Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

20
Ago 19

Flying through a Fire Cloud

 

On August 8, 2019, a team of atmospheric scientists

got an exceedingly rare look at these clouds as they were forming.

NASA’s DC-8 flying laboratory passed directly

through a large pyrocumulonimbus that day

as it was rising from a fire in eastern Washington.

The flight was part of a joint NOAA and NASA

field campaign called FIREX-AQ.

Scientists are studying the composition and chemistry of smoke

to better understand its impact on air quality and climate.

(earthobservatory.nasa.gov)

 

williamsflats_pho_peterson2019220_lrg.jpg

Pôr-do-Sol alaranjado causado pela reflecção da luz em partículas

Suspensas na atmosfera e resultantes dos incêndios em terra

 

Com a violência nos EUA a estender-se do Geológico (sismos e vulcanismo) ao Social (educação e saúde) e do Interior (território norte-americano) ao Exterior (resto do Mundo) – com Trump a propor-se comprar a Gronelândia (e os seus 50.000 residentes)  e Musk propondo-se bombardear Marte (com Bombas Nucleares) − tornasse deveras divertido (e informativo) assistir às reações de um erudito da ciência (teórico) ao colocar-se perante algo de muito comum de se ver para muitos (dos leigos como nós) mas pelo mesmo (na prática) nunca vistochegando a ser surpreendente (como especialistas que são, incompreensivelmente nem se apercebendo bem do que se passa à sua volta) e enternecedor (tanta a ignorância e ingenuidade envolvida): aqui deparando-se com um cenário atmosférico bem diferente do constatado habitualmente (no seu quotidiano local e diário), com a imagem devendo representar um Ambiente Terrestre a alterar-se na sua apresentação visual (mudando as nossas perceções e sensações), sem motivo aparente e desenquadrada da Envolvente – como se estivesse inserido num Outro Mundo (alienígena) que não o seu. E tudo provocado apenas por um Incêndio (florestal).

 

williamsflat_oli_2019219.jpg

A utilidade dos satélites no estudo das Nuvens de Fogo

E a influência destas na produção de tempestades

 

Circulando no céu sobre o estado de Washington D.C. (na sua parte leste) no passado dia 8 (ao fim do dia pelas 20:00 locais) deste mês, com o mesmo (céu) como consequência de grandes incêndios (florestais) ocorridos nas proximidades da capital dos EUA – iniciados a 2 de Agosto com uma trovoada seguida de descargas elétricas (relâmpagos) servindo de ignição e ao irromper de um grande “Fogo Florestal” (material de combustão à base de arbustos, árvores e erva seca), entrando  em Williams Flats na Reserva Índia de Colville e a 15 já tendo queimado uma área superior a 180Km² − a apresentar-se coberto por um espesso manto de nuvens escuras (localizadas a cerca de 9Km de altitude) resultado da poluição atmosférica introduzida pelos produtos resultantes (e em suspensão, elevadas pelo ar quente) das combustões intensas em curso à superfície.

 

williamsflats2_pho_peterson2019220.jpg

Imagem a cinzento da coluna de fumo dando origem a uma pluma

Erguendo-se na atmosfera e alimentando a nuvem PyroCb a branco

 

Cientificamente com estas “colunas-de-fogo” erguendo-se da superfície da Terra e atingindo atitudes apreciáveis e aí “depositando” as “NUVENS-DE-FOGO”, a serem denominadas como nuvens “CUMULONIMBUS FLAMMAGENITUS” ou simplesmente “PYROCUMULONIMBUS” (PyroCb), sendo originadas no momento em que o fogo libertando energia extrema é capaz de atirar para a atmosfera grandes quantidades de calor e de humidade capazes de provocar de seguida o aparecimento de tempestades. Podendo-se ainda constatar como um evento ocorrido em terra poderá provocar um outro, mas agora na atmosfera (no caso das “Nuvens de Fogo” com a sua altitude a rondar os 9000 metros), ambos (terras em fogo e nuvens de fogo) proporcionando por um lado “belos” espetáculos, mas por outro extremamente violentos (e disruptivos): “When wildfire generate thunderstorms, these clouds serve like chimneys that funnel smoke and particles into the lower stratosphere. The amount of materials that get funneled is comparable to those produced by an erupting volcano”. (Rhodilee Dolor/08/19/19/ibtimes.com)

 

(imagens: earthobservatory.nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:14

16
Ago 12

Helicópteros militares pertencentes à Força Internacional de Intervenção Antiterrorista, vigiam atentamente os céus situados sobre a Casa Branca onde ainda se encontra o Presidente norte-americano Barack Obama, devido à intransigência das Novas Forças Democráticas Mundiais em desbloquearem do aeroporto da capital o AIR FORCE ONE, por atrasos sucessivos no pagamento do combustível, até hoje utilizado pelo avião presidencial. Toda a máquina de guerra norte-americana está unida em volta do seu Presidente e até a Comunicação Social Livre foi convidada a assistir a esta demonstração de força e preservação da Liberdade, tão querida para todos os cidadãos americanos “ainda vivos”.

 

A minha última visita a Washington DC, na companhia da minha família

 

Andamos nós na Europa muito preocupados a ver se temos dinheiro para sobreviver no dia de amanhã – o dinheiro de hoje já acabou – e nos EUA o povo encara com uma surpreendente normalidade, a brutal falência do seu país e a tentativa de ocupação da Casa Branca por forças invasoras estrangeiras. Exigindo o seu dinheiro até agora depositado nos Bancos Americanos, os países emergentes liderados pela China, tentaram ocupar militarmente zonas estratégicas da administração norte-americana, utilizando para o efeito e para já, apenas armas convencionais. Isto para evitar a proliferação de danos colaterais nas estruturas de sustentação do sistema, que poderiam levar a população à revolta e à sua organização armada, contribuindo com as suas ações militares dispersas e sem objetivos e critérios credíveis, para a degradação final dos bens móveis e imóveis ainda recuperáveis pelos defraudados investidores. A China, o Brasil e Angola, foram irredutíveis na sua posição de não apoio à política suicida da Europa, relembrando mais uma vez aos europeus as causas que deram origem à última Grande Guerra Mundial, qual o país que assumiu o genocídio e as consequências nefastas para todo o mundo que daí resultaram. Mesmo a Rússia começa a preocupar-se mais com a evolução política registada nos últimos tempos nos países árabes, agora que a Primavera Árabe se aproxima rapidamente dos países seus aliados, estando cada vez mais próxima das suas fronteiras. Quanto a nós portugueses adoramos todos a visita à maior potência militar do mundo e as próprias crianças que nos acompanhavam, até acreditaram estar a participar num filme de guerra, rodado nos célebres estúdios de Hollywood.

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:17

Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO