Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

23
Mai 20

Pelas 12.05 TMG deste sábado (23.05), a indicação dos 10 países (Top 10 Mundial) registando mais vítimas mortais (VM), de um total global de 340.500: 6 Europeus, 3 Americanos e 1 Asiático e com o único integrando o Hemisfério Sul, a ser o Brasil. E com o “Grupo TRUMP” (EUA+BRA+GB) a ser responsável por 46% das VM globais, por sinal e no presente os casos mais preocupantes.

 

CV1.jpg

 

Em Portugal atingindo-se hoje as 1.302 VM (+13) ─ 24º lugar na tabela de VM e registando-se 80 casos graves/críticos (em UCI). Com 7.705 recuperados (25,3%) e uma taxa de mortalidade de 4,3%.

 

CV2.jpg

 

Em termos de comparação e para cada Continente com a GB a liderar (em VM) na Europa, os EUA na América (e no Hemisfério Norte), o Irão na Ásia, o Egito em África e a Austrália na Oceânia. O Brasil liderando (em VM) no Hemisfério Sul. E com a taxa de mortalidade global nos 6,4% e a taxa de recuperação global nos 40,8%.

 

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:15

21
Mai 20

No caso de Portugal registando-se um total de 29.912 infetados (100%), 1.277 vítimas mortais (4,3%) e 93 em estado grave/crítico (UCI) ─ para além de 6.452 recuperados (21,6%).

 

X.jpg

 

Ultrapassados os 5.100.000 de infetados (100%), com mais de 330.000 vítimas mortais (6,5%) registadas e ainda mais de 2.000.000 de recuperados (39,9%), com vários países/continentes a serem ainda grandes fontes de preocupação (num percurso iniciado em janeiro, perto do fim do 5º mês de pandemia): entre outros e pelos últimos crescimentos registados, os  EUA (> 95.000 VM), o Brasil (>19.000 VM), a Grã-Bretanha (>36.000 VM), a Índia (>3.500 VM), o Perú (>3.000 VM), o Canadá (>6.000 VM), o México (>6.000 VM), o Equador (>2.800 VM), a Suécia (>3.800 VM), para além do continente Africano (uma incógnita total, dada a falta de testes, de confirmações, de assistência na saúde minimamente eficaz). E se na generalidade dos países o número de VM é o principal indicativo (com os seus líderes espirituais a estarem no continente Americano, um a norte, o outro a sul), no caso da Suécia inicialmente considerada como um exemplo, ao número crescente de VM devendo-se adicionar uma espécie de estratégia mista (fracassada/mortal) modelo TRUMP/BORIS/BOLSONARO.

 

Com o maior número de vítimas mortais registadas nas últimas 24 horas a verificarem-se no quarteto formado pelos EUA, pelo Brasil, pela Grã-Bretanha (domicílio dos 3 TRUMP’S) e ainda pelo México (o vizinho norte-americano, a dos “Aliens from the South”).

 

E ainda sendo conveniente observar o que se vai passando na China e na Coreia do Sul (os dois primeiros países, a serem atacados pelo vírus), até para se verificar se com o desconfinamento (aí já em curso) o vírus “regressa de novo”, possibilitando e reforçando a tese (uma das duas alternativas possíveis) de uma 2ª vaga.

 

[VM: Vítimas Mortais (pelas 17:00 TMG de 21.05.2020).]

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:22

12
Mai 20

E às 20:00 TMG com o Mundo a registar 4.324.731 infetados

(0,06% da população do planeta)

e 291.724 vítimas mortais

(6,75% dos infetados).

 

Portugal (terça-feira, 12 de maio): 27.913 infetados (amostra, 0,27% da população portuguesa), 1.163 vítimas mortais (taxa de mortalidade sobre a amostra de 4,17%), 113 em UCI e 114 Mortes/1 Milhão.

 

CV.jpg

 

Global (pelas 18:38 TMG de 12.05): como é visível no dia de hoje com o destaque a ir no Hemisfério Norte para os EUA (sob o comando do “Trump Norte-Americano”) e no Hemisfério Sul para o Brasil (sob o comando do “Trump Sul-Americano”). E entre eles meio escondido estando a Grã-Bretanha (sob o comando do “Trump Europeu”).

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:08

10
Mai 20

Concluído mais este interlúdio na História da Humanidade ─ como o já foram e só para dar como exemplo uma mão cheia e  num período de cerca de um século, o da Gripe Espanhola de 1908, da Grande Depressão de 1929, da Segunda Guerra Mundial de 1945, dos Ataques do 11 de Setembro de 2001 e agora da Pandemia Covid-19 ─ e mantendo-se o mesmos protagonistas, cientificamente e sem necessidade de cálculos extras, mantendo-se infelizmente tudo na mesma.

 

20200222_IRD001_0.jpg

 

Num momento em que vários países se devem relevar por diversas considerações e estratégias adotadas ─ como por exemplo (e só para citar 6) os EUA, a GB, a China, a Rússia, o Brasil e já agora a Suécia ─ para além do mais colocando em questão o significado do que serão de um lado países Desenvolvidos e do outro lado países Subdesenvolvidos, a evidente e concludente constatação de que o Hemisfério Norte lidera esmagadoramente e a nível global, no número de vítimas mortais causadas pelo vírus SARS-CoV-2 e pela doença infeciosa pelo mesmo provocada, a Covid-19: Hemisfério Norte responsável por um total impressionante de 85% das mortes provocadas ─ sendo esta a metade da Terra a mais avançada tanto a nível científico como tecnológico, assim como a mais desenvolvida a nível Económico e Social. E, no entanto, se este surto Pandémico fosse o anúncio do já tão falado e próximo Fim-do-Mundo (nos EUA com os Democratas apontando-o para daqui a 12 anos), sendo este Hemisfério Norte o primeiro a perecer, restando os miseráveis do Hemisfério Sul, um ou outro animal (certamente irracional) e claro está os insetos.

 

CV1.jpg

 

No caso (1º) dos EUA e da GB como atuais líderes do planeta, no caso (2º) da China e da Rússia como os novos pretendentes a esse título e no caso (3º) do Brasil e da Suécia, como estando aparentemente a percorrer uma via alternativa, um sendo a favor (do status quo) o outro sendo do contra (só para se distinguirem dos seus colegas do sul do continente, já mais mouros do que europeus): e se no 1º caso se comprova a destruição quase total que a prioridade absoluta dada à Economia Privada e Empresarial (através da utilização discricionária “por sem regras nem limites” dos Bancos) provocou na nossa Sociedade e Civilização Católico-Romana (destruindo todo o sector de salvaguarda da esmagadora maioria da população planetária ─ hoje ultrapassando os 7,6 biliões de almas ─ o sector Público ou Estatal), ao primeiro grande contratempo afetando toda a população civil e colocando o Mundo muito perto do colapso total ─ colocando todos de nós perante um dilema imposto pelo sistema e pelas suas autoridades de (na defesa dos seus direitos adquiridos, necessários e sempre presentes) “ou morrer de doença ou morrer de fome

 

usa2-4.jpg

 

Em mais um sinal da sua decadência e no 2º caso até pelos mais diversos números apresentados (menor número de vítimas mortais por Covid-19, maior poderio económico, maiores reservas de ouro, maior conquista de mercado e maior número de trabalhadores), reforçando e comprovando a deslocação do Eixo Económico e Financeiro (para já ainda não Militar) do Mundo, longitudinalmente e para Oriente e aí transferindo a sede do Mundo de Washington para Pequim, já no 3º caso (Brasil como Suécia) e dependendo ambos os países dos outros dois casos anteriores (1º e 2º), com brasileiros e suecos sendo uma consequência do deserto nada inovador, monocórdico e erguendo-se em torno do objeto e da obtenção única de mais-valia (protegendo a “coisa” e subjugando o sujeito) a que o planeta se encontra atualmente entregue ─ uns querendo replicar os autodenominados Excecionais, os outros achando nem sequer necessitar de seguir nem os anteriormente referidos, nem ninguém ─ sendo pelos seus representantes e autoridades apanhados na armadilha, deixando-se levar e acabando inevitável e infelizmente por sofrer (nos dois casos havendo governos e/ou criminosos, passivos ou ativos, dando ordens e em ação).

 

Screenshot_2020-05-09 Ponto de Situação Atual em

 

Conscientes ou não do perigo assumido com as suas opções (pelos vistos antes, certezas) mas nunca se questionando antes (optando sempre pela Economia, como se esta não funcionasse à base de pessoas) no fundo optando sempre pela austeridade (democrata ou ditatorial, nestes tempos significando o mesmo), a nova forma (pensam eles que retocada, disfarçada) de Barbárie: no Brasil o péssimo exemplo com o número de mortos a ultrapassar já os 10.000 (mortalidade nos 7%) ─ e devido ao descontrolo em que o país se encontra devendo ser muito maior ─ e na Suécia até há dias o bom exemplo, ultrapassando já os 3.000 mortos (mortalidade acima dos 12%). Vergonha de países Pobres & Vergonha de países Ricos, mas como sempre só com vítimas (as presas) e nunca com culpados (predadores): pelo que ao contrário do que dizem os nossos governantes, o Mundo continuará como dantes (de 2020) e convictamente na mesma, pior apenas por mais perto do seu último espasmo (estertor) e do fim (do seu colapso económico e social) ─ e com uma Grande Guerra (WW3) e só em benefício de alguns ─ e chegando estes lá para além talvez dos insetos (a nossa futura alimentação, senão formos as deles) ─ a ser (para essa minoria) a única solução.

 

Virus_Democracy_100-2-1024x630.jpg

 

Quanto ao nosso “Portugal dos Pequeninos” aparentemente isolado e esquecido na periferia deste continente (a Europa) lá se vai safando aparentemente tranquilo por pré-ajustado e por tradicional e culturalmente anestesiado (o povo), mantendo através dos seus intemporais por certificados representantes (governantes) a sua intocável atitude exemplar ─ de bom, modesto e humilde aluno ─ adaptando-se pelos vistos facilmente (apesar da tão propalada falta de recursos, agora pelos vistos sendo autossuficiente) aos novos tempos deste vírus invisível, intrusivo e perigoso, mesmo com a esmagadora maioria das vias de comunicação interrompidas e para não incomodar muito nem diretamente ninguém, postando-se de dedo bem esticado esperando pacientemente por uma boleia: esperando ser recompensado pela sua paciência e perseverança, sendo incluído na lista entre os convidados e os assistentes. Na primeira semana de confinamento e ultrapassadas as 1.000 mortes, preparando-se passo-a-passo para o regresso à “normalidade” ─ “mais normal” (apesar de todos ─ o original e os seus ecos ─ afirmarem o contrário) do que muitos pensam. Só assim se compreendendo a eternização, das ditas, familiares e complementares (liberais, selvagens, bárbaras) “democracias & ditaduras” (entre biliões, apenas de alguns).

 

(imagens: Nathalie Lees/economist.com ─ brighttv.co.th ─ richardcodor.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 08:24

02
Mai 20

Com os 8 países em vítimas mortais (VM), de ontem para hoje sendo de novo centenários,

 

afc0eea0-9400-4eac-9273-ba3beb8dd2d6.jpg

Enterros em massa por Covid-19

em Manaus no noroeste do Brasil

 

─ Às 18:46 de 02.05.2020 os EUA (+897 VM), a GB (+621 VM), a Itália (+474VM), o Equador (+308 VM), a Espanha (+276 VM), o Canadá (+169 VM), a França (+166 VM) e o México (+113 VM) ─ e com um outro parecendo a todo o custo tentar desesperadamente entrar nesta “lista negra” ─ o Brasil de Jair Bolsonaro liderando o Hemisfério Sul com 6.434 vítimas mortais (para além de 8.318 em estado grave/crítico), replicando (e respeitando as proporções) o seu molde e modelo Donald Trump liderando no Hemisfério Norte com 66.650 vítimas mortais (e com 16.841 em estado grave/crítico), números que devido ao caos aí instalado poderão ser no mínimo o dobro

 

VC1.jpg

50 dias sob a ação do vírus SARS-CoV-2

e da doença Covid-19

 

Portugal continua por outro lado tranquilamente aproveitando a sua periferia e provavelmente a intervenção de Nossa senhora de Fátima (cobrindo-nos com o seu manto protetor), no seu rumo em altas instâncias pré-definido (por deuses ou por extraterrestres) tentando como primeiro objetivo afastar-nos (e isolar-nos) deste verdadeiro “inferno biológico” denominado Covid-19:

 

Screenshot_2020-05-02 Portugal Coronavirus 25,190

Atingido o planalto,

da Emergência Sanitária à Calamidade Económica

 

Este sábado (2 de maio) com o número de vítimas mortais (numa amostra de 25.190 infetados) atingindo um total de 1.023 indivíduos (+16 do que ontem) e com outros 150 em estado grave ou crítico (taxa de mortalidade provisória de 4%). Indicando-nos estarmos aparentemente prontos para o fim deste período de “confinamento” (já durando sucessivos Estados de Emergência) e iniciado o processo inverso e se Nossa Senhora ainda quiser (e se a outra senhora ─ Merkel ─ também o desejar), depois de “não se morrer da doença não se morrendo agora de fome”: e esperando que o vírus adormeça, pois vacina, só mesmo esperando sentado.

 

(imagem: Michael Dantas/AFP/GETTY/covid19data.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:52

01
Mai 20

Nestes dois gráficos de 1 de maio de 2020 (pelas 12:30 TMG), os 15 países com mais vítimas mortais por cada milhão de habitantes (fig. 1) e o panorama geral quanto a vítimas mortais e casos graves/críticos nos países/territórios de Língua Portuguesa (fig. 2).

 

CV1.jpg

Fig. 1

Vítimas Mortais/1 Milhão

Top 15

1º de Maio de 2020

Um 1º de Maio comprovativo de que serão sempre as maiorias ─ os mais pobres, os sem direitos, os necessitando de trabalhar apenas para sobreviver ─ os mais atingidos sempre que há uma crise (ainda-por-cima e neste caso, envolvendo Saúde e Economia) para no fim e negando-o voltarmos de novo à normalidade

 

Destacando-se pela negativa na fig. 1 a Bélgica, com Portugal a ocupar o 12º lugar na tabela. Sendo 13 países da Europa (87%) e 2 da América (13%) todos localizados no Hemisfério Norte. E na fig. 2 com o destaque negativo a ser dado sem qualquer tipo de dúvida ao Brasil, liderando de longe o Hemisfério Sul.

 

CV2.jpg

Fig. 2

Vítimas Mortais+Casos Graves/Críticos

nos territórios de Língua Portuguesa

1º de Maio de 2020

Um 1º de Maio comemorado numa época da História do Homem em que o combate não se limita a uma luta de classes entre ricos e pobres, mas entre aqueles que querem preservar o significado da Vida e os outros que querem preservar em nome das Coisas e em seu benefício o status quo Económico

 

Neste 1º de Maio da Era Covid-19 chegando-se à conclusão de que as mais graves consequências incidiram esmagadoramente no Hemisfério Norte, a região mais rica, desenvolvida e populosa do Globo Terrestre: por sinal a atingindo os maiores níveis de poluição globais, podendo este parâmetro ser um indicativo e uma explicação para o tão elevado nº de mortes registadas.

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:15

28
Abr 20

Em Portugal das 948 Vítimas Mortais, 0% tendo entre 0/39 anos,

13% entre 40/69 anos e 87% 80 anos ou mais.

 

No 59º dia de registo (dados da DGS) da Pandemia do vírus SARS-CoV-2 (responsável pela doença Covid-19) e quando os responsáveis do nosso país se preparam para a não renovação do Estado de Emergência (pela meia-noite do próximo dia 2 de maio), atinge-se esta terça-feira (28 de abril) o número de vítimas mortais (VM) mais baixo (20 VM) desde o registado há 22 dias atrás: ocorrido no dia 6 de abril com 16 VM. Com o valor máximo registado ─ o Pico Máximo de VM ─  a ter ocorrido a 3 de abril e com a primeira evidência dessa tendência a poder ter sucedido a 23 de março.

 

CV1.jpg

 

A nível das sete regiões em que foi dividido o país (pela DGS) com o Norte a deter o maior número de VM com 546 (57,6%) ─ em Portugal o centro da Pandemia com mais de metade das VM seguido da região Centro com 194 (20,5%) e de Lisboa e Vale do Tejo com 185 (19,5%) ─ e com a Madeira a ser a única região a não ter declarado nenhum óbito (0%). Na região do Algarve assinalando-se 12 VM (1,3%). E com a taxa de mortalidade (provisória) em Portugal (continente e ilhas) de momento nos 3,9% ─ a nível Global nos 6,9%.

 

cv4.jpg

 

Numa análise Global abrangendo os cerca de 200 países e territórios do nosso planeta, com o Top 10 das vítimas mortais a incluir 6 países da Europa (60%), 2 da América (20%) e outros dois da Ásia (20%): no topo da tabela (Top 10) estando os EUA de DONALD TRUMP (mais de 57 mil mortes) ─ liderando no Hemisfério Norte ─ e na base o BRASIL de JAIR BOLSONARO (mais de 4,6 mil mortes) ─ liderando no Hemisfério Sul. E a nível dos 5 continentes liderando em cada um dele os EUA, a Itália, o Irão, a Argélia (437 VM) e a Austrália (84 VM).

 

CV3.jpg

 

E com o “bicho-corona” tendo já atravessado todo o Hemisfério Norte ─ responsável pela grande maioria do total de vítimas mortais ─ e entrado no Hemisfério Sul, parecendo à primeira vista o “bicho-corona” não se “dar tão bem” como no Norte, não tendo para já provocado as consequências catastróficas que muitos previam e temiam: apenas estando bem ativo no Brasil e tal não espantando infelizmente ninguém, ou o seu Presidente não fosse o “TRUMP SUL-AMERICANO” (uma réplica do original, com um molde do pior). Seguindo o esperado e quanto a Portugal iniciando-se uma 2ª fase, depois de “fechados em casa” (a 1ª) a fase de “Desconfinamento” (passando-se de Estado de Emergência ─ e para já ─ para Estado de Calamidade).

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:23

23
Abr 20

Depois de 19 dias consecutivos com o número de vítimas mortais (VM) abaixo dos 37 (a 3 de abril) e de 4 dias consecutivos já na casa das duas dezenas, eis que no 41º dia de evolução da Pandemia Covid-19 o número de VM dispara (+12) atingindo as 35 (a 3ª maior subida até agora registada, tendo a 1ª sido registada ─ +18 VM ─ a 7 de abril e a 2ª ─ +15 VM ─  a 3 de abril). Com as VM a integrarem maioritariamente o grupo etário de indivíduos com 80 anos de idade ou mais ─ já 67% do total de óbitos ─ e sendo oriundos dos lares de idosos. Talvez mais um sinal (indicando o grupo etário mais atingido)  do que um aviso (por um possível relaxamento da população).

 

CV1.jpg

Vítimas mortais por dia em Portugal

(ao longo de 41 dias)

 

Relativamente às 7 regiões do país atingidas (continente e ilhas) e com a região do Algarve a manter as suas 11 vítimas mortais (VM), com a região do Norte a ser a mais martirizada (475, 58% das VM), seguida da do Centro (179, 22%) e da de Lisboa e Vale do Tejo (146, 18%) ─ e com a Madeira a ser a única região sem VM (0%). E com a região do Norte a liderar nas vítimas mortais aparentemente não só, por ser uma das zonas do país com maior densidade demográfica, por se encontrar pejada de cidades e com muitas povoações dispersas (pequena propriedade) e ainda por albergar muitos lares de idosos (legais e ilegais) distribuídos um pouco por todo o lado.

 

CV2.jpg

Vítimas mortais totais por região

(ao longo de 41 dias)

 

A nove (9) dias de distância do fim de mais esta extensão do estado de Emergência (2 de maio), data a partir do qual se tudo correr bem passaremos de uma 1ª fase de “Fechados Em Casa” para uma outra 2ª fase de “DESCONFINAMENTO” cauteloso e progressivo ─ tão necessário como o da 1ª fase cujo objetivo prioritário era o de “Salvar Vidas”, agora cumprida a mesma e numa 2ª fase, sendo o objetivo prioritário “Salvar a Economia” ─ até pelo calendário ainda a cumprir durante o qual ninguém poderá relaxar (em nenhum sentido, connosco e com os outros) teremos sempre que estar atentos e em vez de remediar prevenir se lá quisermos chegar (vivos).

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:48

09
Abr 20

Agora que todos são “Matemáticos” (uns sim e outros não), recorrendo-se entre outras ferramentas e mais frequentemente, a Tabelas e sobretudo a Gráficos: e destes últimos, mais um (Gráfico) para a coleção, seja para meninos e meninas (jovens e estudantes) ou para leigos e eruditos (adultos e interessados). E naturalmente podendo-se aplicar ao Covid-19 (bastando ter uma calculadora, com a operação divisão).

 

Num processo de rápida e de fácil aplicação e informando-nos todos os dias se a evolução de vítimas mortais se encontra num trajeto positivo ou negativo, dividindo o nº de mortes apresentadas num dia pelo número de mortes registadas no dia anterior: se der um resultado maior que 1 sendo mau sinal e se der um sinal menor que 1 sendo bom sinal (e logicamente dando 1, estando tudo na mesma).

 

Growth Factor of Novel Coronavirus Daily Deaths

 

Screenshot_2020-04-09 Coronavirus Death Toll and T

 

Growth factor is the factor by which a quantity multiplies itself over time. The formula used is every day's new deaths/new deaths on the previous day. For example, a quantity growing by 7% every period (in this case daily) has a growth factor of 1.07.

 

A growth factor above 1 indicates an increase, whereas one between 0 and 1 it is a sign of decline, with the quantity eventually becoming zero.

 

A growth factor below 1 (or above 1 but trending downward) is a positive sign, whereas a growth factor constantly above 1 is the sign of exponential growth.

 

(texto/inglês e imagem: worldometers.info)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:51

14
Mar 20

Próximo de se ter cumprida a primeira quinzena de março (num percurso com origem no início de janeiro) com o número global de vítimas mortais a caminho das 6.000 (pelo meio-dia, pelas 5.543), uma taxa de mortalidade de 7%: ainda com a taxa de recuperados (apenas) nos 53%. E com o Epicentro do Covid-19 inicialmente localizado na China (ÁSIA) − com os casos de contágio/infeção a diminuírem − a transferir-se agora para a Itália (EUROPA): com a taxa de mortalidade a ser maior do que a então registada na China e com os números a dispararem.

 

Screenshot_2020-03-14 Drone captures eerie views o

 

Casos de Covid-19

147.960

(100%)

Casos Ativos

69.845

(47%)

Casos Fechados

78.115

(53%)

Condição Média

63.763

(91%)

Condição Crítica

6.082

(9%)

Recuperados

72.572

(93%)

Vítimas Mortais

5.543

(7%)

worldometers.info

14.03.2020 11:12 GMT

 

A nível Global e incluindo todos os Cinco Continentes com a ÁSIA (5 países no Top 10 de VM) e a EUROPA (4 PAÍSES NO Top 10 de VM) sendo para já os continentes mais expostos (e a sofrerem mais intensamente), com a América (1 país no Top 10 de VM) e a Oceânia logo a seguir e estando-se ainda expectante sobre a evolução que o vírus terá em África (já tendo aí chegado): China, Itália e Irão só eles com 5.066 vítimas mortais (VM) ou seja, mais de 90%. Nem sequer valendo a pena falar nos EUA, onde o caso poderá ser mais grave do que parece.

 

Screenshot_2020-03-14 Drone captures eerie views o

 

Covid-19 a Nível Global

Top 10 de Vítimas Mortais

P

País

Continente

VM

TC

TM

China

Ásia

(1º)

3.189

80.824

3,9%

Itália

Europa

(1º)

1.266

17.660

7,2%

Irão

Ásia

(2º)

611

12.729

4,8%

Espanha

Europa

(2º)

133

5.232

2,5%

França

Europa

(3º)

79

3.661

2,2%

Coreia do Sul

Ásia

(3º)

72

8.086

0,9%

EUA

América

(1º)

50

2.329

2,1%

Japão

Ásia

(4º)

21

738

2,8%

Suíça

Europa

(4º)

13

1.375

0,9%

10º

Iraque

Ásia

(5º)

9

101

8,9%

worldometers.info

14.03.2020 11:12 GMT

(P: Posição VM: Vítimas Mortais TC: Total Casos TM: Taxa Mortalidade)

 

Em Portugal (entre 139 países já tendo sido  infetados ou seja mais de 70%) com 112 casos já confirmados e com 2 recuperados (+1), ainda se mantendo o cenário por todos desejado de não se ter registado nenhuma vítima mortal por cá: 0% de vítimas mortais (quando já mais de 40 países afetados pelo covid-19 não podem dizer o mesmo). Com o Porto e Lisboa com o maior nº de casos ainda ativos 89% (99 no total) seguindo-se Coimbra e Faro com 11% (12 no total). Com os números para Portugal (uma vez por dia) ainda por atualizar.

 

Screenshot_2020-03-14 Drone captures eerie views o

 

Covid-19 em Portugal

Situação da Epidemia

Casos

Em Vigilância

5.674

Suspeitos

1.308

Confirmados

112

(8,6%)

Internados

107

Recuperados

1

Óbitos

0

(0%)

anmsp.pt

14.03.2020 12:03

 

Este fim-de-semana (14/15 de março) com Portugal a ser finalmente colocado em Estado de Alerta depois de Angela Merkel – “colocando-os entre a espada (China) e a parede (Itália)(certamente tal como o fez com outros líderes europeus ainda reticentes, “contabilisticamente” falando, tentando atrasar um pouco mais a “fase-de-impasse”) − ter posto em sentido o nosso 1ª Ministro obrigando-o a agir (em vez de reagir), graças-a-Deus” ultrapassando a opinião maioritária (por vezes esmagadora, dada a confrangedora incompetência para o cargo) sugerida (inacreditavelmente) no dia anterior pelas nossas diversas “Comissões de Iluminados” propondo precisamente o oposto (daí a sua total falta de crédito), sem dúvida a Morte (em vez da Vida).

 

E já hoje (provavelmente observando os custos da medida e para quem ela era dirigida), ainda sem nada terem concretizado (zero), a fazerem desde já marcha atrás: “Medida de apoio às famílias durante o fecho das escolas não é válida durante as férias da Páscoa, nem para quem está em teletrabalho(Madremedia/24.sapo.pt).

 

Conclusão? FdP!

Falta de Vergonha, apenas sendo confirmada.

 

(imagens: ctvnews.ca)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:18

Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

15

18

24
27
28
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO