Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

23
Set 19

(1) Quando um novo objeto INTERESTELAR entra no nosso SISTEMA (caso do asteroide C/2019 Q4),

 

snapshot 1.jpg

C/2019 Q4

Objeto natural (cometa)

ou artificial (sonda)?

 

(2) Quando os avistamentos de OBJETOS VOADORES desconhecidos registam (nomeadamente nos EUA) um notório crescimento (como o de 19 de Agosto em Las Vegas, com a presença de um ORB e de um OBJETO DE FORMA CILÍNDRICA),

 

(3) Quando os próprios iranianos se confrontam com a presença de OBJETOS VOADORES NÃO IDENTIFICADOS circulando a velocidades incríveis e executando manobras impossíveis (como o Evento ocorrido a 7 de Setembro perto da fronteira com o Paquistão e levando os iranianos a colocar em ação as suas defesas antiaéreas),

 

(4) Quando a própria Marinha dos EUA nos informa da fuga indevida de documentos secretos envolvendo imagens de pretensos UFO’S afirmando (em termos de lamentação e dada a sensibilidade do assunto) que tal nunca deveria ter sucedido (mesmo sendo esses factos e segundo esses mesmos responsáveis reais),

 

(5) Quando até no território dos EUA (talvez não se apercebendo disso os estrangeiros, mas sendo de longe a maior potência terrestre) se encontrava marcada uma grande concentração aparentemente destinada a exigir e conseguir a imediata libertação da COMUNIDADE ALIENÍGENA aqui residente (na Terra e pelo que se diz, não utilizando pulseira eletrónica, logo, com âmbito de deslocação limitado e resumido a prisão domiciliária)

 

− Com a marcação da Grande Concentração de 20 de Setembro em torno da ÁREA 51, tendo como missão o desmascarar das experiências levadas a cabo nessa base secreta pelo governo norte-americano (sobre seres podendo ser terrestres ou extraterrestres, neste segundo caso seres semelhantes aos de Roswell) e a libertação imediata dos alienígenas aí presos (acabando tudo desmarcado e sem alienígenas)

 

fake-area-51-1.jpg

ÁREA 51

They Can’t Stop Us All

(mas no entanto sendo poucos)

 

(6) Eis que juntando-se a este contingente cada dia que passa mais numeroso em número de testemunhas (desde as que de facto viram às que simplesmente escutaram), por interesse e estratégia (não tanto cientifico/tecnológica, mas sobretudo de Mercado e Financiamento) e certamente não querendo ficar para trás (da Space X, da Virgin Galactic e da Blue Origin), a BIGELOW AEROSPACE (do bem-sucedido homem-de-negócios norte-americano Robert Thomas Bigelow) publica um Vídeo (a 20 de Setembro) no mínimo enigmático (como todos e para adensar o mistério, um pouco confuso, dada a fraca resolução):

 

Nele surgindo um ORB (uma esfera ou globo) e uma ENTIDADE (supostamente sentado a uma mesa), no interior de um habitáculo fechado (selado, nada podendo entrar ou sair).

 

(7) E nada de significativo se percebendo da contribuição da BIGELOW AEROSPACE com o seu vídeo editado no Twitter (a 20.09)

 

− Para além da suspensão deixada no ar pela confusão da afirmação

(referindo-se ao dito vídeo)

OUR SMALL CONTRIBUTION

 

Chegando-se à conclusão de se tratar de mais uma mera “Promoção”: chamando a si os Alienígenas não do México, mas do Espaço.

 

Faltando para estar completo e perfeito e de acordo com a Moda em curso (dado o cenário reinante no território norte-americano) tratar-se de preferência (não de homenzinhos, mas) de MULHERZINHAS-VERDES.

 

bigelow-orb-being video.jpg

BIGELOW AEROSPACE

Supostamente com um ORB e algo mais na imagem

(publicado no seu Twitter)

 

(8) Sentado na velha poltrona colocada estrategicamente na açoteia lá de casa (com os figos a secar) de modo a pensar (refletir, incorporando) e a usufruir deste céu límpido, noturno e estrelado do sul de Portugal

 

− Um Céu cheio de Estrelas, certamente cheio de Vida

 

Não podendo deixar de contrapor (como numa Balança à procura de Equilíbrio, não só próprio e por calibragem, ou seja artificial, mas num cenário de enquadramento ambiental, sem “borbotos”, natural) o que aqui se tem passado e se passa (na Terra), face ao que ali se passará (se passou, se passa e se passará, de modo concorrencial ou em paralelo) certamente (no Espaço Exterior) no nosso Futuro (encerrado o Ciclo terrestre e estando pronto para um novo Salto):

 

Em princípio, decorrendo tudo normalmente e tal como hoje já há muito acontece (pelos vistos tendo-se tornado um hábito, desígnio e razão de sobrevivência),

 

Com os CALCINADOS ditos descarbonizados dirigindo-se para Marte (a Elite detentora do dinheiro),

 

Com os DESCARBONIZADOS (por falta de um elemento químico fundamental da tabela periódica) nunca tendo existido já mortos e extintos (da cura errada para a doença)

 

E com os CARBONIZADOS no espaço e no tempo invariavelmente existentes (dos cerca de 7,5 biliões, os excedentes, todos nós) como sempre e por destino (“Fado, Futebol & Fátima”) a ficarem (para trás).

 

(imagens: Mystery News/youtube.com − mixmag.net – Bigelow Aerospace/twitter.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:21

01
Fev 16

Desculpem lá esta coisinha mas os norte-americanos são irresistíveis!
(de mais estas vindas dos Estados Unidos e com as presidenciais no horizonte)

 

I

 

A Razão pela qual HC poderá não ser Presidente

 

Na procura incessante das respostas que nos possam “Oferecer o Mundo” (por vezes por simples fenómenos de ação/reação de algum tipo de enzima que nos proporcione tais atitudes/comportamentos), chegamos sistematicamente e sem saber bem porquê às suposições do costume (oficiais e indiscutíveis): desde que atribuídas a Entidades Superiores (as Chefias) previa e devidamente certificadas (com a anuência coagida mas democrática dos seus respetivos subalternos).

 

Nesse sentido e no cumprimento do seu dever (como um qualquer rebanho dirigido pelo seu chefe ocasional), demonstrando uma capacidade qualitativa diminuída mas quantitativamente insuperável (o que deles esperamos é a Continuidade ou seja indiferença e status quo), muitas vezes desmentidas por ações e (vejam lá) por meras expressões físicas, momentâneas e comportamentais (simulações faciais). Sendo esse o “caso contrário” de HC ao mesmo tempo convidando-nos ao lado mau do espanto e simultaneamente ao lado bom da indiferença (no fundo a algo e ao seu contrário) – como se acreditasse em ET’s, gozasse com a sua existência e fosse (apenas) um deles (mais um)!

 

Convencendo-nos da verdade (evidente) de que nós também o somos (alienígenas) – até agora vistos como estranhos numa terra também estranha.

 

À primeira vista até parece!

 

Hilary-UFO-631308.jpg

Estará HC numa posição privilegiada?
Ou será apenas mais uma máscara?
(talvez disso dependendo a sua eleição a Presidente)

 

E como eu sei que a “Verdade anda mesmo por aí” (que o digam os X-Files) acredito mesmo que HC não deverá ser deste Mundo. E se alguém ainda tiver algum tipo de dúvidas (de que estamos perante uma luta de morte entre a preservação do Estado Corporativo e o Estado das Corporações), basta olhar para a sua ação e para a sua expressão: se eu fosse um alienígena afirmaria o mesmo sobre ela (HC). O que desperta entre todos (neste caso os eleitores) um sentimento de desconfiança (e de apreensão): será que eu estive durante anos, olhando sempre para o Céu (alguns diziam para a Lua chamando-me mesmo lunático), à procura de um Deus (algo que fosse o objeto original, mas jamais à nossa imagem) e no encalce de um milagre (a sua obra suprema superando a nossa realidade), apenas para me darem um boneco (insuflável e disponível) orientando-se pelas marés? Com tantos pontapés (na inteligência e no rabo) é claro que não!

 

Razão pela qual também não sou certificado (mas já o tendo sido antes – já agora falo de mim) hoje em dia perdido e sendo apenas tolerado (reconhecendo que para já, pois amanhã logo se verá). E pela qual outros subprodutos (que não eu) atingem a celebridade (a única forma que o poder tem para se perpetuar esmagando a concorrência – boa, má ou de outra origem qualquer) e até ganham eleições (poder): mesmo não acreditando nisso e face a opositores de grande peso (mais terrestres do que extraterrestres). Como sempre nestas histórias com o mesmo resultado: não ganha o terrestre, não ganha o extraterrestre…ganha sempre o capataz – “3 vezes 9 vinte e sete, 2+7 dá nove e 9’s fora dá nada” um verdadeiro Zero (e já agora neste esquema qual é o teu verdadeiro lugar?)!

 

(imagem: WEB)

 

II

 

A Influência Extraterrestre nas Presidenciais US 2016

 

“Para a concretização eficaz de um projeto toda a influência deve ser contabilizada”
(pelo menos é o que parece pensar a candidata Hillary Clinton)

 

hillary-ufo-embed.jpg

Autoestrada Extraterrestre
(destino Casa Branca)

 

Clinton promises to investigate UFOs
(conwaydailysun.com)

 

Se alguém ainda tinha dúvidas sobre a supremacia demonstrada pelos US durante anos e anos consecutivos e progressivamente generalizada a nível global (falando naturalmente do planeta Terra), com a campanha presidencial de 2016 ficamos a saber que a estratégia de alguns dos seus candidatos não se limita apenas à Terra (e aos seus habitantes) estendendo-se agora numa tática de expansão (e se possível de colonização) ao longo do Espaço Exterior (e aos prováveis alienígenas).

 

Here's Why 2016 Might Be the UFO Disclosure Year
(hubpages.com)

 

Sendo portanto uma evidência que a pouco-e-pouco e de uma forma bastante silenciosa (o segredo é a alma do negócio) os US vão apontando as suas baterias duma forma decisiva e irreversível para a conquista do exterior, com a próxima fronteira a ser alcançada (e ultrapassada) a apontar para o Espaço.

 

They say that if elected President of the United States, Hillary Clinton will likely continue her husband's efforts to gain access to the classified UFO files, and to finally disclose what the government knows about the issue.
(hubpages.com)

 

a3711229447_16.jpg

Identificando o verdadeiro problema?
(weeklyworldnews.com)

 

E com a Terra a atingir os seus limites de população, exploração, extração e poluição facilmente se chega à conclusão que o espaço disponibilizado pelo nosso planeta é cada vez mais diminuto (para tanta ambição de tão poucos) tornando-se obrigatório que para a sua manutenção, transformação e evolução se expanda e reproduza – pois só replicando processos se controla um sistema usufruindo-o e sobrevivendo (a esperança não concretizável de tantos – caso contrário seria o suicídio do sistema e da sua própria elite). Isto porque obviamente e seguindo uma linha de pensamento estritamente comercial (sem trocas e negociações não há movimento nem vida) o espaço não se partilha explora-se!

 

We'll Find Alien Life in This Lifetime, Scientists Tell
(space.com)

 

E nisso os US poderão continuar a ser a vanguarda como especialistas na Terra e descobridores de outros mundos – apesar de ultimamente, ao contrário do que agora sugerem (fazendo o Homem abandonar a Conquista do Espaço e atribuindo essa função a meras máquinas) e ao contrário do que na realidade tem feito (investido) reduzirem drasticamente o orçamento da NASA, à primeira vista com a intenção de acabar com ela mas agora mesmo de vez (tornando-a mais soft, de carater educativo e de ligação com a sociedade, mas trabalhando na sombra de uma outra agência mais poderosa, secreta e controlada financeiramente por privados e militares). Mesmo com contributos de outros.


In June, the Russian billionaire Yuri Milner pledged $100 million to fund an ambitious new research program, spread across several academic institutions. That’s the largest cash gift in SETI’s history, and Siemion hopes it will inspire others.
(theatlantic.com)

 

FBI-and-WIKILEAKS-CONFIRMS-Extraterrestrials-Visit

A presença extraterrestre
(nos EUA)

 

Ou não soubessem os políticos de antemão que tudo é de aproveitar se queremos mesmo ganhar – ou não andasse a verdade por aí e na companhia de alienígenas (até dos alieno-mexicanos de Trump).

 

(texto: escrito a partir de informações aqui a negrito tiradas do artigo: An Alien Hunter’s Guide to the 2016 Election/Daniel Oberhauss/January 26, 2016/vice.com – imagens: bendedreality.com e usatwentyfour.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:37

Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO