (a capital turística do Algarve), mesmo que algumas das previsões não sejam de grande crescimento (na ocupação turística e consumo) dado o retorno de destinos concorrentes (e anteriormente suspensos) na área do Mediterrânico (Egito, Turquia, Tunísia) e à crise económica de momento mitigada mas ainda presente. Interessando no entanto informar nacionais e estrangeiros (pelo menos para já e num tom promocional) do tempo que hoje aqui faz já possível de usufruto (para residentes, temporários ou potenciais visitantes), pondo-os aí a pensar sobre esta parte do Mundo situada no Sul (de Portugal) e pronta para receber (nos braços da Natureza seja na terra ou no mar). Uma antiga Vila de Pescadores reconvertida à Indústria Hoteleira (Muralhas de Apartamentos), apresentando como obra muito asfalto e cimento (Imobiliário/Construção Civil) e uma grande Feira Popular (disseminada por ruas e módulos), com a praia e o mar mesmo à mão para encher (e decorar) e os indígenas locais para se ver e se usar. Nos anos oitenta levando a machadada final (com os Fundos Perdidos Europeus distribuídos por Cavaco) ‒ marginalizando os seus por esquecimento (Memória) e subvalorização (Cultura) ‒ e definitivamente entrando (estendendo-se até hoje) na “Modernidade Cavaquista”.

 

201806010200_msg4_msg_ir_piber.jpeg

Imagem por satélite/infravermelhos

(01.06.2018 02:00UTC)

 

Meteorologicamente falando e olhando para o Relógio (uma artefacto real para medir o irreal guilhotinando-nos em partes por ação de lâminas-de-corte ou ponteiros) Turístico ‒ com o calendário ao lado indicando-nos marcos cronológicos (aí assinalados no Tempo) de modo a nos orientarmos (no seu intersector o espaço) segundo instruções prévias subliminarmente em nós inculcadas ‒ fixando-nos no presente (hoje já dia 1 de Junho) e na previsão do tempo para os próximos dias, esperando a mesma ser a desejada e projetando-a para o Futuro (a curto-prazo) com um início de Verão agradável (de ontem a três semanas) e com umas férias integrais (no mínimo cumprindo as tradições). Localizados como estamos no Hemisfério Norte, onde ficam quase 70% das terras emersas, mais de 90% da população mundial e onde encontraremos os países (entre todos os continentes) mais desenvolvidos do Globo Terrestre. Para os próximos nove dias (1 a 9 de Junho) com o IPMA a prever para a cidade de Albufeira céu nublado a pouco nublado (em princípio sem precipitação), vento moderado geralmente de N ou NW e temperaturas oscilando entre os 12⁰C (de mínima) e os 28⁰C (de máxima) ‒ com as mínimas/máximas a subirem em média uns 2⁰C. Confirmando-se a evolução confirmando-se a chegada do Verão: com as altas latitudes do Norte (os ricos do Hemisfério) a invadirem as pequenas (os pobres da mesma metade apenas uns 7 biliões), usufruindo numa quinzena (pagando bem) dum ambiente para nós anual (recebendo mal) ‒ e mesmo assim nos chamando (como criados ou como empregados sempre escravos) os grandes Malandros do Sul (da Europa). E como curiosidade com o sismo mais intenso sentido em Portugal (continental) a registar-se anteontem (dia 30 de Maio) na Abissal Ibérica (onde se situa o Canhão da Nazaré tornado mundialmente conhecido pelo surf) com intensidade (pouco relevante) de M2,6.

 

(dados meteorológicos: IPMA ‒ imagens: Publicações Anormais/PA e EUMESAT/IPMA)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 03:53

Vem Aí Tempo Frio

Sexta-feira, 27.10.17

[E muda a Hora]

 

De 29 para 30 de Outubro (ou seja de Sábado para Domingo) a Hora de Verão passa para a Hora do Inverno: pelo que pelas 2 horas da madrugada de Domingo o relógio terá que ser atrasado de 60 minutos passando a ser 1 hora da madrugada (oferecendo-nos nesse dia mais um tempinho para dormir).

 

Dia 29 às 02:00 atrase o relógio e passe para a 01:00

 

“First significant cold blast expected in Europe late this weekend.”

(watchers.news)

 

ThoseFlusteredHellbender.jpg

No que diz respeito à Península Ibérica (e a Portugal) ‒ e segundo as previsões ‒ com o mau tempo a fazer-se sentir com mais intensidade a 30 de Outubro (segunda-feira)

 

Com a Europa a atravessar em finais deste mês de Outubro (já na estação do Outono) um período de tempo quente, seco e sem grande pluviosidade (mais característico de Setembro e da anterior estação do Verão) ‒ bem sentido em Portugal e na Região do Algarve (registando temperaturas do ar acima da média, sem precipitação e baixa % humidade) apesar de algumas exceções seja no espaço (norte/leste da Europa) como no tempo (como por exemplo em Albufeira com a semana anterior a ter alguma/apesar de ligeira precipitação) ‒ os meteorologistas vêm-nos agora informar de que na Europa e a partir deste próximo fim-de-semana (começando já amanhã) o tempo irá finalmente mudar, com a chegada da 1ª e verdadeira onda de frio desta época de Outono 2017/18 (iniciada em 22 de Setembro e terminando em 20 de Dezembro).

 

“A sharp patter change is expected to affect Europe starting late this weekend with much colder temperatures than average.”

(watchers.news)

 

BackBelatedLemming.jpg

Com a passagem desta massa de ar (bastante fria) vindo do norte (do Atlântico e da Europa)

chegando finalmente o mau tempo (também a Portugal) e mais um pouco de chuva

 

Neste fim-de-semana (28/29 Outubro) com as temperaturas a baixarem significativamente atingindo aí temperaturas mais baixas do que é normal (para a época), devido à passagem de uma massa de ar bastante frio oriunda do Atlântico Norte/Norte da Europa, deslocando-se para este e atingindo os Alpes e a península balcânica ‒ segundo as previsões e numa 1ª vaga atingindo estas regiões já este sábado (28) mas numa 2ª vaga (num prazo de 1/2 dias) podendo mesmo atingir o norte de África. E de hoje até segunda-feira (27 a 30) em Portugal Continental além da chegada da chuva, com a chegada do frio e a descida acentuada das temperaturas: de norte para sul do país com uma descida média de 6⁰C/7⁰C (a Sul de 25⁰C para 19⁰C) e sentindo-se mais frio no norte de Portugal (descida de 17⁰C para 11⁰C) ‒ mesmo com a massa de ar frio só nos atingindo nas franjas (da mesma).

 

“Apesar do alerta da chegada de uma vaga de frio à Europa, na região sul de Portugal ainda sob a ação do Mediterrânico e do calor do norte de África, o tempo continuará ameno convidando ao seu pleno usufruto.”

 

201710271700_msg3_msg_ir_piber.jpeg

Imagem de satélite (infravermelho) utilizando o satélite meteorológico EUMESAT ‒ como se pode ver às 17:00 de sexta-feira/27 com toda a Península Ibérica sem grandes nuvens visíveis

 

No caso específico da Região do Algarve e mais rigorosamente de Albufeira (concelho/cidade) com as previsões do IPMA a apontarem para os próximos dias (até ao fim da próxima semana) e para esta cidade (onde hoje ainda se parece estar no Verão) uma descida das temperaturas (mínimas e máximas) particularmente as máximas ‒ com as mínimas a andarem entre os 17⁰C/14⁰C (descida de 3⁰C) e com as máximas a andarem entre os 31⁰C/24⁰C (descida de 7⁰C); e quanto à precipitação com a chuva a ter mais hipóteses de aparecer lá para 2/3 Novembro (20/21%). De resto, para já e durante toda a próxima semana, com o tempo a apresentar-se limpo ou então um pouco encoberto, mas em princípio com poucos pingos (caindo do céu).

 

(imagens: gfycat.com/watchers.news ‒ EUMETSAT/ipma.pt)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:43

Latest Fake News (or Not) from the USA

Sexta-feira, 27.10.17

“Que se saiba e apesar de todo o seu autoproclamado poder (e muito dele dito escondido), o Homem ainda não Venceu nem o Tempo nem sequer o Espaço.”

 

FIND OUT because THE TRUE IS OUT THERE

 

GPB_circling_earth.jpg

 

23:14

08.10.2017

USA

 

Segundo serviços secretos norte-americanos trabalhando para a agência de segurança HSV (Homeland Security Voyages/Viagens Seguras na Minha Terra), uma coligação de quatro poderosas organizações (governamentais e de contraespionagem) reunida com o objetivo comum de atacar todas as agências ao serviço dos interesses dos EUA ‒ e categorizada como constituindo o Eixo do Mal (China, Coreia do Norte, Irão e Rússia) terá eventualmente testado (e já por diversas ocasiões) a ação de um instrumento intrusivo mas sem (necessidade de) intervenção cirúrgica, capaz de manipular um Sujeito (e o seu Cérebro) transformando-o num mero Objeto (reiniciando esse mesmo Cérebro): afirmando com toda a convicção (não o podendo confirmar oficialmente, dada a sua obrigação de Segredo) terem provas de tal facto (em mais do que um acontecimento), sendo 100% eficazes (Coligação/Resultado Final) e tendo até já ocorrido no interior da América (e mais rigorosamente num momento extremamente Crítico).

 

20160415165120dge.jpg

 

23:15

08.10.2017

USA

 

Com este inequívoco Evento (pelo menos segundo os interesses dos EUA e dos seus Aliados Ocidentais) e de consequências imprevisíveis (senão mesmo com efeitos trágicos para a nossa organização social atual) a passar despercebido na corrente informativa dos Média (que suspeitando e apontando, nunca têm confirmação) para já submergido por ininterruptas tentativas contrárias (do Lado Escuro da Terra) e não se conseguindo impor devido ao fortíssimo ataque (vindo logo de 4 lados) ‒ acabando sempre enfraquecido por não se solidificar (limitando-se a fontes desconhecidas e não confirmadas) e assim arrastando o processo sem se ver nada ao fim do túnel: através de um buraco criado na estrutura Imaginária do Espaço/Tempo (fazendo no entanto parte da nossa Realidade, pois sem uma a outra não existe) e por intervenção aparentemente indetetável de um Acelerador de Partículas Dirigido e Aplicado, introduzindo-se no nosso processador central, limpando-o completamente (de todo o software natural e artificial) e associando-lhe alguns artefactos (biológicos, aderentes e nele posteriormente se dissolvendo e integrando). Para de seguida o reiniciar, dirigir e comandar. Na Perfeição, como um Robot e atuando com Rendimento Máximo (sem se notar) em Território Inimigo!

 

simpsons-world-domination.png

 

23:13

08.10.2017

USA

 

Top Secret/HSV

 

Num documento entregue pessoalmente ao diretor da Homeland Security Voyages (HSV) e por motivos desconhecidos chegando à mão de utilizadores com permissão de acesso mas de nível inferior (de proteção e de segurança) ‒ e nunca se caraterizando o ponto de interferência (como se tal fosse necessário) ‒ com essa restrição a ser inadvertidamente ultrapassada (sem dúvida por acidente e nunca de forma criminosa, apesar da coincidência fortuita do aproveitamento ultra eficiente e à hora) e como consequência com o mesmo documento a ser exposto publicamente (iniciando-se em círculos restritos, sobrepondo-se concentricamente, em planos cada vez mais extensos), acendendo mais um rastilho em direção aos barris de pólvora já há muito preparados e prontos para explodir, tendo apenas Um Grupo à Cabeça (a Hidra das 4 Cabeças) e Outro Fazendo Acreditar (da família do milionário Patinhas): e segundo alguns apontamentos (relevantes) possíveis de já serem conhecidos e estando incluídos no referido documento, com a rede de espionagem montada pela seita profana e mafiosa da Hidra de 4 Cabeças (com a maior cabeça a representar um Dragão), a montar uma estrutura claramente dirigida à América e ao seu Povo (e por mera adição ao ocidente Europeu).

 

alien-logo.jpg

 

1 Ano Antes

08.10.2016

USA

 

No dia 8 de Novembro de 2016 e durante várias horas inundando todo o território dos EUA com mensagens subliminares (oriundas do lado de lá da placa euroasiática) ‒ mensagens essas difundidas através frequências de rádio indeterminadas, produzidas sobre o espaço aéreo norte-americano e afetando o centro eletromagnético cerebral (de muitos milhões de cidadãos) ‒ e dessa forma utilizando (com intenções prévias bem definidas de intrusão e de agressão) comunicações não detetadas mas com excelentes resultados finais (como claríssima evidência), bem esclarecedores da ação (e chegando-se à hipocrisia extrema de um Sistema escolher para seu Líder Futuro o candidato derrotado/menos votado), destruindo a Livre Escolha e lá colocando um Sujeito convertido em Objeto berrante e robotizado. Segundo os peritos (contra oficiais por contrários aos oficiais atuais) com um grande número de cidadãos de diversos Estados ou territórios a poderem ter sido colocados em transe (temporário) pelo menos parcialmente, levando os cidadãos (e como se obedecessem a uma ordem neles imposta por hipnose) a escolherem a Não Opção, escolhendo o Problema e não a Solução. E até abrindo as portas às práticas da Conspiração (numa mistura de J. F. Kennedy e dos ET de Roswel), envolvendo Corporações, Organizações Secretas e até Entidades.

 

(imagens: wikimedia.org/mysteryoftheiniquity.com/cultocracy.wordpress.com/www.thewatcherfiles.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 08:40

Albufeira 10

Sábado, 10.06.17

No aproveitar é que está o ganho

(e enquanto se puder por aqui)

 

201706101200_msg3_msg_ir_piber.jpeg

Península Ibérica - 10 Junho/12h UTC

(imagem de satélite/infravermelho/EUMETSAT/IPMA)

 

Céu limpo, humidade de 40%, visibilidade de 16Km e temperatura de 28⁰C é a descrição do estado tempo por volta do meio-dia de sábado (10 de Junho) na cidade de Albufeira (via sapo.pt): com a previsão a apontar para o dia de hoje temperaturas do ar entre 17⁰C (mínima) e 31⁰C (máxima). E para quem for para a praia com a temperatura da água do mar a andar pelos 20⁰C, sentindo-se uma pequena brisa de norte e pequena ondulação marítima (até aqui excelente) e no entanto com os raios ultravioleta a atingirem o nível UV10 (muito elevado e no fundo aconselhando-nos a irmos vestidos para a praia).

 

knysna-fire-south-africa.jpg

Enquanto aqui nos aproximamos do Verão no Hemisfério Sul é o Inverno que aí vem: como o demonstra o registo oriundo da África do Sul onde após a passagem de uma poderosa tempestade atmosférica acompanhada de ventos fortes, deflagraram vários incêndios (na região da Cidade do Cabo perto da cidade de Knysna) daí resultando destruição de infraestruturas, 10000 evacuados e pelo menos 3 vítimas mortais

 

Num dia (10 de Junho) em que foi registado por volta das 03:32 da madrugada um pequeno sismo a SE de Albufeira, verificado a 30Km de profundidade e de M2.0 (provavelmente nem sequer sentido). E num período de tempo iniciado na passada terça-feira (6 de Junho) em que o protagonista sismologicamente falando se situa bem mais a norte na região de Amarante (sobretudo NE) ‒ com 12 sismos de pequena intensidade registados nos dias:

 

Dia

 

Nº sismos

Magnitude

6

8

3.6/1.3/1.7/1.5/1.1/1.0/0.9/1.5

7

 

3

1.6/1.1/1.4

8

 

0

-

9

 

1

0.6

 

DBuXs0sXsAAxEKc.jpg  DBuXs0sXcAAMrRY.jpg

Our thoughts to Residents evacuated and Fire Crews battling Knynsa Fires

(legenda/imagem: @VulcanWildfire)

 

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas (com o nosso poeta Manuel Alegre a receber este ano o prémio Camões), feriado nacional e dia primeiro (o segundo será domingo), onde passada a noite em festas populares com bailes, muita comida e bebida, o caminho aponta sempre para a água e para o usufruto das benfeitorias da terra e do ar: nem que seja bem sentado frente ao mar (à frente do INATEL), olhando-o a brincar e a ondular e com a baía à direita refletindo a luz solar a convidar, a mais um parafuso, penalty ou outro cálice qualquer (na altura sagrado), talvez mesmo de medronho ou então de amêndoa amarga mas sempre com uns cubos de gelo e algo mais para animar (mas que faça companhia).

 

(outras imagem: Jaco van der Walt e watchers.news)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:50

Em breve o Verão

Terça-feira, 23.05.17

Segundo o IPMA de amanhã (24) até Domingo com as temperaturas do ar a manterem-se pelos valores atuais (16⁰C/21⁰C de mínima e 26⁰C/31⁰C de máxima) e com os valores na água do mar a andar pelos 21⁰C.

 

Agora que o bom tempo parece ter regressado de vez com a subida generalizada das temperaturas (mínimas e máximas) estão criadas todas as condições para o verdadeiro arranque da época balnear na Região do Algarve:

 

Sem chuva, com temperaturas bastante agradáveis, com o areal e o mar calmos e com bom aspeto, com boa comida à espera e sobretudo com relativamente poucas pessoas e alguma tranquilidade de espirito.

 

snapshot xxx.jpg

 

Pelo que se os responsáveis pela divulgação do turismo na região (públicos como privados) tiverem cumprido (mesmo que no mínimo) a sua obrigação de representantes, divulgadores e promotores deste sector prioritário e fundamental desta região do sul de Portugal (desprezadas como foram pelos mesmos a Agricultura e as Pescas e dando unicamente relevo à Industria Hoteleira e à Restauração),

 

Este Verão será um sucesso: com muita gente e calor.

 

Com a bolsa dos Europeus e até dos portugueses temporariamente aliviadas nestes últimos tempos (para nós desde que o Governo PS tomou posse),

 

Com todos os conflitos espalhados um pouco por todo o mundo (desde a Turquia ao Egito, passando pelo norte de África e terminando na crise sul-americana ‒ só para falar em destinos turísticos),

 

E até com alguns países europeus completamente absorvidos nas suas batalhas não só externas como internas contra o terrorismo (como a Inglaterra e a França por estarem mais envolvidas nas operações militares a sofrerem vários atentados),

 

Criando-se a oportunidade face ao problema dos outros de encher todo o sul da Península de Espanha até Portugal.

 

Destacando desde já 2 fatores que não devem ser desprezados mesmo nesta época do ano (início em breve do Verão), por um lado com os índices de raios ultravioleta a revelarem-se bastante elevados por estes dias (UV9 numa escala de 11) e por outro com a manutenção da presença de taxas também elevadas de CO2 na atmosfera como justifica o alerta de hoje (23) para a Ilha Terceira (401ppm/crítico).

 

E assim a menos de um mês do início da estação do Verão (21 de Junho) e com o tempo já com estas tão agradáveis condições ambientais,

 

Com toda a máquina aqui implantada e alicerçada a estar já plenamente preparada para a única coisa que ela sabe verdadeiramente fazer (que será infelizmente o Futuro reservado para todos os Algarvios e demais residentes) ‒ e para a qual temos vindo a ser todos forçados, condicionados e especializados:

 

Enchendo hotéis, servindo refeições, executando limpezas, preparando instalações, servindo bebidas, fazendo de guia, aconselhando negócios, promovendo intercâmbios, trocando moeda, disponibilizando cuidados, possibilitando passeios e outros apoios,

 

Em suma satisfazendo o cliente à custa de diversa mão-de-obra toda afeta aos mesmos Serviços (de Restauração e Hoteleiro) mas com diferentes escalões (retribuições) apesar das mesmas ambições (limitadas em exclusivo à contrapartida monetária).

 

Num percurso monocórdico e sem futuro visível, de mera retribuição de apatia e subordinação ‒ recriando-se o papel de criada (para a generalidade) e para os mais ofendidos o cargo de governanta.

 

(imagem: Sport Mídia II/youtube.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:38

Abril, Águas Mil

Segunda-feira, 10.04.17

Enquanto lá por fora os meteorologistas europeus nos previnem da chegada de uma nova frente fria que poderá pôr parte da Europa a tremer (Central/Leste), por cá as previsões do IPMA para a cidade de Albufeira (numa previsão de 10 a 19 de Abril) apontam para pouca ou nenhuma precipitação e temperaturas entre os 12⁰C/14⁰C de mínima e os 25⁰C/28⁰C de máxima (com a presença de ventos c/velocidades máxima de 20Km/h) ‒ no fundo um tempo bem aceitável/agradável confirmando-se as previsões.

 

FrightenedVelvetyFeline 1.jpg

1

10 Abril 2017

 

Entrados no mês de Abril (o tal das águas Mil) já com um tempo convidativo para a praia (pelo menos em Albufeira já se vendo os turistas nos seus caminhos habituais até ao areal, antecedendo as tão desejadas águas tranquilas e amenas do mar), com os raios do Sol a começarem a aquecer-nos o corpo e com os mesmos a sugerirem-nos (de uma forma inconsciente e contra reprodutiva) a uma prolongada estadia pelo areal das praias do nosso litoral (por sinal num momento de maior atividade solar e com os raios ultravioletas a manifestarem mais intensamente a sua presença ‒ UV6 e UV7 numa escala até 10),

 

FrightenedVelvetyFeline 2.jpg

2

14 Abril 2017

 

Ainda-por-cima com todas estas circunstâncias associadas à quadra festiva da Páscoa a convidarem-nos ao usufruto destas delícias a todos nós propostas pela Natureza (as quais devíamos aproveitar respeitando os limites de segurança, já que tudo o que é feito em excesso é prejudicial) é natural que induzidos por todos estes parâmetros positivos (atmosféricos e não só) e entusiasmados com as boas condições climatéricas que o nosso ecossistema (ou microssistema local) nos proporciona, interiorizem que o bom tempo já começou e que o Verão já aí está.

 

FrightenedVelvetyFeline 3.jpg

3

18 Abril 2017

 

E não é que agora e para nos contrariar e estragar a época festiva que parecia estar já aí a rebentar, eis que os meteorologistas nos vêm alertar que segundo os seus modelos de previsão meteorológico (que em geral costumam estar corretos) a Europa irá começar a sofrer nos próximos dez dias de uma acentuada queda nas temperaturas, o que se por um lado significará o regresso do frio e de piores condições climatéricas, para as regiões mais afetadas poderá significar também danos irreversíveis para a agricultura ‒ e segundo os mesmos podendo arrastar estas condições meteorológicas bem para além do mês de Maio.

 

FrightenedVelvetyFeline 4.jpg

4

22 Abril 2017

 

Com as regiões da Europa Central/Leste a serem previsivelmente as mais atingidas, mas com a mudança repentina do tempo a afetar outras zonas (mais limítrofes mas também atingidas pela sua passagem) como o da Península Ibérica (incluindo pois Portugal). E se hoje (dia 10/quadro 1) a temperatura ao longo da Europa se mantem ainda num nível aceitável (apesar de algum frio que ainda incomoda), já lá para o dia 14 (quinta-feira/quadro 2) e com toda a Europa Central/Leste sob a ação do mau tempo (acompanhada de temperaturas abaixo de zero), tudo piorará para toda esta área do continente europeu ‒ evoluindo no mesmo sentido para dias posteriores (dia 18/quadro 3).

 

FrightenedVelvetyFeline 5.jpg

5

25 Abril 2017

 

Com a Península Ibérica segundo as previsões a apanhar com estas condições meteorológicas talvez uns dias mais tarde (de início limitando-se às possíveis influências vindas da periferia ocidental da tempestade), ao ser apanhada por uma nova frente fria por cá fazendo-se sentir mais intensamente depois de passada a quadra religiosa (dia 22/quadro 4) ‒ por essa altura (fim-de-semana seguinte ao da Páscoa) com Portugal de norte a sul podendo estar a tremer com temperaturas baixas ou até negativas. Mas no que nos toca, meteorologicamente falando e relativamente a Portugal, com o tempo a poder melhor na semana seguinte (dia 25/quadro 5 ‒ restando-nos pois esperar para ver o que acontece depois (se o mau tempo passa ou se assim continua durante todo o mês de Maio).

 

(imagens: gfycat.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:48

2017 Só Começa 1 Segundo Depois

Quinta-feira, 29.12.16

Date:

December 28, 2016

Source:

U.S. Naval Observatory

Summary:

On December 31, 2016, a "leap second" will be added to the world's clocks at 23 hours, 59 minutes and 59 seconds Coordinated Universal Time (UTC).

 

161228213356_1_900x600.jpg

 

Segundo o Observatório Naval dos EUA (e generalizando dada a diferença de fusos horários), no dia 31 de Dezembro de 2016 pelas 23:59:59 e quando os mais de 7 biliões de almas habitando este pequeno planeta esperavam estar a esgotar-se mais um ano da sua (em termos de tempo) tão curta vida (com os ponteiros a funcionar tal como uma guilhotina), eis que surpreendentemente somos todos premiados com mais 1 segundo de vida adicional: assim passado um segundo sobre a hora atrás referenciada, em vez de já estarmos em 2017 ainda teremos mais um segundo para usufruir em 2016.

 

“Historically, time was based on the mean rotation of the Earth relative to celestial bodies and the second was defined in this reference frame. However, the invention of atomic clocks defined a much more precise "atomic" timescale and a second that is independent of Earth's rotation.” (US Naval Observatory/sciencedaily.com)

 

Pelo que vivendo em tempos mais que acelerados, em que nem sequer existe um minuto para se poder olhar e pensar e em que nada se dá sem esperar algo em troca, se por um lado 1 segundo é apenas uma das partes dos mais de 2000 milhões de segundos de toda a nossa vida, já se compararmos a oferta com o minuto para pensar tudo se modifica num instante tornando o banal relevante: neste caso de 1 em 60. Oferecendo a todo o Mundo um pouco mais de Tempo mas mantendo-nos morbidamente paralisados no Espaço. Mas sempre é mais 1 segundo na nossa vida de mosca.

 

(texto/itálico e imagem: sciencedaily.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:54

Albufeira a 1 de Janeiro de 2017E12

Quarta-feira, 28.12.16

Passagem de Ano em Albufeira

31 Janeiro 2016/1 Dezembro 2017

 

15781136_1408727499140458_8326498559739307929_n.jp

 

Albufeira 2017E12

 

 

Imagem obtida em exclusivo (através da utilização de práticas experimentais diferenciadas ou PEF’s) utilizando um artefacto temporal (capaz de nos colocar instantaneamente num ponto determinado da sequência cronológica terrestre) colocado num ponto indeterminado do litoral algarvio (pela análise de documentos anexos podendo ser a zona da serra de Monchique e outros territórios envolventes), segundo os seus produtores e remetentes retratando fielmente (e testemunhado pessoalmente no próprio local) o nosso planeta Terra no dia 1 de Janeiro de 2017E12. Numa viagem ao longo do nosso conhecimento tentando entender o porquê da nossa presença, não no tempo mas do espaço (o único sempre aqui).

 

1559ML0079590010604808E01_DXXX.jpg

 

Uma informação visual para nós (seres humanos e restantes seres vivos) deveras preocupante senão mesmo alarmante (no fundo para a sobrevivência do ecossistema terrestre) face ao cenário seco e desértico que a compões em diferentes tons e texturas mas (no entanto) sendo todas concordantes: sem presença, sem movimento, sem vida. Numa região outrora conhecida como um excelente destino de férias (sol, praia, mar e boa comida), neste futuro aqui projetado apresentando-se como o seu irmão gémeo simétrico, já com o planeta girando noutras regiões do Universo e provavelmente executando outras funções (noutra escala hierárquica – em constante transformação – da evolução humana).

 

vimana.jpeg

 

Felizmente complementada por uma outra informação adicional, extensiva e suplementar (inicialmente encriptada mas para certas Entidades temporariamente descodificada), deixando-nos uma importante pista não só sobre o destino deste planeta (eventualmente apenas o último ocupado pela nossa espécie) como sobre o nosso próprio destino – tendo alguma Fé na imagem (sugerindo-nos termos partido para outro lado qualquer ou não fossemos inteligentes e já tivéssemos estado no Espaço) e nas Entidades que a apresentam (quando muito réplicas mais avançadas do Homem): entrepostos celestes, uma lua talvez Europa e a Conquista do Cosmos (a Redescoberta do Mundo).

 

[Imagem intermédia correspondendo a um registo do ROVER CURIOSITY no seu 1559º dia de permanência em Marte – 24 Dezembro 2016; Na última imagem e segundo um trabalho controverso da dupla Anand/Ameya apresentada no Congresso Indiano de Ciência de 2015, sugerindo que terão sido os indianos a produzirem o primeiro avião muito antes dos irmãos Wright, durante o período da Civilização Vedic há cerca de 7000 anos – aviões capazes de realizarem mesmo viagens interplanetárias]

 

(imagens: nasa.gov – albufeira.pt – semprequestione.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:49

Albufeira – 22/26

Quinta-feira, 22.12.16

A caminho do Natal e da Passagem de Ano, o tempo parece ter estabilizado (aguenta-se e pelo menos não chove) – tendo em conta para já os dois principais dias da Quadra Natalícia (24 e 25). Depois talvez se mantenha, mas logo se verá.

 

201612212200_msg3_msg_ir_piber.jpeg

Península Ibérica – imagem por satélite

(IPMA – Infravermelho – 21 Dezembro 2016 – 22 horas)

 

Com a previsível estabilização da temperatura entre os 8/10⁰C de mínima e 18/20⁰C de máxima e a mais que certa ausência de precipitação (pelo menos até ao dia 26), antecipa-se para este ano um período da Quadra Natalícia com céu limpo e contando com a presença do Sol (para nos aquecer o corpo), mais carregador por volta da hora do almoço, esmorecendo gradualmente durante a tarde e lá para o fim do dia e podendo contar com a presença de vento, ficando mais frio enfiando-se pelo corpo. No entanto suportáveis como o dizem a previsão: temperaturas de 8 a 20 (⁰C).

 

Já agora e dado que não podemos prever tudo o que venha do Céu e do Espaço, olhemos um pouco para a terra onde assentam as nossas casas: construções edificadas em terrenos de origem sedimentar localizados mesmo ao lado do mar e de zonas sismologicamente ativas. Na nossa zona de conforto sem registo de eventos de relevo ou até mesmo sentidos. Apenas com uns registos menores (5): M1.8 NE Monchique dia 15, M1.9 e M2.0 SW Albufeira dia 15, M2.0 NW Vila Bispo dia 16 e M1.6 SW Faro dia 21 (hoje). Como se vê com registos normais (ao contrário das Ilhas Salomão/Pacífico de novo a tremer – máximo M6.7 ontem).

 

2016-december-solstice.jpg

Solstício de Dezembro de 2016

(21 de Dezembro às 10:44 UT)

 

Numa data do nosso calendário (21 Dezembro) em que se regista o início do Inverno Astronómico (o Meteorológico inicia-se a 1 de Dezembro) e em que se dá o Solstício de Inverno (no Hemisfério Norte), momento da nossa cronologia anual em que as horas do dia sob os efeitos preciosos do Sol atingem o seu mínimo: e sendo o dia em que no Polo Norte as 24 horas se passam em total escuridão. E com o estado do tempo em Albufeira logo no início de quinta-feira (dia 22 00:00) a apresentar 10⁰C de temperatura, céu limpo e humidade de 74%.

 

(imagens: ipma.pt e earthsky.org)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:15