Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

17
Jul 18

Para já com o Algarve livre de Explosões (como as registadas próximo do aeroporto do Cairo) e de Tsunamis (como o ocorrido nas Baleares) e ainda com muitas vagas (dada a queda na ocupação este ano na ordem dos 10%) para o Turista mesmo que Acidental (por destino alterado/inesperado). Este ano sendo desviados (de cá) para a Grécia, Turquia, Egito e Tunísia (incluindo muitos ingleses) para já não falar da Rússia atraindo-os (para o Turismo) com uma Bola.

 

meteotsunami-mallorca-july-16-2018.jpg

 

Duas ilhas (Maiorca e Minorca) fazendo parte do arquipélago espanhol das BALEARES (constituído por 4 ilhas) localizado em pleno mar Mediterrânico entre o Sul de Espanha e o norte da Argélia, foram ontem (segunda-feira, 16) atingidas por um TSUNAMI atingindo as suas costas (e respetivas praias e estruturas locais adjacentes):

 

Com as outras duas ilhas integrando o arquipélago a não serem submetidas a este fenómeno natural (Formentera e Ibiza) mas com Maiorca e Minorca a serem atingidas por ondas com cerca de 1,5 metros de altura.

 

4E550C8600000578-5959831-image-m-5_1531814132423.j

 

Um Tsunami Meteorológico (e não geológico por deslocamento submarino de terras),

 

‒ Um METEOTSUNAMI ‒

 

Atingindo as duas ilhas logo de manhãzinha (felizmente um pequeno Tsunami),

 

‒ Razão pela qual não existe notícias de vítimas dado as praias se encontrarem ainda desertas ‒

 

Mas no seu caminho em direção ao interior (e ultrapassado o areal) acabando por levar tudo o que lhe aparecia à sua frente como barcos, cadeiras e guarda-sóis:

 

4E550C8200000578-5959831-image-m-6_1531814143496.j

 

E de seguida inundando (para além das praias e estruturas como bares) estradas, terraços e quintais.

 

Tendo a nível portuário um maior impacto no porto de Ciutadella (parte ocidental da ilha de Minorca), com um seu barco histórico (aí fundeado) lembrando a nossa Caravela, a ser levado pela força das águas (avançando terra dentro e de seguida recuando) e posteriormente sendo salvo por outros pescadores trazendo-o (o barco) de regresso a casa.

 

(dados: watchers.news ‒ imagens: watchers.news e dailymail.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:41

Julho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13

15


29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO