Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

25
Jan 14

“Little People Without Brain, Full Of Money Like A Beast”

Not Guilty!

 

    

Justino Víbora (JB)

Antes da ressaca e depois de detido

24.01.2014

Esta criança foi detida pela polícia da terra onde vive ao ser apanhado em flagrante delito a conduzir embriagado e sem carta de condução automóvel. Pretensamente estaria a preparar-se para efectuar no local uma corrida com um outro condutor, conduzindo ambos carros desportivos de alta cilindrada, capazes de atingirem em poucos segundos elevadas velocidades. Ao ser mandado parar acatou com um sorriso as ordens da polícia – como se pode ver na foto da esquerda – acabando por se dirigir à esquadra onde foi curar a ressaca. Já recuperado do acidente e demonstrando arrependimento pela ilegalidade cometida, a criança confessou ter ainda fumado droga mas que já tinha passado – como se pode ver na foto da esquerda. Correm agora notícias que a criança teria muitos fãs no interior das forças policiais, que já o teriam escoltado dias atrás quando viajava no seu carro particular. Não se sabe ainda ao certo se os agentes que fizeram a sua detenção já lhe pediram desculpa ou se por outro lado a criança já lhes agradeceu.

 

“A Lot Of Friends And No One Left”

Aliens Go Home!

 

Justino Víbora (JB)

Fora de Serviço e Deportado?

25.01.2014

Sabe-se agora que a detenção desta criança foi amplamente divulgada por diversos órgãos da comunicação social da terra onde vive, provocando imediatamente entre a população aí residente uma forte onda de indignação e de protestos, pelo ataque irresponsável e ilegal efectuado pela criança à cultura popular local. Uma multidão representando o “Povo dos EUA” e constituída por mais de 13.000 utilizadores sob a forma de hologramas ainda online (vivos em ficção) – o resto da população estará off-line (morta na realidade) – acusou a criança de constituir uma ameaça quadrupla para a manutenção do bom nome da comunidade local, considerando-o “perigoso, insensato, destrutivo e consumidor”, tudo aquilo que define um bom e respeitado cidadão, mas de maior idade. Nem a particularidade de ser um consumidor de determinadas drogas (algumas delas já autorizadas noutras terras, situadas nas proximidades da sua aldeia), de ser um jovem milionário e de ter imensas fãs (escondidas no seio das filhas do “Povo dos EUA”) e de ter querido viver no meio deles (que antes o aceitavam ou ignoravam sem mencionarem problemas), impediu essa multidão mediática provavelmente em inconsciente histeria profiláctica, de exigir a rápida deportação do “alienígena oriundo do norte (Canadá)”. No meio disto tudo e ainda um pouco confuso pela reacção provocada por um simples incidente de tráfego (não se confunda com tráfico) e talvez por um excesso de consumo (de uma droga considerada ilegal e quando outras são legais, o que muitas vezes provoca confusões), o agora pejorativamente considerado como um “alienígena indesejável” pegou no seu visto O-1 e levou-o consigo a um tradutor linguístico que o elucidou sobre o significado desse símbolo: “ pessoa com uma excelente habilidade nas ciências, artes, educação, negócios ou desporto”.

 

“Things Like The Vortex, They Come They Go”

Fuck Them All!

 

Justino Víbora (JB)

Entre o fim do período menstrual/publicitário e o reinício da actividade artística/ tournée

 

26.01.2014

Previsão meteorológica para os próximos tempos sobre este caso de cariz social e publicitário envolvendo esta criança:

- “E tudo o vento levou”.

 

(imagens – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:03

11
Jan 14

“Condições climatéricas e ambientais terríveis para a sobrevivência dos seres vivos – podendo ser mesmo mortais – também podem montadas, expostas e generalizadas em cenários maioritariamente estáticos mas de extrema beleza”

 

Mais uma consequência da deslocação do célebre VORTEX normalmente assente sobre o Pólo Norte mas agora tendo-se deslocado mais para sul, estacionando sobre o norte dos EUA. Por cá (Portugal) também sentimos uma das consequências dessa tempestade, a qual ao atravessar o Atlântico nos trouxe a “onda gigante”.

 

 

A deslocação desse “vórtice” da tempestade provocou um abaixamento generalizado das temperaturas no Canadá e no norte dos EUA, tendo em certos locais atingido a inacreditável temperatura – pelo menos se pensarmos na resistência humana – de -50°C. Então se nos lembrarmos de cidades como Nova Iorque e da quantidade de sem abrigos que nela vagueiam sem destino, a situação tornasse mesmo muito preocupante senão mesmo terrível.

 

 

Esta tempestade criou as condições ideais para a queda de neve e para a criação de gelo à superfície, congelando muitos lençóis de água situados nos estados a norte dos EUA, como foi o caso das cataratas do Niagara na zona fronteiriça entre o Canadá e os EUA. Felizmente que o vórtice da tempestade se começou a deslocar de novo para norte, o que irá aliviar as condições climatéricas sentidas pela população até aqui extremas.

 

(imagem – Reuters/huffingtonpost.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:10

09
Jan 14

O Senhor do Vortex – ChiBeria

 

 

O Pentágono acaba há poucos minutos de divulgar numa conferência de imprensa aberta a todos os canais de comunicação social nacionais e internacionais, que os Estados Unidos da América se encontram neste preciso momento sob ataque de entidades desconhecidas, supostamente exteriores ao nosso planeta. A origem do ataque estaria localizada em pleno território interior, suspeitando-se que o foco de onde se disseminaria a agressão situar-se-ia nas proximidades do pólo norte, contando as forças agressoras com a colaboração estreita de colaboracionistas interiores. Os alienígenas ter-se-iam apoderado ilegalmente – e em desconformidade com os acordos pré-estabelecidos entre partes – do artefacto resultante da cooperação e construção colectiva denominado como Máquina Contractora, utilizando-a em segredo e sem autorização para tomarem o comando e o controlo do seu maior aliado os USA.

 

 

A Máquina Contractora fora deliberadamente utilizada para prejudicar os interesses dos USA no seio da aliança secreta estabelecida no século passado entre os Estrangeiros e o governo norte-americano da altura, tendo os agressores escolhido como objectivo inicial o estabelecimento do caos energético em todos os estados a norte do país, de modo a tentar fazer com que a rede eléctrica colapsasse sequencialmente até se desligar completamente, à medida que o caos se ia deslocando progressivamente mais para sul, acabando por se estender a todo o território norte-americano. O diversificado menu posto à disposição do utilizador pelo revolucionário artefacto tecnológico fora aí instalado para a execução duma multiplicidade de intervenções intrusivas e condicionantes, de modo a alterar o ambiente básico de suporte da espécie dominante e para a partir desse momento a conquistar e dominar duma forma lucrativa, em vez de estupidamente a exterminar de imediato.

 

 

A escolha da alternativa pelo caminho da salvação esteve única e exclusivamente assente na presença do poderoso Senhor do Vortex, pois ao contrário daquilo que muitos afirmavam e outros acreditavam – de que este seria a verdadeira arma de destruição maciça, estacionada sobre Nova Iorque e sobre os USA para o destruir como no filme O Dia da Independência – seria o próprio a tomar a iniciativa de parar a agressão e de se retirar, invertendo automaticamente as directivas da intervenção e contrariando as ordens emitidas pelo controlo remoto. O Senhor do Vortex opusera-se violenta e terminantemente à siberização de cidades como Nova Iorque, rebelando-se contra as intenções agressivas e unilaterais dos intrusivos Estrangeiros e apropriando-se a partir do interior da máquina e para a concretização do seu objectivo, da quinta essência do cérebro contractor. No fundo o espírito (o Senhor do Vortex) impusera-se à matéria (A Máquina Contractora) e a ChiBeria (A Nova e Falsa Republica) fora derrotada.

 

(imagens – huffingtonpost.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:40

08
Jan 14

O vórtice desta tempestade em vez de rodopiar como é seu hábito sobre a superfície gelada do pólo norte, resolveu neste início de um novo ano deslocar-se mais para sul e assentar arraiais sobre o continente norte-americano, atingindo meteorologicamente o Canadá e os USA. Nos USA – entre os estados do norte e os estados do sul – atingiram-se amplitudes térmicas máximas na ordem dos 40°C.

 

Temperaturas do ar registadas nos USA na primeira segunda-feira do ano de 2014

 

Tendo entretanto estacionado por tempo ainda indeterminado sobre território norte-americano, este vórtice tem provocado o aparecimento de temperaturas extremamente baixas para o momento da estação, prejudicando o quotidiano das populações locais e o normal funcionamento de muitas das estruturas básicas do governo e do sector privado. Tal como já anteriormente aconteceu com a mudança de localização do centro do anti-ciclone dos Açores – que se deslocou mais para norte – eis que agora é este VORTEX a contrariar a normalidade deslocando-se para sul.

 

No nosso país tal como em toda a costa europeia atlântica e mesmo mediterrânica, as consequências da deslocação para sul do vórtice desta tempestade assente em território norte-americano, já provocou um fenómeno bem visível e originado em pleno oceano Atlântico: a Onda Gigante.

 

(imagem – livescience.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:21

Junho 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO