Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

22
Set 19

De colega para colega e com bilhete de Ida e Volta.

 

[Na Decisão]

 

UC retira carne de vaca

das cantinas universitárias

 

Cantinas-Amarelas-Exteriores.jpg

(imagem: campeaoprovincias.pt)

 

“A Universidade de Coimbra (UC) vai eliminar o consumo de carne de vaca nas cantinas universitária, a partir de janeiro de 2020, anunciou, hoje (17), Amílcar Falcão, reitor da Universidade. Este será o primeiro passo para, até 2030, tornar a UC “a primeira universidade portuguesa neutra em carbono”, disse Amílcar Falcão na cerimónia de receção aos estudantes.” (campeaoprovincias.pt/17.09.2019)

 

[Na Dúvida]

 

Did a Swedish Scientist Propose Cannibalism

as a Solution to Climate Change?

(snopes.com/18.09.2019)

 

[Na Solução]

 

Swedish Researcher Advocates Eating Human Flesh

to Combat Climate Change Food Shortages

 

15c152692ef92d3d_ttl7dayjvx_Screen_Shot_2019-09-04

(imagem: theepochtimes.com)

 

“At a summit for food of the future (the climate-ravaged future) called Gastro Summit, in Stockholm on Sept. 3 to 4, a professor held a PowerPoint presentation asserting that we must “awaken the idea” of eating human flesh in the future, as a way of combating the effects of climate change.” (theepochtimes.com/04.09.2019)

 

[Não concordando, no entanto, com a opção anterior (observando o cruzar de ideias, universitário-universitário), não só pelo Canibalismo em si, mas pelas consequências (já) conhecidas: por curiosidade já sentidas e logo por intervenção do Homem e por mera coincidência tendo como cobaias (não o Homem, mas) as Vacas – doença das “Vacas-Loucas”.

 

795002a5837b9b267dc2ea0b00c875ae8a4c9a9a.jpg

(imagem: foxnews/archive.is)

 

[E aproveitando para comunicar a resposta do professor universitário posto em causa – o sueco Magnus Söderlund – dadas as conclusões (pelos vistos não corretas) por outros (depois de pelos mesmos “traduzida”) sugeridas (como o escreve Dan MacGuill/snopes.com/18.09.2019):Magnus Söderlund did not propose or advocate cannibalism as a solution to climate change during a Sept. 3 interview on the Swedish television channel TV4. Rather, he explained that his research into the issue was intended to provoke thought and gauge where audiences would "draw the line" in their willingness to consume various kinds of meat. Expondo-se ao “Mundo(dos Média, seja o MUNDO CNN, seja o MUNDO FOX e todos os derivados) sujeitando-se “às suas” respostas (muitas vezes parecendo direitas, no final apresentando-se bem tortas).]

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:18

19
Set 19

[Ou, “O Paraíso dos nossos Políticos – As P-M de PT]

 

E como “putas-mentais” que somos (em Campanha Gourmet, por Eleitoral) – mais de 10 milhões só dentro do aviário dito climatizado – depois da Sardinha (felizmente já reabilitada) e do Croissant, chegando a vez do Bife de Vaca.

 

Sardinha-Assada.jpg

A Sardinha

 

E depois dos Terroristas-Alimentares-Globais (trabalhando para os mesmos monopólios industriais Químico-Alimentares, mas aqui com muitos deles estrategicamente pintados de Verde) disfarçados sobre os mais diversos costumes (como por exemplo de doutores Nutricionistas) nos aconselharem “o que devemos meter na boca para sair sem qualquer tipo de problemas de saúde pelo cu– veja-se o caso da Sardinha (a mais pequenina a algarvia sendo a mais saborosa), um alimento para a nossa saúde antes considerado desaconselhável e perigoso, mas agora tendo sido reabilitado e tornado aconselhável (de integrar na nossa alimentação) sendo considerado um alimento indispensável e rico – eis que os nossos Terroristas-Alimentares-por-Contágio (portuguesinhos tendo que seguir o caminho dos outros “doutores/especialistas/estrangeiros” mais avançados) já depois de terem eliminado os saborosos croissants das nossas (não deles por procuração) cantinas públicas (nas outras as privadas não, porque dispensando fanáticos/fanatismo, se não houver não lá vamos e logicamente não pagamos), se preparam agora por eliminar da nossa ementa o já tão tradicional bifinho de vaca, o nosso já antigo prego no pão ou no prato: esmagado pelo extraordinário hambúrguer, comido tanto pelos amigos como pelos inimigos da vaca como do boi. E então o porco, o frango, o peixe, a fruta, os vegetais, etc., todos eles (alimentos) sobrecarregados com outros componentes anteriormente não fazendo parte da nossa (e da sua) constituição e hoje já o fazendo como o é o caso dos Plásticos?

 

croissants-1-copy.jpg

O Croissant

 

E de início lá vindo os mesmos doutores-especialistas (convenientemente certificados/ordenados/pagos em conformidade) elogiando a Coca-Cola pelo empenho desta (mesmo sem dados confiando cegamente e por obrigação, de correspondência na hierarquia) quando a mesma pouco ou nada fez como a mesma o comprova, não eliminando os prometidos 25% de plástico (do desperdício vindo das suas garrafas) ficando-se talvez por uns miseráveis, insultuosos (podendo ser mesmo 0%) e oficiais 5%. E assim com as mesmas bestas-quadradas que nos impingiram como fulcral e determinante a resolução do problema da SARDINHA, do CROISSANT e do BIFE de VACA, considerando a nossa bestialidade intrínseca (ignorância/imbecilidade) notoriamente superior à deles (daí a ser-nos impunemente e com o nosso consentimento aplicada), logo no início do ano letivo e não deixando um único segundo em paz (e sossego) a cabeça dos nossos jovens (de modo a não pensarem e a tudo e nada desejarem, tal como o fazem no regresso às aulas todos os “modelos/continentes”), em vez de os ajudar no seu percurso (dito importante, de formação) fazendo-os perder tempo com inutilidades (de adultos, julgando-se no direito de não educar mas comandar jovens) por não interiorizadas e repercutidas: para quê proibir “AQUI” quando existe um número infinito de “ALI– sendo só “IR”.

 

Bifes-de-Vaca-a-Portuguesa-TC_005.jpg

O Bife de Vaca

 

Procurando-se ainda a razão pela qual se proíbem certas coisas num espaço limitado (por exemplo numa escola ou noutra instituição oficial e hierarquizada), quando fora e próximo dele os mesmos (sempre no topo de hierarquia e obrigatoriamente devendo ver tudo melhor, como o lobo-mau com a avozinha) tudo consentem.

 

[P-M: Putas-Mentais e PT: Portugal]

 

(imagens:  aosdomingosnacozinha.com − monpetitfour.com − teleculinaria.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:55

15
Dez 12

I

Albufeira – Ficheiros Secretos

O Fim dos Sonhos (e dos Direitos) da Criança

 

E a última criatura nomeada presidente da CIP – CONFEDERAÇÃO dos ILUMINADORES PLANETÁRIOS – ainda não se pronunciou sobre este caso miserável: em vez disso anda muito ocupado numa campanha suicida contra um Iluminado português, associado à poderosa, clandestina e legal Goldman Sachs, só porque essa entidade hierarquicamente superior que tudo controla, chamou os nossos empresários pelo seu nome de código: IDIOTAS!

 

Os Estrangeiros ficaram horrorizados com o brutal acontecimento, protestando de imediato contra a falta de controlo aéreo por parte do radar instalado em Monchique e ao serviço da RTA/Rede de Telecomunicações Aéreo-Espaciais/Foia cujo presidente é Dióspiro Silva

 

A cidade de Albufeira continua visivelmente às escuras – situação esta ainda não totalmente esclarecida pelos seus Iluminadores Oficiais – no que diz respeito às iluminações e decorações de Natal, que em anos anteriores e por esta altura já estariam todas colocadas e à espera do Pai Natal e da sua fiel rena Rodolfo.

 

Inicialmente esta situação poderia ter sido resolvida utilizando esquemas de financiamento semelhantes aos de anos anteriores, mas nem os Castro (alienígenas iluminadores do norte de Portugal) nem os nossos irmãos espanhóis (alienígenas iluminadores Andaluzes) foram contactados e mesmo o tecido empresarial do concelho de Albufeira – anteriormente tão ativo e participativo – revelou-se uma autêntica manta de retalhos, completamente destroçada e cheia de buracos.

 

Persistem rumores de que o anterior Presidente – atualmente direcionado para outros voos, e ao comando da Rede de Telecomunicações Aéreo-Espaciais (RTA) – terá tido conhecimento prévio da ocorrência desta situação indesejada, tendo iniciado antes da sua renúncia ao cargo na autarquia conversações secretas com entidades estrangeiras, que se teriam oferecido para colaborar e proporcionar aos albufeirenses uma quadra natalícia de acordo com os seus anteriores pergaminhos.

 

No entanto fora tudo por água-abaixo devido a um acidente inesperado registado já muito próximo do planeta Terra, quando se verificara um choque violento entre o transporte utilizado pelo Pai Natal – e patrocinado pela Coca-Cola-Espaço – e a nave alienígena que transportava todo o material recolhido em dádivas solidárias efetuadas nos seus planetas de origem, numa missão confidencial liderada pela carismática e humanoide Isabel Caridade Choné.

 

Aproveitando a quadra natalícia e as convidativas promoções existentes na área da hotelaria e da restauração (devido à crise), já muitos estrangeiros tinham sido referenciados a passearem-se no Centro Comercial da Guia. No entanto com a ocorrência deste acidente tudo se pode inverter!

                                                    

O choque provocara fortes traumatismos no Pai Natal deixando-o praticamente colado ao exterior da nave de estrangeirados e num estado de inconsciência tal, que jamais o deixaria nos próximos tempos exercer na plenitude a sua função ou mesmo o de saber quem ele era e o que fazia por ali. Para já nem falar da rena Rodolfo projetada à distância devido ao forte impacto e recolhida à enfermaria para um teste completar ao nível de álcool no sangue – a ponta do seu nariz estava de um vermelho intenso e bem colorido.

 

Para os estrangeiros viajando na sua nave alienígena, o acidente inesperado e inopinado provocara prolongados momentos de terror, o que os levara a reagir de imediato e irrefletidamente, disparando os seus lasers sobre o trenó puxado pela rena Rodolfo, acabando por destruir – sem o querer – todos os brinquedos de todas as crianças do mundo que se tinham portado como crianças durante todo o ano de 2012. E isso era uma vergonha para estes estrangeiros, conhecedores da violência exercida sobre os pobres e sobre as crianças abandonadas e más.     

 

Daí o anúncio do apoio destes estrangeiros particulares à candidatura a presidente da Câmara nas próximas eleições autárquicas de 2013 do conhecido Senhor Doutor Vitivinicultor Silva – apresentando-se ao mundo algarvio como um produto bipolar (doutor e operário) e o único com acesso exclusivo a organizações governamentais – cuja comissão de honra já constituída se vai desde já concentrando em importantes trabalhos de pesquisa, oferecendo os seus colaboradores nesta quadra natalícia a sua total disponibilidade em participar na iluminação da cidade de Albufeira, contribuindo com luzes economizadores vindas diretamente da China e funcionando a LED’S e ainda na montagem e decoração do presépio no novo aldeamento da Praia da Coelha – projeto financiado a fundo perdido pelo BPN – já apetrechado de todos os seus figurantes e incluindo a vaca e o burro.

 

Nunca esquecendo a presença constante de elementos pertencentes à GNR, colocados estrategicamente – nesse ponto central e político dos festejos da quadra natalícia albufeirense – como força de proteção e de segurança, devido não só à divulgação crescente de histórias sobre uma alta taxa de concentração por m² de extraterrestres aí residentes, como também pelo constante relato de rumores incríveis – ainda nenhum confirmado – sobre a ocorrência de abduções exercidas sobre humanos e executadas por seres saindo furtivamente das moradias aí situadas e que rapidamente regressariam carregando as suas vítimas e desaparecendo de novo no interior das mesmas. Mais tarde algumas das vítimas abduzidas regressariam, mas sem se lembrarem absolutamente de nada.

 

II

Anexo

Albufeira – duas notícias interessantes relacionadas com este caso:

 

1

Pai Natal digital montado e programado em Taiwan

 

 

Sensibilizados pelo esforço heroico-suicida do povo português, os norte-americanos em colaboração com as suas multinacionais solidárias, decidiram enviar-nos um estrangeiro disfarçado de Pai Natal. Daí resultaram violentas cenas de espancamento em que o tradicional Pai Natal subindo pelas paredes da casa, era atacado sem dó nem piedade e chamado de chulo e de ladrão pelos seus próprios promotores e proprietários – enquanto em sinal de submissão, obtinham a aprovação da multidão ululante que passava pelas ruas.

                                                                                                                                                                          

2

O Pai Natal e a rena Rodolfo feitos com amor e carinho por mãos velhas e sensíveis

 

 

A tradição nunca se há-de perder pelo menos enquanto através de nós, a nossa cultura e a nossa memória não morrerem – e nisso ainda nós podemos acreditar, apoiados no nosso povo, sustentados pelos sonhos e histórias dos nossos avós e confirmadas no amor que alguns de nós ainda sentem pela terra, cheirosa e cheia de vida. As consequências são bem visíveis diante de nós, com as multidões urbanas morrendo asfixiadas dentro das suas casas carregadas de gente e mal arejadas, sem dinheiro, sem diálogo e sem comida, mas que ao primeiro lampejo de sabedoria e clarividência recorda a sua cultura e a memória dos seus antepassados, regressando nem que seja mesmo em sonho, à sua aldeia natal bem perdida lá no fundo de Portugal. Sobreviver ou retornar às origens?

 

(imagem – Google)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:23

Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO