Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

17
Fev 16

UFO crashed into a crater on Mars?
(ufosightingshotspot.blogspot.pt)

 

Ao contrário do que acontece na Terra com todas as suas regras e condicionantes (e na qual repetimos gestos como se esse fosse o destino), no Espaço exterior à mesma e talvez por não sermos centrais, muitos incidentes acontecem e muitas dúvidas ficam no ar. Incidentes esses posteriormente analisados e resolvidos (pelos mesmos que inadvertida ou conscientemente o suscitaram) e esmagadoramente justificados devido a erro humano. Um erro humano introduzido por órgãos que nos conduziram até o que hoje é o Homem (vivendo numa sociedade organizada em torno da inteligência do Homem e do seu crescente conhecimento científico e tecnológico – que o transforma numa espécie de referência) salvaguardando desde logo um dos seus subprodutos e nunca invocando um erro técnico: talvez mais um erro de interpretação visual (paralaxe) por má utilização do periférico intermédio. A imagem está lá, o cenário é conhecido e tudo o que o ultrapasse só pode ser imaginação. Como assim se os peritos nos quisessem enganar (manipular) limpariam a nódoa não a deixando passar.

 

ESP_044388_2160.jpg

Marte – HIRISE
(ESP_044388_2160)
Canto superior direito

 

Agora foi o telescópio de alta resolução da NASA instalado a bordo da sonda de reconhecimento orbital MRO (orbitando o planeta Marte há quase dez anos), a presentear-nos com uma imagem de uma zona aluvial marciana (formações geológicas tendo origem no desgaste dos terrenos e em reações químicas associadas) localizada nas proximidades dos limites da cratera Deuteronilus. Num cenário muito parecido (até no processo) a outros encontrados na Terra (devido a fenómenos semelhantes de erosão): Fan-shaped lobes likes these are also in the desert southwest of the United States, and are called “alluvial fans.” They are caused when streams that carry sediment in a confined channel open up onto a plain or wide area, and deposit their sediment just outside of the channel mouth (NASA). Só que desta vez com a referida imagem a ser acompanhada por um pequeno (mas claro) detalhe, destacando-se da globalidade mais ou menos normal apresentada pela totalidade do registo fotográfico: um objeto desconhecido semelhante a um disco-voador (pelo menos para quem os viu) a que costumamos chamar quando observados na Terra OVNI ou UFO.

 

PIA20463-1.jpg

Marte – UFO
(ESP_044388_2160)
Ampliação

 

Em mais este extraordinário acontecimento fotográfico (e alienígena) proporcionado pelos técnicos especializados (em multimédia) da NASA, que mais uma vez apanhados desprevenidos e sem noção do material (estranho) que nos estavam a fornecer, nos presentearam com mais uma imagem sugestiva e provavelmente deliberada (sugestiva por nos lançar mais uma vez nos velhos caminhos alternativos/entre outros temas afirmando a existência de outras civilizações extraterrestres, deliberada por provavelmente de nada se tratar além de uma simples ilusão de ótica/propositadamente editada para lançar a confusão e daí a conspiração). Mas que pode ser o que é ou até mesmo o que nós pensamos ser. Como por exemplo o que noticiam muitos sites ligados à investigação e estudo destes temas insólitos (e fora da nossa normalidade funcional e quotidiana) afirmando perentoriamente tratar-se de um caso de presença alienígena e de um objeto voador que aí se terá despenhado. Á primeira vista até parece (um disco com janelinhas) mas muitas vezes o que parece não é. Pelo menos a NASA e como sempre (ou quase) face a nada não comenta (no caso do Nono Planeta custando-lhe a engolir e ainda mais a falar – provavelmente aceitando-o mas nunca como o Décimo Planeta = Planeta X).

 

(imagem: NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:17

Fevereiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11

14
15
16




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO