Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

19
Jan 17

Pelos vistos os Alienígenas não abdicam de controlar o nosso Planeta!

(e não são mexicanos)

 

Eventual registo de vídeo obtido recentemente a partir das câmaras instaladas na Estação Espacial Internacional orbitando a Terra a cerca de 400Km de distância, em que é claramente visível o aparecimento de um objeto desconhecido no horizonte visual da ISS – seguido da sua aproximação à mesma e posterior desaparecimento: para uns (os leigos) evidentemente um UFO; para outros (os eruditos) claramente um simples erro de tradução induzido pelos nossos órgãos dos sentidos (como por exemplo a visão).

 

UFO 7.jpg

(ampliação da imagem 2)

 

Habitando num Mundo fechado e cada vez mais apertado em que o nosso quotidiano diário se replica estendendo-se – encurralado como está entre uma repetição constante de rituais dispersos e sem qualquer tipo de significado (prático) e a miséria que rodeia e limita esse ambiente de mera sobrevivência – a única de hipótese de fuga utilizando os nossos órgãos dos sentidos (não tendo de momento disponíveis meios físicos alternativos de transporte) será sempre o de abrir a nossa mente ao que poderá estar do Outro Lado: por mais estranho que nos pareça e por mais que nos ignorem absorvendo sofregamente essas perceções (talvez por residir aí a nossa derradeira esperança), mas sempre acreditando (o primeiro passo para passar do imaginário à realidade) que no fundo Algo de mais existe (além do Homem).

 

ufo1.jpgufo4.jpg

(Imagem 1 e 2)

 

ufo5.jpgufo6.jpg

(Imagem 3 e 4)

 

Na sequência do vídeo gravado a partir de uma das mais recentes transmissões oriundas do Espaço exterior onde orbita a ISS (a 400Km de distância da Terra), sendo possível observar na fronteira de transição entre o azul-claro do céu e a escuridão profunda do Espaço (conforme o desenrolar das imagens – de 1 a 4 – o demonstram), o aparecimento com aumento progressivo de dimensão e de luminosidade de um objeto de origem desconhecida (com o seu aumento de volume a poder dever-se à sua aproximação à ISS) seguindo-se de um processo inverso até ao seu desaparecimento total. Um fenómeno que se poderá traduzir na presença física (e temporária) de um determinado objeto nas proximidades da ISS ou então e muito naturalmente, apenas mais um caso de efeitos especiais (visuais e coloridos muito semelhantes ao arco-íris).

 

UFO8.jpg

(ampliação da imagem 3)

 

Deixando-nos mais uma vez sozinhos com a nossa dúvida existencial preferida: seremos Nós e mais Nada e criados para nascer para morrer? Com persistência continuando a adotar a teoria de que a Terra é o centro do Universo e por correspondência direta atribuindo ao Homem o galardão de ser a sua máxima criação – um ser quase perfeito mas limitado no tempo, por uma mera imperfeição: a sua visão estreita e ainda rudimentar da evolução (ainda somos uma espécie jovem) assente na preocupação da origem e do fim (nascimento/morte) e ignorando o Infinito e a Transformação. Ou não tenhamos nós aprendido na escola que “na natureza nada se cria nada se perde tudo se transforma”. Podendo-se assim aceitar que face ao nosso modelo terrestre (e já agora no seu contrário) poderão ser apenas Luzes como até Extraterrestres.

 

(imagens: Steetcap1/youtube.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:29

Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

18




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO