Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

25
Out 19

A 24 de Outubro de 2019 (a confirmação do registado a 14), a pouco mais de um ano das “PRESIDENCIAIS NORTE-AMERICANAS de 2020” (3 de Novembro de 2020) e com DONALD TRUMP ainda como PRESIDENTE (e tentando alcançar um 2º mandato, à frente da CASA BRANCA), o plano dos líderes da luta contra os “DEPLORÁVEIS” continua – centralizado e personificado no “CLÃ CLINTON”, e aparentemente em marcha e em velocidade de cruzeiro apesar de persistir num rumo algo arriscado e perigoso (devido ao caos político instalado e à falta de ideias e de visão) muito semelhante ao do TITANIC britânico – seja o do século XX (1912) resultando no naufrágio do RMS TITANIC,  seja o do século XXI (no presente) podendo dar origem ao naufrágio do Reino Unido sob a liderança do seu atual comandante (nem sequer tendo sido eleito pela sua tripulação) BORIS JOHNSON.

 

Nomeação do candidato REP às Presidenciais EUA 2020

 

Bill_Weld_campaign_portrait.jpg800px-Donald_Trump_official_portrait.jpg

Bill Weld e Donald Trump

 

Limitando-se neste momento os candidatos a dois – BILL WELD e obviamente DONALD TRUMP (apesar de outros 4 terem demonstrado algum interesse) − algo de natural no sistema (norte-americano) quando um dos candidatos é no presente o Presidente: logicamente e tendo esse direito, candidatando-se a um 2ª mandato (2020/2024).

 

Depois de quase três anos numa campanha (deliberadamente caótica e conscientemente fraturante, da dividida sociedade norte-americana) incessante e provocadora (para além do seu parceiro de negócios Vladimir Putin, demonizando-o constantemente como se fosse a única criatura − desde que há registos − “Diabólica à face da Terra”) contra o seu 45º PRESIDENTE (legalmente) ELEITO – campanha essa que contra todas as expetativas (e desejos de alguns) continua perigosamente a manter Donald TrumpBem Vivo e Ainda na Luta” pela sua reeleição em 2020 – e não se vendo para já resultados palpáveis no sentido de destruí-lo definitivamente e despedi-lo, não desejando alterar o seu rumo (sem sentido por dirigida a uma única pessoa) e dada a necessidade de manter a autoridade (e estratégica) do CLÃ exercendo ainda o seu poder (no interior do partido DEMOCRATA e através dos MEDIA − se necessário por manipulação − sobre a esmagadora maioria da sociedade norte-americana) eis que os Democratas anti Deploráveis atuando (como sempre) na sombra e desejando “queimar de imediato mais uma das suas etapas (de chegada de novo e custe o que custar, ao Poder) optam por “DEIXAR ARDER E QUEIMAR JOE BIDEN (o candidato Democrata à nomeação DEM como candidato presidencial a 2020 e desde o início com uma grande vantagem, até ao despoletar – “perdido o caso da RÚSSIA” – agora do caso da UCRÂNIA),

 

united-states-america-power-dollar-economy-3547972

Estados Unidos da América

(dreamstime.com)

 

Tentando colocar para já no seu lugar e substituindo-o, a até agora 2ª na hierarquia (ou não tivesse sido Joe Biden o Vice do prémio Nobel da Paz e ex-Presidente dos EUA Barack Obama) mas com a sucessão de sondagens (não parando e tentando alcançar o seu objetivo, o de que as financia) sendo transformada (se necessário metamorfoseando-se) e sendo já 1ª, a candidata (no fundo, segundo o CLÃ e cumprindo o objetivo e a estratégia, “o candidato que se segue”) ELISABETH WARREN.

 

E cumprindo-se o Plano (se por acaso existe algum e existindo, deixando o caso resolver-se, não por si mas por eles, DEM ou REP, as faces da mesma moeda) a 24 de Outubro de 2020 começando-se (definitivamente e após confirmação) a “tirar o tapete a JOE BIDEN” e a oferecer-se a “Passadeira Vermelha” à estrela de momento em ascensão ELISABETH WARREN. Com a empresa de sondagens QUINIPIAC (na sua última sondagem sobre os candidatos DEM à nomeação para candidato a Presidente) − a 24 − a repetir a inversão na liderança (a 14 já se sentindo a inversão) tirando-a de BIDEN e dando-a a WARREN. Como se constata a seguir:

 

Nomeação do Candidato DEM às Presidenciais EUA 2020

(sondagens)

 

 

800px-Elizabeth_Warren--Official_113th_CongressionJoe_Biden_2013.jpg

Elisabeth Warren e Joe Biden

 

R

C

%

(24.10)

V

%

(14.10)

R

C

%

(24.10)

V

%

(14.10)

Warren

28

-2

30

Yang

1

-1

2

Biden

21

-6

27

O’Rourke

1

-1

2

Sanders

15

+4

11

Booker

1

-1

2

Buttigieg

10

+2

8

10º

Gabbard

1

+1

0

Harris

5

+1

4

11º

Steyer

1

0

1

Klobuchar

3

+1

2

12º

Castro

1

0

1

(R: Ranking C: Candidato V: Variação)

 

E como se vê pela última sondagem Quinnipiac (24 Outubro) apenas com quatro (senão mesmo 3) candidatos com alguma hipótese de ainda poderem ser nomeados (como candidatos DEM às Presidenciais de 2020): WARREN, BIDEN e SANDERS e com poucas chances para BUTTIGIEG (apesar de e comparando-se com os outros candidatos, conseguir arrecadar bastantes dólares para a sua campanha). Mas neste momento de viragem caindo Biden e “Erguendo-se WARREN” – como já o confirmam o IOWA, a CALIFÓRNIA e o MASSACHUSETTS (entre outras sondagens).

 

Quanto aos Republicanos sendo de constatar que apesar dos persistentes e ininterruptos ataques à figura do atual Presidente o REP Donald Trump (levados a cabo pela outra face da mesma moeda, os DEM), a taxa de popularidade do mesmo seja qual for o seu possível opositor (colocados frente-a-frente) continua sempre acima dos 40% (entre os 43%/46%, logo, muito perto dos 50%, nem sendo necessário para ganhar, como se viu em 2016): com Biden aparentemente a ter a melhor prestação enfrentando Trump (53% contra 43%) e com Buttigieg a ter a pior perdendo frente a Trump (43% contra 45%) . Um mau sinal para os opositores de Trump (os Anti-Trump), nada estando ainda decidido: exceto para os infelizes votantes, alternando sempre entre os extremos, desta entidade bipolar, cunhada na sua moeda.

 

(imagens: wikipedia.org − dreamstime.com – wikipedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:49

16
Out 19

[Fighting TRUMP, backed up by FOX (and by no Other Media).]

 

E aproveitando para apresentar

As Duas Faces da Mesma Moeda”.

 

“There's a new frontrunner in town:

Elizabeth Warren.

Just ask her Democratic rivals”

(Susan Page/16.10/USA TODAY/usatoday.com)

 

499e68ab-dcd0-4124-97ca-f9a8c4694fbe-GTY_118132517

Uma das Faces do Dólar

Sen. Elizabeth Warren (D-Mass.), speaks to Pete Buttigieg the mayor of South Bend (Ind.) during Democratic presidential primary debate at Otterbein University

 

A um ano das Presidenciais Norte-Americanas (3 de Novembro de 2020) e com as Primárias Democráticas já em curso – integrando cerca de 20 candidatos, à nomeação como candidato a Presidente, pelo Partido Democrata – perfilhando-se desde já três fortes candidatos desde logo confirmados pelas sondagens: nas últimas sondagens realizadas (Quinnipiac e Politico/Morning Consult de 14.10) com BIDEN andando entre os 27%/32%, WARREN entre 21%/30% e SANDERS entre 11%/19%.

 

Oriunda de uma fase onde BIDEN dominava claramente as sondagens para a nomeação como candidato Democrata às Presidenciais, estando-se agora numa nova fase iniciada com os debates entre todos os candidatos Democratas e simultaneamente com a mesma (Campanha das Primárias) sendo fortemente influenciada pela estratégia de IMPEACHEMENT assumida desde Janeiro de 2017 (data da tomada de posse de TRUMP) contra o PRESIDENTE eleito democraticamente em 2016.

 

Numa estratégia obrigatória de seguir por todos os candidatos (se por acaso quiserem ter alguma hipótese de vencer, sabendo-o antecipadamente só deixando-se levar pela Onda), tendo vindo a extremar posições dentro do próprio partido Democrata (entre outros aspetos devido à forma agressiva de comunicação, entre os novos extremos − DEM e REP − criados) e começando a refletir-se nitidamente nesta campanha (favorecendo os extremos e eliminando todos os possíveis suspeitos).

 

Por diversos fatores distintos mas confluentes nos resultados obtidos nas diversas sondagens − entretanto tendo sido realizadas e na esmagadora maioria dos casos com BIDEN bem à frente − com BIDEN (entre outros casos por via da Ucrânia) e SANDERS (até por já derrotado e não pertencer ao Clã CLINTON) sendo os claramente prejudicados (com o decurso e tema central da Campanha – TRUMP – e esquecendo tudo o resto – os CIDADÃOS) face à nova estrela em ascensão a candidata Democrata WARREN.

 

“Trump is on track to win reelection.”

(06.10.2019/washingtonpost.com)

 

“Election 2020:

Trump Will Have An Easy Win, Moody's Analytics Claims.”

(15/10/2019/ibtimes.com)

 

t_1510096448898_name_Botsford161108TrumpNY82691478

A Outra Face do Dólar

Early on the morning of Nov. 9, 2016,

President-elect Donald Trump addressed supporters in New York

 

E se em sondagens de 15 de Outubro BIDEN ainda liderava com grande avanço (34%/9” sobre WARREN) na Carolina do Sul (por exemplo), já no estado do MAINE (outro exemplo, aqui com 31%/19% para WARREN) e continuando a aproveitar o Momento, a nova candidata democrata – e em ascensão na publicidade, como nas sondagens − se revelava como a grande adversária de BIDEN e forte candidata a concorrer (em 2020) para o cargo de Presidente dos EUA. Tal como se prognosticava desde há uns tempos atrás, com SANDERS a ser (mais uma vez) ultrapassado (tendo já sido atropelado antes, por HILLARY), de seguida terraplanando-se BIDEN para final e extraordinariamente surgir vindo detrás do pano, caminhando majestosamente para o palco (o Estrelato) a Nova Estrela Brilhante e em Ascensão: para já sendo WARREN, podendo ainda ser outra (mais nova) e com a Hillary fosse o caso (para já) a falar e (como que) a oferecer-se. No presente e nos EUA tudo sendo possível.

 

Sendo certo que seja ele quem for (homem ou mulher), REP ou DEM o escolhido (para Presidente dos EUA) − talvez num embate nunca esperado por ser uma reedição do de 2016 opondo TRUMP a HILLARY − no dia 3 de Novembro de 2020 tudo ficará na mesma (e seguindo a tradição) talvez mesmo ainda pior: nas mãos de um TRUMPISTA ou da sua imagem refletida no espelho, ou seja um ANTITRUMPISTA (já que o Mundo para eles, ou é Preto ou é Branco).

 

The stage was crowded with a dozen Democrats, the biggest debate to date, sponsored by CNN and The New York Times. Warren scored an overwhelming win by one measure: Who got the most time to speak, in large part because the moderators repeatedly gave her time to respond to attacks. In the end, she spoke for close to 23 minutes, far longer than Biden, a distant second at about 16-1/2. Which seems only fair. After all, she is, apparently, the new frontrunner.” (Susan Page/16.10/USA TODAY/usatoday.com)

 

(imagens/legendas: Win McNamee/Getty Images e Susan Page/usatoday.com – Jabin Botsford/The Washington Post/washingtonpost.com e Doug Sosnik/washingtonpost.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:25

11
Out 19

Os Russos Já Aí Estão!

(Suspensos na Atmosfera e Prontos a Atacar)

 

corrupt-fake-news-media-chased-trump-russia-collus

Com a dupla TRUMP/FAKE NEWS tudo sendo possível (nos EUA),

desde a imposição simultânea (seja DEM, ou seja, REP) de

[“Uma Direção e Sentido” ao “seu Contrário”]

 

Agora que nos EUA (de TRUMP) se procura sem interrupção e descanso (desde Janeiro de 2017) provas claramente irrefutáveis (até agora nunca encontradas) − como por exemplo uma COLISÃO (como com a “Colisão coma Rússia” agora com a “Colisão com a Ucrânia”) − para IMPEDIR o seu PRESIDENTE (quando quem o deveria ser era HILLARY)  demitindo-o do seu cargo,

 

− Até ao momento (outubro de 2019) sem resultados práticos visíveis (com o Presidente mantendo-se na Casa Branca) e mesmo com alguns especialistas em análise política (mesmo internos e até Democratas) a apontarem fortemente o dedo (indicador) para a possibilidade de Donald Trump (o 45º Presidente dos EUA) − usufruindo da estratégia dos seus adversários − repetir o feito de 2016, transformando-o aí (nas Presidenciais de 2020) numa façanha (sendo reeleito)

 

E simultaneamente (pela esmagadora maioria dos cidadãos norte-americanos) não se tendo ainda entendido bem (“digerido”) que se a resposta por vezes não está na Terra, alguns dos Sinais (para se dar início à ação, provocando de imediato a tão desejada reação) poderão estar em alternativa e bem definidos (vincados) no Céu,

 

Dave-Weixelman-D7A64951-8550-4A5C-97A9-C6F39984D1C

Estádio Levi’s Santa Clara Califórnia

7 outubro 2019

San Francisco 49ers (31-3) Cleveland Browns

 

Eis que se apresenta um primeiro fator (comprovativo de Colisão) de base aparentemente meteorológica, no que poderá ser um raro caso de visualização conscienciosa de um Evento (extremo), mesmo perante os nossos olhos sendo ignorado – mesmo sendo bem real − pelos limites impostos aos nossos órgãos dos sentidos (perceções e sensações) pela Sociedade do Espetáculo (monótona, miserável, tóxica, doentia) que nos envolve.

 

Talvez nos confirmando (analisando bem o registo, sabendo-se o local do icvidente e a origem das suspeições) um caso de “Colisão com a Rússia”, eventualmente envolvendo Donald Trump.

 

No passado dia 7 de outubro (segunda-feira) no estádio LEVI’S de Santa Clara (estado da Califórnia) localizada na área da Baía de São Francisco – e perante 50.000 pessoas a assistirem a um jogo de “futebol norte-americano – enquanto os entusiastas observavam em Terra “como crianças inocentes” a equipa de São Francisco a esmagar a de Cleveland, no Céu contrastando bem com o ambiente do estádio notava-se já a chegada (e a presença no ar) da “Influência (podendo ser sintoma de colisão) Russa”.

 

iss059e119250.jpg

Erupção em junho/2019 do vulcão russo RAIKOTE

Lançando para a atmosfera cinzas e GASES vulcânicos

Ainda circulando na atmosfera e atingindo os EUA

 

Influência/Colisão confirmada pelos factos (não em papel e palavras), tanto pela coloração como pelo remetente (dando-lhe forma): num Evento abrindo a porta dos EUA à influência oriunda da Rússia, ainda-por-cima baseada e suportada (credibilizada) por assente em fenómenos ditos e reafirmados (com registos) como naturais − como se acreditássemos vindo da Rússia e pairando sobre os EUA.

 

Dispondo-se de factos indesmentíveis (registados e conhecendo-se a origem da tentativa de influência) de algum tipo de “Colisão Russa”: neste caso ocorrido em Santa Clara (na Califórnia) e enquanto milhares de pessoas assistiam provavelmente descansados, com a sua família (e/ou amigos) e num convívio saudável (e natural), a um jogo de futebol (americano) − aproveitando o melhor possível os seus tempos livres de lazer, como contrapartida aos períodos de trabalho cada vez mais intensos – sem os mesmos se aperceberem, cada vez mais próximos e podendo mesmo já estar a envolve-los (sem se fazerem notar, de uma forma extremamente intrusiva, com “ligações” subterrâneas e “colisões” evidentes), com os Russos a chegarem (a Agressão) diretamente do seu próprio território (da Rússia) colorindo (com a sua presença) os Céus na Califórnia: "The sunset was full of volcanic colors(Dave Weixelman/spaceweather.com). Utilizando para tal (agressão atmosférica) o vulcão RAIKOTE (uma pequena ilha com apenas 4,6Km² de área e 550m de altura), tentando fazer passar o fenómeno (e apenas) como sendo exclusivamente de origem Natural:

 

On June 22nd, the Raikoke volcano in Russia's Kuril islands erupted with such power that tons of sulfurous gas reached the stratosphere. That gas has been swirling around the northern hemisphere ever since.

(spaceweather.com)

 

1024px-Raikoke.jpg

Península de KAMCHATKA/costa russa do Pacífico/Anel de Fogo do Pacífico

C/ os seus mais de 300 VULCÕES cerca de 10% deles ativos

(caso do vulcão RAIKOTE)

 

Quando essa imensa profusão de cores (numa palete de amarelo, lilás, vermelho, etc.) construindo um cenário (como o registado nos céus de Santa Clara) por vezes grandioso e deslumbrante (igualmente “ameaçador” pelo alto contraste) avançando em nossa direção vindo de “além do horizonte”, nada mais sendo que mais um “ATAQUE da RÚSSIA a TERRITÓRIO dos EUA levado a cabo por VIA AÉREA” − confirmando mais uma vez e à evidência porque se fala constantemente em “ligações/colisões com os russos” tendo como “patrono (o que estava maia à mão na altura) Trump: por Via Aérea e refugiando-se atrás de RAIKOTE atirando uma grande e espessa camada de GÁS ATMOSFÉRICO TÓXICO (como tal, venenoso) em direção a Inocentes, como os presentes num estádio de futebol nos Estados Unidos da América. E logo tudo tendo ocorrido (curiosamente) num vulcão geralmente tranquilo (ao contrário dos seus vizinhos) − com a penúltima erupção/explosão registada há 241 anos e a última há 95 anos – subitamente (com “alguém secretamente puxando o gatilho”) entrando em grande atividade (a 22 de junho deste ano, há pouco mais de três meses) e lançando grandes camadas de cinzas e gases vulcânicos (tóxicos/venenosos) para a atmosfera (entre outras direções) em direção aos EUA.

 

(imagens: usbacklash.org − Dave Weixelman/spaceweather.com – NASA – wikipedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:39

03
Out 19

[Armadilha como sinónimo de Trampa]

 

Assistindo-se de momento a uma violenta LUTA de MOSCAS

(cada vez mais numerosas)

pelo mesmo MONTE de MERDA

(basicamente um símbolo do poder, talvez Gourmet)

com muitos constantemente a rondá-lo

mas com DONALD (que não o Pato) na liderança.”

 

bitter-dem-clingers-after-trump-trouncing-cartoon.

(cartoon do site usbacklash.org, declarando-se

Stand Up Against Government & Media Corruption”)

 

Como não há 2 sem 3, 33, 333, 3.333 e por aí fora

 

− Ou seja repetindo-se (não interessando o seu valor lógico) aprendendo-se

 

E aproveitando a oportunidade

(“tudo o que vier à rede é peixe” mesmo que num procedimento repetitivo e minimalista, como eles acham que é o nosso cérebro)

 

Do lançamento de mais um livro (por acaso de repórteres e assalariados do NYT) tendo como protagonista o sempre presente e sempre em pé (há mais de dois anos e meio) DONALD TRUMP,

 

Eis que o NEW YORK TIMES na sua “Saga Demolidora” e sem fim à vista tendo como objetivo fazer desaparecer do seu horizonte visual (e de uma forma definitiva) o Presidente eleito dos EUA (o desejo de toda a liderança do “velho” partido Democrata)

 

– Para o melhor e para o pior ainda Vivo e bem Ativo

 

Ajudando a promover o livro (denegrindo Trump) e os seus autores (fazendo o papel não de “Whistleblowers”, mas de “Leakers”) e simultaneamente aproveitando-se de alguns dos seus parágrafos (mais atuais, mais impactantes, mesmo baseando-se “no que alguém disse, a partir do que outro tinha dito”)

 

Trump-Locker-Room-Cartoon-58b8fdb25f9b58af5cc8205d

(cartoon de Daniel Kurtzman/Cagle Cartoons/liveabout.com,

mostrando-nos Trump no seu balneário a bater no Tio Sam, com as armas à sua mão)

 

− Ou não fosse Trump o tema –

 

E para se manter na corrida da campanha Anti-Trump (talvez na liderança)

 

E mesmo que podendo correr o risco de recorrer (de novo) a FAKE NEWS –

 

Colocando-se frontalmente contra os Trumpistas e não resistindo (à tentação), lançando “Mais Uma Bomba (Bombástica) Sobre Trump(sabendo eles como sabem, qual a reflexão de mais um possível escândalo, no aumento das tiragens/visualizações dos jornais/média):

 

Envolvendo entre outros crocodilos na sua nova função de guarda-fronteiriço (eventualmente nomeados por Trump),

 

Comendo logo ali os “ILLEGAL ALIENS

(só o prenúncio da frase dando logo multa por “racismo” de 250$ em Nova Iorque)

 

E desse modo resolvendo logo ali o problema.

 

99 Interesting Quotes That Will Change How You See

(Noam Chomsky, cientista, filósofo e ativista político norte-americano de esquerda,

em imagem retirada do site thinkinghumanity.com)

 

 

Segundo o “disse-que-disse” dos Anti-Trumpistas, um “disse-que-disse” atribuído a Trump, como se o Mundo se importasse, como se o Mundo só fosse isso!

 

Um país com 2 partidos (únicos com acesso sem qualquer tipo de restrições ao poder) e 1 única ideologia, tal como as duas faces da mesma moeda (neste caso o dólar) e tal como alguém com Dupla Personalidade (sabendo-o e ignorando-o, como fazem os doentes).

 

E com o Mundo a não ser só, Pró-Trump ou Contra-Trump, a não estar só, Contra ou a Favor (como o programa semanal do Novo Regime Português, devendo-se chamar não Prós e Contras, mas Prós e a Favor/ou favores)

 

− A não ser só a P/B –

 

Mas a desejar unicamente que pensem em Todos Nós, na Fauna & na Flora, nos nossos Antepassados, nos nossos Filhos e na Terra.

 

“Como um Arco-Íris, só isso!”

 

(imagens: usbacklash.org − liveabout.com − thinkinghumanity.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:34

02
Out 19

[O desejo de um dos possíveis adversários do REP Donald Trump – a DEM Kamala Harris − para já (mas certamente com a CNN em reflexão) não passando de mais uma Fake News.]

 

Pres. Trump's "Twitter account should be suspended," says Kamala Harris.

(Anderson Cooper 360°/@AC360/twitter.com)

 

XeMAdZb7bjm1uiW6.jpg

Kamala Harris suggests Twitter shut Trump down

(boingboing.net)

 

Sem nenhuma autoridade para tal (como o faria a NSA impondo restrições e acessos) e servindo-se da sua exposição pública (apresentando-se na CNN como membro do partido Democrata na Câmara de Representantes de maioria DEM), com Kamala Harris (por acaso candidata à nomeação DEM para as eleições Presidenciais de 2020, sendo a 4ª/5ª nas intenções de voto) sugerindo que se desligue (o mais rapidamente possível) o “telefone(modernamente denominado Twitter) do residente da Casa Branca, na lista telefónica identificado como Donald Trump (por sinal o atual Presidente dos EUA e candidato REP às eleições Presidenciais de 2020 − para um possível 2º mandato).

 

E assim “A Caça às Bruxas” continua (pelo menos até 3 de novembro de 2020, data das Presidenciais) – tornando-se, no entanto, cada vez mais aborrecida, por ser sempre o mesmo enredo, o mesmo protagonista e (no fundo) o mesmo filme.

 

(imagem: CNN)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:27

01
Out 19

E depois de utilizado (o canudo) ficando para nós

o que estava enrolado à volta dele (o papel, antes branco agora colorido).

 

c457766fd49ded9d5d867741a43127b4.jpg

 

[Para se compreender a mentalidade de quem “Controla o Mundo (e fazendo parte do rebanho, queiramos ou não, a nossa) estejam atentos à, parecendo um título de um filme não o sendo, “Evolução de Greta (no diagnóstico oficial/inicial antes apenas jovem, agora também doente) − do Passado (desde que se tornou figura pública, introduzindo-se no “Espetáculo”) até ao Futuro, esperando não ser num relance esquecida (Já Tá Indo? Não Sabia!): utilizando todos os órgãos dos sentidos e esperando que por experiência (e sem filtros) aprendam.]

 

Nos seus ataques vergonhosos e impiedosos (de grupos de acesso restrito, detendo a esmagadora maioria do dinheiro, das armas e dos média) retratando imediata e descaradamente na sua presa (aqui o coletivo/o rebanho, esperando que apesar de percecionar/tal como o pastor, por educação e formação/do cão-fiel, acabando por não sentir/a presença do lobo) a imagem fidedigna do seu predador (na generalidade e traduzindo, do nosso representante político, tenha optado pelo público, pelo privado ou pela opção mista e ao qual demos carta-branca),

 

Vendo-se claramente (e já aí)

como o Rei vai nu

 

Tudo serve no presente − neste período de desprezo pelo diálogo (onde proliferam, vindo de todos os lados, os “Opinion Makers” e as “Fake News”)  dando (para já e numa 1º fase) a primazia ao conflito − para abater o nosso adversário (tal como na passado, mas agora de uma forma muito mais exacerbada) mesmo que utilizando contra o que seria moralmente  expetável as reprováveis (degradantes, execráveis, criminosas) armas e estratégias deste: sendo ainda mais preocupante que declarado esse conflito já lá vai mais de dois anos e  meio (tomada de posse do 45º Presidente dos EUA) e sabendo-se estar o centro do mesmo a desenvolver-se (e a Evoluir) atualmente no interior do território da Maior Potencia Global os Estados unidos da América  (com sede no “pântano” de Washington DC) − envergonhando os EUA (externamente) e afetando a sua credibilidade no Mundo (e acelerando a sus decadência como Império) – a caótica (disparando em todas as direções e atingindo sobretudo, estando no meio de DEM’s e de REP’s, os cidadãos inocentes) saga DEMOCRATAS Vs. TRUMP se reabilite substituindo “A Colisão com a Rússia” pela sua sequela “A Colisão com a Ucrânia”.

 

NEASE_(Fake_News)[2]___Super_Portrait.jpg

 

“Retomando-se assim a História Russa (1ª temporada) mas agora com ramificações com a Ucrânia (2ª temporada) − em estilo de sequela e mantendo-se (para além da base de toda a equipa técnica, sem dúvida Democrata e pelo menos por mais um ano e meio) a dupla de Protagonistas (Trump e Putin).”

 

Não aceitando a derrota sofrida em finais de 2016 nas Presidenciais Norte-Americanas − levando à derrota estrondosa (depois de arrumado SANDERS, pela queda) de HILLARY e à vitória surpreendente (nem o próprio acreditando, no momento) de TRUMP − desrespeitando o Presidente dos EUA, todos os cidadãos norte-americanos que legalmente o elegeram (os tais “deploráveis” segundo Hillary) e como tal e no final, a própria “Constituição Norte-Americana” e as “Razões da Fundação do seu país” (que disseram defender, não o fazendo, que “Maior Traição” haverá) – “como diria qualquer norte-americano integrado, patriota, defensor de si como dos seus e estando orgulhoso do seu país” – com os DEM em vez de reconhecerem os seus próprios erros e optarem por uma política até mais condigna com o seu nome (Partido DEMOCRATA) a, em vez de servirem o seu Povo levando até às instituições Superiores e com Poder (tendo aí maioria, como a Câmara dos Representantes, a sua Assembleia da Republica) todos os problemas básicos dos norte-americanos e de organização da sua sociedade, escolhendo consciente e deliberadamente (sabendo das consequências graves que daí podiam advir, arriscando-se à criação de um cenário propício de “Guerra Civil”)  por servir-se deles até ao limite  (da miséria até à morte e daí ao esquecimento) atirando-os como objetos/descartáveis/deploráveis para a rua e incitando-os (como se fossem uma massa bruta e irracional) − e aqui sendo impossível não recordar as estratégias dos terroristas do Exército Islâmico, por coincidência uma criação do longo braço militar da Máquina de Guerra Norte-Americana − à decapitação e à exibição pública da cabeça do Traidor, aqueles em que votaram, o seu Presidente! E aí cortando a sua própria cabeça e oferecendo-a (num prato talvez com talheres, na dúvida podendo ser um ato racista) ao novo Déspota (qual seria a diferença tendo Hillary ou Biden, sabendo-se o que foi Obama), reinando num país de poder único, não se sabendo bipolar, tantas as hipóteses oferecidas (no antes “Sonho Americano”, agora “Pesadelo Climatizado”).

 

“Muito provavelmente com Donald Trump a “ainda-estar-vivo” aquando das Eleições Presidenciais de 2020 nos EUA − sendo naturalmente o candidato REP − e com os Democratas postos no presente perante a sua mais forte aposta o ex-VP de Obama Joe Biden – sendo naturalmente o candidato DEM – “sabendo-se das capacidades de um e da falta de capacidades do outro”, podendo não haver outra solução senão mesmo a adoção de qualquer tipo (que seja, mesmo que extremo) de “IMPEDIMENTO (IMPEACHMENT)”: de modo a remover de vez o perigoso obstáculo.”

 

14baker-superJumbo.jpg

 

Com o despoletar de mais Evento tendo como epicentro o partido Democrata (seja ele o que for hoje, seja qual for a sua orientação e ideologia, tal a abertura dada pelo mesmo,  tentando chamar a si o máximo de cidadãos − mesmo que nele integrando entre outras minorias estratégicas os “deploráveis”− na sua campanha de “Caça-ao-Boneco-Diabólico DT”) e o alvo das sucessivas ondas de choque Donald Trump − e esquecendo tudo o que está para trás e à volta, de modo a melhor conduzir a besta aplicando-lhe palas mediáticas (um processo muito utilizado tanto por DEM como por REP) – a iniciar-se numa conversa eventualmente tida por TRUMP com ZELENSKI (atual presidente da Ucrânia) levantando fortes e antigas suspeitas de corrupção em negócios envolvendo BIDEN e o seu filho (na Ucrânia mas podendo estender-se a outros negócios e territórios como o da CHINA), sendo levada ao conhecimento dos DEM, levando-os de imediato a acusar TRUMP de “traição-à-pátria”, pelos vistos por atacar um antigo VP e um potencial candidato (DEM) a próximo Presidente dos EUA, ou seja, interferindo e entrando em colisão (antes por interferência russa, agora ucraniana) com as Eleições Presidenciais Norte-Americanas: para muitos assistindo a este episódio e apenas observando e daí tirando conclusões sem ligações nem concessões partidárias, algo de extremamente perturbador quando um Presidente para poder revelar a verdade (neste caso já antigo e até baseado em factos poderosos, mas nunca completamente investigados) se tem que transformar no seu próprio país e como seu Comandante num “WHISTLEBLOWER”interessado na informação (única forma de denunciar o crime, de algo ou de alguém) −  com todos os outros rodeando-o (num extremo ou no outro, mas do mesmo lado da barricada), que o deveriam proteger − dado pertencerem à mesma Máquina (à mesma Engrenagem que todos sustenta desde que pertençam ao partido único (DEM/REP) – e colocando-se ao lado do “LEAKER”interessado na contribuição − apenas desejando selvaticamente o seu Escalpe. No fundo o Nosso! Até porque se para alguns a necessidade de fazer desaparecer TRUMP é cada-vez-mais-urgente, ninguém nos podendo garantir que o seu sucessor (previsto por outros como o nosso salvador) não será ainda pior.

 

affiliate_post_AreBillionairesLeadingAmericaToward

 

[O que está neste momento a suceder na estrutura hierárquica do poder controlado pelo tão propalado Estado Profundo (que para já ninguém sabe bem quem é, ou por qualquer circunstância não identifica), é que um grupo de intermediários desde há muito constituindo a pirâmide a nível de privilégios (por direitos pelos mesmos achados e tornados adquiridos) está a ser posto em causa – logo à frente estando os administradores/gestores e os políticos & associados (público-privados e como uma praga com fortes interligações estando em todo o lado) perdendo a delegação de poderes por desistência dos Milionários (reparando finalmente na utilidade prática de ambos) − podendo-se colocar familiares e já como  tal acontece – tanto para os patrões como para os empregados: para já apenas os derrotados (daí a virulência indescritível da sua resposta) os DEM, mas amanhã (e isso podendo virar-se contra Trump, a última réstia de esperança DEM) estendendo-se a todos e aos REP. Temendo-se pela repercussão (desta luta fratricida, em curso no Poder) nos mais de 300 (milhões de norte-americanos) e do eco repetido na cabeça dos mais de 7,5 (biliões de terrestres).]

 

Quando chegará o dia em que concluiremos que o Mundo é controlado por (alguém inicialmente sendo) um “Pobre e Ignorante”, sabendo-se rodear, no entanto (por pura pratica e experiência) por “Ricos e Doutores (os tais tendo, a “Escola Toda”)?

Naturalmente um dia chegaria, em que educados os filhos do “Pobre e Ignorante” − e tal como acontece com toda a gente deste Mundo − os “Ricos e Doutores” tornados então desnecessários (por excedentários) seriam de imediato dispensados.

 

(imagens: pintrest.com – Steve Nease/durhamregion.com – nytimes.com − trofire.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:50

29
Set 19

“Desde finais de 2016 com os EUA em estado de “Guerra Civil (Política e Interna) pouco se importando (aliás como sempre, mas agora de uma forma extrema) com o que se passa no Resto do Mundo − sejam eles “Assange (iniciativa de interesse público) ou “Greta (iniciativa de interesse privado).”

 

hali5cr-e1559434574519.jpg

Greta Thurnberg

por Jody Thomas

(a ativista, segundo o autor do mural)

Até no nível da água e na presença da emergência (climática) se constatam os diferentes tipos de envolvimento e de credibilidade (do topo à base)

 

Com toda a informação que nos chega (e que replicamos continuamente e sem limites) a ter como origem e fonte de criação (esmagadora, uns 99,9%) os Estados Unidos da Américacom essa função a ser atribuída aos seus poderosos Média (sustentadas pelas grandes Corporações Multinacionais com sede em Washington DC) comandando a partir do interior do seu território (a Sede) todas as Vias de Comunicação Global (as Filiais) – e estando a considerada Grande Potência Global (Económica/Financeira/Militar) a pouco mais de um ano de novas Eleições Presidenciais (marcadas para a terça-feira, de 3 de novembro de 2020) – abrindo-se um período de tempo em que a campanha se tornará cada vez mais violenta e agressiva, tendo no centro o atual presidente (incessantemente atacado pelos Democratas), candidatando-se para um 2º mandato e desde já sendo objeto do início de um processo de “Impeachment com assinatura da Câmara dos Representantes com maioria Democrata − sabendo existir acima dela o Senado de maioria Republicana (impedindo aí o prosseguimento, do processo de “Impedimento”), mas contando como sempre com o apoio esmagador dos Média (norte-americanos) controlando não só 99,9% do mercado Global de Comunicação & Informação, como a esmagadora maioria (quase de uma forma totalitária) dos órgãos de Comunicação Social internos e seus − não podendo ser jornalistas − “fazedores-de-opinião (como se diz agora) ou “redutores-de-cabeças (como se dizia antes). Daí o misto de “Caos-e-a-Loucura” esperado (há muito pré-instalado, talvez já bem adiantado), só se desejando limitar-se ao interior das Fronteiras (do território dos EUA).

 

tim190624v1_sinking.cover_-srgb.jpg

António Guterres

Secretário-Geral da ONU

(capa da revista Time)

Uns (sem acesso ao poder, mais exaltados) com a água a dar-lhes pelo nariz, outros (com acesso ao poder, mais responsáveis) a dar-lhes pelos joelhos

 

Sendo pois duvidosa após a presença de ambos – o velho de 73 anos Donald Trump e a jovem de 16 anos Greta Thunberg − pelas mesmas áreas de Nova Iorque mais rigorosamente pela UN (pelos mesmas salas e corredores, cruzando-se e a jovem olhando e o velho evitando)  e escutando a evolução do ECO (as possíveis ondas-de-choque emitidas) saído dessas conferências e encontros aí realizados (e mundialmente divulgados, dada presença lado-a-lado e em exclusivo, “da Bela/Greta e do Monstro/Trump”), que face à Torrente Incontrolável e Esmagadora de Notícias correndo sem descanso e sem fim-à-vista (no Espaço como no Tempo) atrás de Donald Trump − sugando tudo o que apareça à sua volta (EUA) ou nas proximidades (Resto do Mundo) – serão escassas as hipóteses da campanha e segundo o hipotético modelo original da mesma prevalecer (se alguma vez tivesse existido algum modelo, para além da presença da miúda), com os promotores e financiadores da mesma a apoderarem-se dela (da campanha, da miúda, como pedófilos) chamando-a a si como seus reais criadores e introduzindo-a na Campanha − naturalmente naquele grupo dos que dizem reconhecer “As Alterações Climáticas (para além de obviamente o Poder) ou seja (num Estado de partido único e sendo bipolar) os outros (refletidos no espelho) os Democratas. Bastando para tal afogar Greta como já fizeram (os mesmos, fossem pró ou contra, no final tudo a favor) cobardemente e pelas costas com Assange.

 

(imagens: Mural em Bristol/UK em lifeandsoulmagazine.com – time.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:42

25
Set 19

24 de SETEMBRO de 2019

Data Comemorativa do Calendário Democrata

 

"Today, I’m announcing the House of Representatives moving forward

with an official impeachment inquiry."

(Nancy Pelosi)

 

sh-1.jpg

Nancy Pelosi dando com o seu martelo

de Presidente da Câmara dos Representantes

(3º nível hierárquico/maioria DEM)

Na cabeça de Donald Trump o atual Presidente dos EUA

(1º nível hierárquico/REP)

Pensando com a sua arma branca ultrapassar o Senado

(2º nível hierárquico/maioria REP)

 

Tudo isto porque Donald Trump (aqui o POLÍCIA) se mostrou eventualmente interessado (ou não viessem aí as Presidenciais de 2020, sendo Joe Biden o principal candidato DEM) nos negócios do filho de Joe Biden (aqui o LADRÃO) quando este último era Vice-Presidente dos EUA (no período de Barack Obama),

 

Nessa altura ajudando graciosamente o seu filho em negócios bastante obscuros talvez mesmo ilegais (incluindo dinheiro e chantagens entre representantes de dois países), envolvendo o negócio da energia curiosamente na destroçada (e entregue literalmente “aos bichos”) Ucrânia.

 

Mas mais uma vez para estes Democratas “Violentos & Furiosos” bastando (segundo eles) refazer a História (como se todos tivéssemos sido vítimas de lobotomia direcionada) passando o Polícia a Ladrão e Vice-Versa – e encomendando-se desde logo a tão desejada e esperada (desde finais de 2016) Ordem de Prisão (Impeachment).

 

nancy-pelosi-vs-donald-trump.jpg

Desde a sua tomada de posse como 45º Presidente dos EUA em janeiro de 2017 − quando o deveria ter sido H. C. (“literalmente eliminando” do mapa nas primárias, o candidato com mais apoiantes e que deveria ter sido efetivamente nomeado B. S.) – sendo ininterruptamente perseguido pelos Democratas com a ameaça de “Impeachment”, ontem entrando “em colisão” com a Rússia, hoje com a Ucrânia; apresentando-nos como prova irrefutável um “prato-vazio” (nem sequer se vendo o conduto) e com Trump a apontar o destino de mais esta tentativa (o das outras)

 

Podendo esta data tornar-se marcante para a INACREDITÁVEL reeleição de DONALD TRUMP para um 2º mandato como PRESIDENTE dos EUA − ou seja, com ele até finais de 2024: uma hipótese tornada agora EXTRAMAMENTE VIÁVEL por CREDÍVEL (testada anteriormente com enorme sucesso) dada a autoria ser dos mesmos que o lá colocaram com um EXITO SURPREENDENTE – na Casa Branca desde Janeiro de 2017: 24 de Setembro de 2019.

 

"The President must be held accountable. No one is above the law"

House Speaker Nancy Pelosi, 9-24-2019

(boingboing.net)

 

Com a Presidente da Câmara dos Representantes dos EUA (com maioria do partido Democrata − ao contrário do que ocorre no Senado, de maioria Republicana) a democrata NANCY PELOSI a anunciar final e oficialmente o lançamento imediato de um Inquérito levando ao IMPEDINENTO do Presidente dos EUA, falando constantemente de TRAIÇÕES (nenhuma delas especificadas) eventualmente cometidas e envolvendo DONALD TRUMP – atuando “contra os seus próprios deveres como Presidente, contra os interesses de Defesa Nacional dos EUA e ainda contra o processo eleitoral”.

 

Nem mais!

 

(imagens: boingboing.net – patriotfires.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 11:27

14
Set 19

Será?

 

Tudo isto se passando durante um jantar entre membros do partido Republicano, quando se pensava que Donald Trump (como todos, aproveitando a oportunidade) não deixaria escapar o debate (desse dia) entre os candidatos Democratas (na corrida para as Presidenciais de 2020), para falar neles e aí os atacar (e não resistindo gozar) − como o faria de seguida, mas só depois de atacar os LED’S e de defender as INCANDESCENTES.

 

HE THINKS LED MAKE HIM LOOK ORANGE

(boingboing.net)

 

trump.jpg

I look orange but so do you because of energy-efficient light bulbs

(Donald Trump/nbcnews.com)

 

"The light bulb. People said what's with the light bulb. I said here's the story, and I looked at it. The bulb that we're being forced to use. Number one, to me, most importantly, the light's no good. I always look orange. And so do you. The light is the worst." (Donald Trump/The Hill/@thehill/twitter.com/boingboing.net)

 

"The light is the worst, it's many times more expensive than that old incandescent bulb that worked very well. And the light is not as good, we're going to sell that, but we’re also going to sell incandescent bulbs." (Donald Trump/nbcnews.com)

 

Terminando como sempre (por um lado) e nesta Nova Era de TRUMP com toda a plateia Republicana, feliz e às gargalhadas – “The audience at the 2019 House Republican Conference Member Retreat Dinner laughed …” (nbcnews.com) – enquanto (por outro lado) à sua volta e como num Circo (com o povo dentro das jaulas), ouvindo-se outras gargalhadas, bem notórias gozações e o eco de todos os “Pró ou a Favor (dizendo-se Anti-Trumpistas).

 

(imagem: boingboing.net)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:00

11
Set 19

[Made in USA]

 

Choque (frontal?) & Suspiros (de alívio?)!

 

TRUMP FIRES JOHN BOLTON

Washington (CNN):

President Donald Trump abruptly announced in a tweet Tuesday

that he has asked national security adviser John Bolton to resign.

 

boltonnnnn.jpg

Trump fires John Bolton's moustache

(boingboing.net − 10/09/2019

 

“I informed John Bolton last night that his services are no longer needed at the White House. I disagreed strongly with many of his suggestions, as did others in the Administration, and therefore. I asked John for his resignation, which was given to me this morning. I thank John very much for his service. I will be naming a new National Security Advisor next week.” (Donald J. Trump/@realDonaldTrump/twitter.com/10.09.2019 − 08:58)

 

Com Donald Trump demitindo John Bolton (um "Falcão") pelo Twitter (@realDonaldTrump/twitter.com) e com este último utilizando a mesma ferramenta (@AmbJohnBolton/twitter.com) respondendo de imediato (em 12 minutos) − demonstrando mais uma vez a popularidade do Twitter:

 

“I offered to resign last night and President Trump said, "Let's talk about it tomorrow." (John Bolton/@AmbJohnBolton/twitter.com/10.09.2019 − 09:10)

 

Nada mais havendo a fazer e sabendo quem estava a enfrentar − Donald Trump (o 45º Presidente e Milionário Norte-Americano) − com John Bolton a apresentar a sua (óbvia e pelos vistos pré-planeada) inadiável (inevitável) demissão (de Conselheiro Nacional de Segurança):

 

“I hereby resign, effective immediately, as Assistant to the President for National Security Affairs,” Bolton’s letter reads. “Thank you for having afforded me this opportunity to serve our country.” (John Bolton resignation letter to Donald Trump/The White House – Washington − 10.09.2019)

 

Uma decisão para muitos considerada inesperada senão mesmo surpreendente, por assumida por um Presidente (nomeado por 4 anos, 2017/2020) num primeiro período do seu reinado (largo de 2,5 anos) parecendo ter optado pela confrontação em vez de pelo diálogo – Rússia, China, Síria, Irão, Iémen, Venezuela, etc. − para após um sobressalto para muitos sendo impercetível (real ou imaginário, mas preparando um outro cenário, talvez ou não, idêntico e de substituição) pretender (num período curto de 1,5 anos, o que lhe resta para cumprir este mandato, caso não seja reeleito) aparentemente e não mudando de rumo, mudar de estratégia: correndo para já (para fora da Administração da Casa Branca) com um dos mais notórios “Falcões” e deixando (pelo menos temporariamente, talvez até ao início de 2021) questões (perigosas para o Mundo) como as do Irão num novo e desconhecido “banho-maria”.

 

(imagem: boingboing.net)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:06

Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO