Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

15
Ago 17

“Em pouco tempo e graças aos incidentes da Virgínia

 Barack Obama é já um dos TOP no Twitter

Com cerca de 2,2 milhões de Likes.”

 

trump-charlottesville-.jpg

Donald Trump

(45º Presidente dos EUA)

 

Numa noite de Verão, depois de muita comida e bebida, e com a cabeça em efervescência (num processo muito semelhante ao do Inverno mas aí com os neurónios congelados), mais uma vez fui surpreendido pela imagem de Donald Trump, novamente distorcida para gáudio dos seus inimigos (ao serviço dos Democratas/contra como até de muitos Republicanos/neutros): com o jornal inglês The Independent falando sobre o discurso (2º) do Presidente norte-americano acerca dos recentes incidentes ocorridos em Charlottesville (onde diversos elementos integrando grupos racistas ‒ KKK, neonazis e supremacistas brancos ‒se manifestaram contra a retirada de uma estátua Confederalista originando de imediato protestos antirracistas) a deslocar-se imediatamente (e como que por mero acaso) na direção de Barack Obama (a notícia logo ao lado) certamente para o comparar: com um a ser o mau (Donald Trump) e o outro a ser o bom (Barack Obama) e com tudo isto, mais uma vez se esquecendo o vilão que derrotou os Democratas enterrando a Esperança (Hillary Clinton) ‒ numa América confusa e sem ideologia (perdido o Sonho Americano) e em que tudo se confunde desde a esquerda à direita (vindo tudo dum mesmo molde estabelecido pela força do dólar).

 

obama-kids.jpg

Barack Obama

(44º Presidente dos EUA)

 

Com o jornal The Independent aproveitando o 2º discurso de Donald Trump sobre os incidentes de Charllotesville (considerando os supremacistas brancos racistas e o racismo diabólico) ‒ já depois do seu 1º discurso responsabilizando pelos incidentes manifestantes dos dois quadrantes políticos (opostos) e provocando duras reações de indignação (especialmente vindas do lado Democrata) ‒ a introduzir-nos inesperadamente no Twitter e na conta de Barack Obama: ficando a partir desse momento a saber que para além do grande debate mesmo à escala mundial envolvendo a figura de Donald Trump (desde que a campanha Democrata por Hillary Clinton o transformou no Boneco de Putin nunca mais deixando de ser protagonista, bastando para tal abrir a boca e incrivelmente falar como todos os outros) outro deveras importante haveria decorrendo nas redes sociais. E como não poderia deixar de ser face às duas múmias em presença (Donald Trump e Hillary Clinton) ‒ cada uma delas julgando-se Presidente um pelo Colégio (num mundo real) outro pelos Votos (num mundo virtual) ‒ ressuscitando-se agora o morto colocando-o desde logo num pódio (para já medalha de bronze): dado o facto extraordinário de um tweet publicado pelo ex-Presidente norte-americano Barack Obama sobre os acontecimentos no estado da Virgínia, ser o terceiro mais apreciado em toda a História do Twitter ‒ só suplantado pelo tweet de Ariana Grande (sobre o atentado de Manchester) e por um simples Tweet com Selfie (de Elene Degeneres e Bradley Cooper). Citando Nelson Mandela e escrevendo "No one is born hating another person because of the color of his skin or his background or his religion..." (@BarackObama).

 

(imagens: independente.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:24

Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10

17

22
23



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO