Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

15
Jul 16

Num incidente em que os primeiros indícios apontam para mais um atentado terrorista – envolvendo um ataque de um único suicida utilizando um camião carregado de explosivos e com o objetivo de matar o maior número de pessoas possível.

 

Nice attack:

Up to 60 dead as truck rams into Bastille Day crowd in French Riviera city

 

CnWvBQ7WAAAv6c4.jpg

 

A França foi mais uma vez vítima de um incidente sangrento envolvendo um número elevadíssimo de mortes e de feridos, num ataque aparentemente dirigido e perpetrado por um único indivíduo.

 

"Saw a truck amongst people when the screaming started. About 50m away."

 

Levado a cabo no final dos festejos do 14 de Julho (Dia da Tomada da Bastilha) e quando a multidão desmobilizava após o encerramento das comemorações com o fogo-de-artifício de encerramento.

 

"We saw people hit and bits of debris flying around."

 

7631474-3x2-940x627.jpg

 

Com um camião a irromper a grande velocidade pelo meio da multidão caminhando tranquilamente de regresso a casa (incluindo naturalmente famílias), apanhando muitos completamente desprevenidos, atropelando uns e projetando outros.

 

"It was absolute chaos."

 

Com o duo mortal Assassino/Camião a ser apenas interrompido na sua loucura assassina quando já contava na sua lista com mais de 30 mortos e de 100 feridos, ao ser finalmente abatido pelas forças de segurança.

 

[Atualização (00:45): mais de 70 mortos e cerca de 100 feridos]

 

(texto/itálico: ABC – imagens: Nice-Matin)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:38

14
Mai 16

Sim ao Terrorismo Moderado!

 

“Kurds are Kufar (unbelievers) and killing Kurds, taking their women, plundering their property and destroying of their homes is just and fair.”

(declaração islâmica de um grupo terrorista – talvez moderado – atuando na Síria)

 

Mais uma vez atendendo ao pedido oriundo de Washington, as Nações Unidos voltaram a fazer o papel de meras marionetas, no estrito cumprimento da estratégia norte-americana de manutenção da supremacia global.

 

215308Image1.jpg

Treino de jovens terroristas moderados

 

Num pedido oriundo de Moscovo no sentido de incluir dois grupos de combatentes armados na lista negra das organizações terroristas atuando na Síria, a resposta da ONU foi negativa, invocando que estes grupos estariam incluídos nos grupos de negociações e que tal procedimento seria contraproducente.

 

Dando a entender que apesar destes dois grupos armados manterem estreitas ligações ideológicas e estratégicas com organizações terroristas como a Al-Qaeda e o Estado Islâmico (as duas incluídos na tal lista negra), seriam versões moderadas talvez aceitando no futuro conversações e negociações (a que até agora se têm recusado).

 

E assim mais uma vez (e pelos vistos as vezes que for preciso) os EUA tentam resolver à sua maneira um problema que eles mesmos criaram, contando para tal com o apoio dos paus mandados da Europa – a Grã-Bretanha e a França – e para compor o ramalhete de um verdadeiro exemplo político e moral como Estado Modelo Europeu: a Ucrânia.

 

Tentando deste modo e deliberadamente manter a instabilidade na região (com a prossecução da Guerra Civil na Síria e seu possível alastramento à Turquia), com o único objetivo de continuar a tentar isolar a Rússia do Ocidente (ao mesmo tempo culpando Putin pelas consequências) como se esta não tivesse diante de si a extensão imensa do Oriente.

 

Com a R. P. China a acenar com os seus montes de dólares, as suas grandes reservas de ouro e o seu enorme poderio económico (atualmente a maior potência económica global) – e agora blindada com a criação do novo Banco Mundial (AIIB), assente nas suas reservas de ouro e não em papel de impressora – a ser invadida por todo o mundo ocidental (económico e financeiro) de modo a acederem ao dinheiro.

 

Concluindo de mais esta obrigação contratual por parte da ONU (afinal de contas tendo os EUA como seu principal financiador), que esta organização de nada serve nas grandes decisões mundiais, que a opinião da Europa é um nado morto (asfixiada pelas obrigações da Alemanha para sobreviver e do FMI para dominar) e que para os EUA o futuro será inevitavelmente (com estes políticos ignorantes e só sabendo replicar) o regresso da Guerra Fria.

 

Acho que os Estados Unidos da América na sua estratégia de sucessiva confrontação contra os dois blocos que atualmente fazem perigar a continuação da sua supremacia global (já perdida no campo económico) – a China e a Rússia – quererá construir na região (do Oriente) e depois de tão extensa aplicação da sua teoria da Terra Queimada, um novo Estado seja ele qual for (do caos poderá surgir tudo) de modo a desempenhar no futuro um papel muito semelhante ao de Israel.

 

E assim se dá mais um tiro nas já tão reduzidas hipóteses de Paz (provocando russos, sírios e muitos outros mais habitando a região) recusando atacar mercenários e terroristas apenas porque são moderados. Definição de terrorista: “Todo ser humano que age para destruir outros e a si mesmo, por conta própria ou manipulado, seguindo razões políticas, religiosas, econômicas, sociais, particulares, psicológicas, psicopáticas, geralmente financiado por terceiros e preparado para seus crimes contra alvos específicos ou mesmo inocentes. Trata-se de uma arma perigosa ambulante humana pronta para matar e destruir.” (dicionarioinformal.com.br)

 

(imagem: AFP)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:09

12
Ago 14

“Terrorista é aquele que toma parido por uma das partes em aparente conflito e não pela realidade: o povo”!

 

2012

Ainda se lembram do EURO 2012 organizado pela Polónia e pela Ucrânia?

 

 

A aguardar

 

No dia 27 de Junho de 2012 a selecção portuguesa de futebol disputava a meia-final do Campeonato da Europa de Futebol (entre selecções) contra a sua rival da Península Ibérica e Campeã Mundial a Espanha: a mesma selecção que nos eliminara no anterior Mundial de Futebol de 2010 – disputado na África do Sul (oitavos-de-final) – com um único golo de David Villa aos 63 minutos da segunda parte.

 

Desta feita a Espanha não marcou durante os 120 minutos (90 minutos de jogo mais 30 de prolongamento), mas no desempate por grandes penalidades acabou por impor a sua supremacia, qualificando-se para a final do torneio (onde goleou a Itália).

 

EURO 2012

Meia-Final

Ucrânia – Donetsk – Donbass Arena

Portugal – 0 Espanha – 0

(2-4 em penaltis)

 

2014

E da Guerra Civil na Ucrânia no ano de 2014 com a Polónia a assistir?

 

 

Em fuga

 

Por esta altura do ano de 2014 – apenas uns míseros dois anos após este evento de nível mundial (o EURO 2012) – a Ucrânia encontra-se mergulhada numa guerra civil declarada e assumida, entre as suas regiões ocidentais apoiadas pelos Estados Unidos da América e toda a região da fronteira leste com fortes ligações com a Rússia.

 

Com um número muito semelhante de vítimas ao actual genocídio praticado pelos israelitas na Faixa de Gaza – mas neste último caso num intervalo de tempo muito mais curto – o povo ucraniano vive hoje numa terrível e inesperada situação, na qual nunca acreditaria poder alguma vez vir a viver há ainda pouco meses atrás.

 

Mais uma vez a chegada dos USA a um determinado território – neste caso situado mesmo nas barbas dos militares russos e num ex-território da grande Confederação a reconstituir futuramente – provocou vítimas.

 

Com a Europa a ver de longe o filme norte-americano de longa-metragem sobre o seu Continente, como se (e como eles) estivesse do outro lado do mar: Hitler é agora uma mulher, o presidente norte-americano é Preto e (no meio desta vergonha) quem manda no mundo são os grandes conglomerados.

 

(imagens – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:12

27
Abr 12

Se criticamos os outros por utilizarem as crianças em proveito próprio (como armas) não podemos fazer exatamente o mesmo!

 

Nem todos têm capacidade para exercer determinados cargos, para os quais alguém que nunca iremos conhecer nem poderemos responsabilizar, os nomeou – mesmo que o seu padrinho CV o confirme.

 

Dina a potencial terrorista – rodeada pelos seus discípulos

 

Os serviços de segurança ligados ao controle de passageiros nos aeroportos norte-americanos (TSA) – que até criaram uma secção especializada em passageiros que apresentem algum tipo de deficiência que os possa limitar na sua capacidade de adaptação e locomoção neste meio ambiente (TSA Cares) – resolveram implicar com uma criança com paralisia cerebral e problemas de locomoção. Utilizando muletas e outros materiais ortopédicos necessários para se poder deslocar, Dina deparou-se – mais uma vez – com o problema da sua passagem na máquina de deteção de metais aí instalada.

Agora adivinhem o que esta miúda deve ter passado, posta perante toda esta situação – já com todos os seus problemas físicos e mentais – deparando-se suplementarmente com comportamentos bastante agressivos de agentes que a deviam proteger e auxiliar e que pelo contrário a trataram sem a mínima consideração, insultando e ameaçando o seu pai, como se a sua filha, de uma terrorista se tratasse.

E esta já não é a primeira vez que estes serviços de segurança detetam possíveis crianças-terroristas vagueando misteriosamente pelos aeroportos norte-americanos!

 

(a partir de notícia boingboing.net)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:39

Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13
14

21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO