Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

10
Abr 15

“Islamic State militants attacked the capital of Iraq's vast Anbar province on multiple fronts on Friday, seizing two areas on the city outskirts in a setback for a government campaign to retake the desert terrain.”

 

n-ANBAR-large570.jpg

Iraque – Província de Anbar – Cidade de Hit
(localizada 140km a oeste da capital Bagdad)

 

Enquanto os grandes líderes mundiais não perceberem que “ tribos há muitas mas que todas elas têm a mesma força”, conflitos como o do Iraque nunca mais acabarão (Vietname, Afeganistão, Iémen).

 

Uma tribo por mais tribos a que se alie, nunca vergará outra tribo por mais isolada que ela esteja.

 

E se a exterminar por necessidade de afirmação, outra a substituirá por espírito de sobrevivência.

 

O que agora aconteceu no Iraque é assim basicamente normal e para qualquer estudioso na região considerado simplesmente banal:

 

“ISIS Attacks Capital Of Iraq's Anbar Province, Hundreds Of Families Flee Area.”

 

Uma tribo iraquiana lutando pela sobrevivência do seu grupo abriu as portas aqueles que na altura lhes apontavam as armas e com o seu acto pôs em causa a sobrevivência de outras tribos.

 

Heróis? Traidores?

 

Dependendo do lado analítico e das interpretações do poder vigente (e com o povo – como sempre – personificando a vítima).

 

(texto/itálico/negrito: huffingtonpost.com – imagem: Associated Press)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:54

Abril 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9



27


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO