Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

08
Abr 21

E há cerca de 500.000 anos um asteroide atingiu a Antártida (um Evento) numa afirmação comprovada baseando-se “apenas” ─ fazendo-nos de imediato lembrar das lendas sobre a Atlântida e da sua destruição ─ em simples esferas: constituídas por uma combinação estranha de rocha e de metal, não fazendo que se saiba parte do menu geológico terrestre, logo só podendo, tendo origem no Espaço, ser em parte de constituição extraterrestre. Entre tantos outros objetos tendo atingido a Terra.

 

antarctic_impact_art.jpg

Explosão de asteroide na Antártida

Já muito próxima do solo

Há cerca de 500.000 anos

 

The scientists who did the study think that this came from an asteroid impact. A chondritic asteroid, probably 100 – 150 meters across, came screaming into our atmosphere at high speed, likely 20 kilometers per second. The immense pressure it generated as it plowed through the air caused the rock in the asteroid to crumble, and the temperature in the shock wave it made heated it to a staggering 30,000° C. This happened in seconds, causing the rock to vaporize.

(Phil Plait/syfy.com)

 

dondavis_tunguska.jpg

Explosão de Asteroide em Tunguska

Ainda alta na atmosfera

Há mais de 100 anos

 

Descobertas a 4.000Km da ponta sul do continente africano (na Antártida, no monte Walnumfjellet), em picos rochosos libertos de gelo (nunca ultrapassando os 3.000 metros de altitude) e estando assim expostos desde há pelo menos 870 mil anos, podendo ter acolhido esse material (as atrás referidas esferas): e da mistura de água (terrestre) com o material do asteroide (extraterrestre) resultando no final ─ “e como prova do Evento” ─ as Esferas (contendo para além de ferro, níquel).

 

(ilustrações: Mark Garlick e Don Davis em syfy.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:01

Abril 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO