Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

19
Ago 14

Sentado no sofá como um morto-vivo mas de telecomando na mão, assisto indiferente ao que vai dando na TV: lá longe continuam as matanças, já com mais de dois milhares de mortos em Gaza e a caminho disso na Ucrânia. Mudo então de canal: mas não dá mesmo nada de jeito. É sempre o mesmo: quando queremos descansar só pensam em chatear!

 

Ucrânia

E se fosse a minha avó, a minha mãe, a minha filha, a minha neta, a minha família?

A qual delas teria eu o descaramento de atribuir a culpa?

 

Como é possível não termos um mínimo de dignidade e de vergonha, ao pactuarmos com estes actos horrendos e criminosos cometidos e consentidos por esta classe política europeia, que sempre nos jurou defender? Ainda por cima continuando a viver como se nada se estivesse a passar – nem fosse nada connosco – sossegadinhos e caladinhos no nosso cantinho, para que assim nunca reparem em nós!

 

Não podemos ignorar que fomos criados sob juramento dos ascendentes destes políticos miseráveis – e que desde sempre se comprometeram a oferecer-nos um mundo melhor (o mais próximo possível dos nossos sonhos) – perdoando-lhes invariavelmente os seus erros e falsidades muitas das vezes cometidos sem pudor e deliberadamente (por simples ausência de debate) e criando dessa forma e por nossa própria culpa, uma excepção que para eles se transformou instantaneamente numa regra: não respeitar o seu semelhante.

 

(imagem – USA TODAY)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:24

31
Jul 14

E se eu um dia fosse à escola buscar o meu filho e saísse de lá com o seu cadáver: seria parvo ou terrorista?

 

“Estados Unidos atribuem disparos sobre escola da ONU ao exército israelita”

(mais de 1.400 mortos, 8.000 feridos, 250 crianças mortas e milhares de desalojados)

 

Tenham vergonha antes de se venderem (infelizmente nem sabendo bem a quem):

Todas As Crianças São Uma Parte De Nós!

 

Por vezes confesso que escrevo por revolta com o que fazem (aos outros minoritários como eu), especialmente quando se trata de jovens ou de crianças: não sou de esquerda nem de direita, nem percebo muito bem o que isso é.

 

O que eu sei é que nunca existirá justificação para mandar calar ninguém, apenas pelo facto de exercermos o nosso direito de opinião – até porque é só isso que faço, nunca insultando ou calando ninguém: nem mesmo com uma arma apontada à cabeça, quanto mais por filiação partidária (só sou filiado na minha família, grupo, conjunto e país).

 

Poderia ser como muitos outros ideólogos e oportunistas mais um fiel ao regime (anterior), mas apesar das vantagens que daí poderia tirar, nunca o apoiei e perdi (talvez como o dizem por parvoíce) – o que nunca lamentarei e renegarei, pelo bem e benefício dos outros.

 

Mas jamais me deixarei levar pelos novos iluminados do regime, só porque são ricos e porque controlam o sistema: se o quisesse seria alguém neste jardim, mas viveria à custa de quem diz mal de mim (o que não consigo suportar).

 

Só escrevo porque este é ainda um espelho de Pensamento e de Liberdade e lamento que quem não tendo mais nada que fazer, só sabe dizer mal de mim: eu que certamente poderia ser mais um amigo (mesmo que deficiente) do meu inimigo e certamente de mais alguém.

 

Lembro-me das promessas divulgadas durante a minha juventude e como portador (por respeito) da nossa memória e cultura, só posso chorar os meus antepassados: morreram e (como velhos) foram esquecidos.

 

Se não pensam como humanos pelo menos tenham vergonha de todo o mal que dizem.

 

(declaração de interesse: fui declarado parvo por delito de opinião, apenas porque não apoio ninguém – pelo facto sendo considerado esquerdista ou mesmo comunista – nem sou apologista de alguém – não apoiando nenhuma ideologia mediaticamente maioritária)

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:28

18
Fev 14

“Em apenas seis anos o PIB decaiu 6%.

Ou seja, dez milhões que viste a voarem da tua carteira.

Mas podes estar descansado: segundo o Coelho foi para teu bem.

E o Chefe tem sempre razão – assim o confirma o Mordomo CS”

 

Mas afinal o que foi o 25 de Abril de 1974? Um Golpe de Estado? Talvez nem isso!

Aposto mais numa revolta dos filhos ricos e remediados, contra o poder do dinheiro das velhas carcaças (os pais).

 

Só não cora porque não tem vergonha”!

(João Oliveira)

Verdade

 

1.ª Criatura de Cima – Paulinho das Feiras

(como gosta de ser conhecido para azar de quem acredita)

 

Comentário (2.ª Criatura de Baixo – Leitor Sol) – ao afirmado por João Oliveira:

“Vai Trabalhar Escumalha Comunista”!!!

 

É claro que dessa fossa asséptica – a democracia reinventada e alicerçada no Estado Novo – nada se podia esperar senão vê-los a obrar.

Agora que transformassem isso em arte e nos obrigassem a cheirar, ninguém o podia esperar.

Irrevogável...

 

(imagem: Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:32

18
Dez 13

“Será a falta de vergonha revogável ou irrevogável?

Ou dependerá de quem o diz, do novo dicionário de sinónimos ou da não aplicação do Acordo Ortográfico”?

 

Só falta mesmo aplicar o tratamento, ainda na barriga da Mãe – depois, só recorrendo à prática da lobotomia

(Crato vai pensar nisso)

 

A total hipocrisia dum conjunto de funcionários de topo do Governo altamente desqualificados e incompetentes – especialmente o radical, revolucionário e anti-exames Nuno Crato, transformado como um zombie num verdadeiro vómito político e moral – que tudo pretendem vender ao desbarato, denegrindo o produto enquanto público, para amanhã poderem ter a certeza dum emprego assegurado e bem remunerado, depois de tudo comprarem com o dinheiro tirado impunemente do bolso dos portugueses e serem logicamente castigados e expulsos do poder – tal como aconteceu com os demagogos que os antecederam – elogiando mesmo assim e descaradamente como se fossemos todos uns idiotas, o mesmo produto agora tornado privado e de excelência, nem que para tal tenham que trair o seu próprio país e todos os restantes portugueses.

 

Mais uma vez se ataca uma classe profissional para a destruir – despedindo-os ou diminuindo-lhes o salário – ainda por cima virando velhos contra novos.

 

Humilhar e Dividir para Reinar – Mas o que será necessário para julgar um político? Mortos e Feridos?

(Crato já faz isso)

 

Deviam ser julgados pelo prejuízo e traição cometida contra todo um povo constantemente delapidado na sua integridade e dignidade e pela criação do abismo onde colocaram como se fossem monstros o futuro das novas gerações – que tal como os seus antepassados do tempo do Estado Novo tiveram que fugir do país antes que este os obliterasse. Ou será que a Educação de tão mal que está, já se resignou ao seu assassínio mercantil definitivo, dispensando a nossa Memória e a nossa Cultura colectiva?

 

E o que dizer de um sindicato (?) profissional como a FNE/UGT, que face a toda esta hipocrisia e prepotência de Um mais forte contra todos os Outros mais fracos – reflectida numa Prova que só pode ser produzida por imbecis ou como diria Alberto Pimenta por verdadeiros Filhos da Puta – decide-se pôr do outro lado da barricada, virando as costas aos seus representados, condenando desta forma grotesca à morte 15.000 indivíduos e deixando os outros 22.000 ao “Deus Dará, Crato Tirará”, provavelmente para os sujeitar mais tarde à respectiva Prova de Vida.

 

Se alguém na estrutura de chefia do ME (juntando ainda uns quantos rastejantes) tivesse um pingo de vergonha que fosse, já lá não estaria de certeza: o problema é que estes indivíduos nunca se vêm ao espelho sem máscara ou maquilhagem, com medo de ao olharem para ele, só vislumbrarem algo de morto e de putrefacto.

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:13

07
Dez 13

VergonhaVergonhaVergonhaVergonhaVergonhaVergonhaVergonha


O DESTINO DOS TRAIDORES – MIGUEL DE VASCONCELOS

 

“Enquanto Explorarem o Morto – Nelson Mandela – os Vivos Esquecem – os Portugueses. E para tal – como cúmulo de vergonha e de provocação – mandam aquele que foi um algoz de ambos”

 

Enquanto o Falta de Vergonha 1 (o mesmo que garantiu que o Morto ficasse mais três anos no seu verdadeiro lugar, a cadeia) vai representar-me e ao meu país no funeral do finalmente Morto (aquele terrorista que o apartheid não soube fazer desaparecer na altura própria, como desejavam todos os Falta de Vergonha), em Portugal e como mais uma sequela dramática para o nosso país, o Falta de Vergonha 2 não pára:

 

  • Designação do Falta de Vergonha 1 para o funeral do Morto para verificar no local se este morto está mesmo morto;

 

  • Culpabilização dos bons mas incultos Bombeiros mortos no Verão passado (antes eram considerados Heróis, tendo direito a cerimónias fúnebres condizentes), acusando-os depois de mortos e sem acesso ao contraditório, pela negligencia de que foram vítimas ao saírem irresponsavelmente para o combate com equipamento ultrapassado (ao contrário dos sobredotados grupos ligados à Protecção Civil, jovens licenciados instalados num jipe último modelo, equipados de um terminal computadorizado e bem instalados aquando do descanso após oito horas de trabalho);

 

  • Nova proposta do Governo agora para os trabalhadores do sector privado, com o intuito de facilitar ainda mais os despedimentos (após abaterem os funcionários públicos, com o apoio dos trabalhadores desse sector);

 

  • E a sua maior vitoria alemã/nossa maior derrota portuguesa: pôr o Tribunal Constitucional Português a analisar a constitucionalidade das leis da Republica Portuguesa, através da análise da jurisprudência e da doutrina Alemã (ou seja: até o TC já se prepara para entregar o nosso país nas mãos da grande potência vencedora da III Guerra Mundial – perdão Europeia – olhando para nós como se já fossemos inevitavelmente novos empregados da Alemanha. Eu chamar-lhes-ia de Traidores).

 

E ninguém é condenado neste país, não existindo CORRUPTOS nem TRAIDORES, só ATRSADOS MENTAIS como nós, que sem a presença deles e da sua liderança patriótica nos perderíamos para sempre no abismo, não compreendendo o mundo actual.

Nesse sentido espera-se que o Ilustre Crato sujeite toda a população a um Exame de Avaliação de Competências, para ver se merecemos ou não ser Portugueses.

 

“Neste país tudo é possível pois até por uns tostões todos se demitem: pelos vistos até o TC nos vai abandonar para servir a Alemanha

 

VergonhaVergonhaVergonhaVergonhaVergonhaVergonhaVergonha

 

Última Hora:

(Justificação do Falta de Vergonha 1)

 

Votei contra Mandela para proteger os portugueses

E se os Outros o tivessem obrigado a dizer SIM, qual seria a justificação?

É DEMAIS!

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:09

21
Nov 13

Porque será o Abominável Homem das Neves um ser racional – segundo ele muitos dos outros primatas são falsos e ladrões (os que não têm banana) – se até os outros primatas revelam sentimentos e têm noção dos seus limites (de vergonha)?

 

A miséria intelectual daqueles que mamam – os filhos da mãe – infelizmente não tem limites

 

Duas dezenas de primatas oriundos de todo o país e conscientes da grave crise económica e moral que o seu país atravessa actualmente, reuniram-se recentemente no Zoológico de Lisboa com o objectivo de apresentarem ao Presidente da Republica de Portugal uma petição científica e tecnicamente fundamentada, solicitando a demissão imediata dos primatas inferiores que governam o território nacional, lançando-o para uma situação caótica e de destino irrevogável. Estes primatas de nível superior temem no entanto que o cérebro do Presidente da Republica se encontre já num processo de degenerescência incontrolável e sem retorno, já que todos foram sujeitos voluntariamente à acção do mesmo agente exterior, recusando-se a aceitar a realidade e os factos dos efeitos noivos neles provocados e que o país tão bem reflecte.


Foi visível o espanto de todos os vinte primatas presentes no zoológico, face à proposta imediatamente apresentada pelos primatas portugueses anti-governamentais: uma caixa de preservativos de modo a assim poderem ter sexo seguro

 

A acção desenvolvida por parte deste grupo de primatas eruditos e independentes foi despoletada pela intervenção inopinada dum outro primata julgado extinto e já num processo avançado de degenerescência intelectual – e denotando à evidência um estado de senilidade precoce – reconhecido através de análises realizadas ao seu ADN e à sua postura de prostituto do sistema como o Abominável Homem das Neves. É acusado de oportunismo intolerável e de máxima traição animal, ao acusar os elementos da sua espécie de serem falsos macacos e de comerem bananas a mais, pretendendo estes macacos e segundo este primata iluminado criar o caos na sociedade organizada e hierarquizada segundo as Leis do Lagomorfo, apenas para derrubar os verdadeiros e patrióticos primatas, mentindo, roubando e poluindo Portugal com a sua simples existência.

 

(imagens – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:05

06
Ago 11

História sem palavras de um país sem um pingo de vergonha

 

Suicídio durante a visita do Ministro

 

Não basta tirar a todos estes bandidos os seus pensamentos carregados de morte e desprezo colocados na ponta de uma arma e substituí-la – a arma – por um canudo superior de papel colorido e perfumado, mudando ao mesmo tempo a farda mas mantendo o conteúdo envolvido, para o Poder justificar tudo mesmo o injustificável, segundo o critério execrável destas dotadas criaturas.

 

O mundo só mudará um dia, quando em vez de nomearmos para chefe o maior filho-da-puta da nossa terra, escolhermos sem preconceitos racistas e culturais, a pessoa boa que sempre nos quis bem, “sem desejar nada em troca”!

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 11:48

Outubro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO