Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

13
Fev 20

Cumpridas as quatro primeiras rondas do OPEN do PAÍS de GALES com o inglês KYREN WILSON a alcançar (no 1º frame da 1ª ronda da prova) mais uma entrada máxima – 147 pontos – pela segunda vez na sua carreira (num total de 192 entradas centenárias). Por outro lado, com o Top 16 do Ranking Mundial (RM) estando todo inicialmente inscritos, sobrevivendo (no final de quatro eliminatórias) Judd Trump (1ºRM), Neil Robertson (2ºRM), Mark Selby (4ºRM), John Higgins (5ºRM), Ronnie O’Sullivan (7ºRM), Kyren Wilson (8ºRM) e Shaun Murphy (12ºRM), num total de 7 dos 16 do referido Top (cerca de 44%). E como curiosidade e apesar de eliminado na 2ª ronda pelo Campeão do Mundo e Líder do RM Judd Trump (perdendo por 1-4), com o brasileiro Igor Figueiredo logo no 1ª frame a impor-se ao inglês com uma tacada centenária: a sua 10ª e com um record pessoal de 140 pontos.

 

24.png

Judd Trump

(Atual Campeão do Mundo e Líder do RM)

 

Open do País de Gales

Motorpoint Arena − Cardiff

(4ª Ronda/à melhor de 7 frames)

13.02.2020

 

4ªR

J/N

F

J/N

4ªR

J/N

F

J/N

Jg. 1

Neil

Robertson/AUS

4-0

Gerard

Green/ING

Jg. 5

Yan

Bingtao/CHI

4-3

Anthony

McGill/esc

Jg. 2

Kyren

Wilson/ING

4-2

Ding

Junhui/CHI

Jg. 6

John

Higgins/ESC

4-3

Luca

Brecel/BEL

Jg. 3

Mark

Selby/ING

4-3

Zhao

Xintong/CHI

Jg. 7

Shaun Murphy/ING

4-1

Dominic

Dale/GAL

Jg. 4

Ronnie O’Sullivan/ING

4-0

Sohail

Vahedi/IRA

Jg. 8

Judd

Trump/ING

4-1

Stephen

Maguire/ESC

(R: Ronda J/N: Jogador/Nacionalidade F: Frames Jg: Jogo)

 

Uma 4º ronda tendo decorrido sem grandes surpresas com os (mais) favoritos a vencerem, não sendo por acaso que entre os apurados a vencerem a prova 6 integrem o Top 8 − sendo os outros 12ºRM e 19ºRM. Numa prova na sua 29ª edição (iniciada em 1992 com a vitória do escocês Stephen Hendry) e tendo como detentor do troféu (conquistado em 2019) o australiano Neil Robertson (batendo na final o inglês Stuart Binghanm por 9-7);  com o maior número de vitórias a pertencer ao escocês John Higgins (5X) logo seguido pelo inglês Ronnie O’Sullivan (4X) e dos restantes finalistas (Neil Robertson c/ 2 vitórias e Mark Selby c/1) apenas com Kyren Wilson, Shaun Murphy, Judd Trump e Yan Bingtao a poderem estrear-se (ganhando a final). Prevendo-se 4 Quartos-Final bem disputados e dados os jogadores envolvidos com resultado sempre incerto.

 

1560.png

Neil Robertson

(2X vencedor e atual detentor do Welsh Open)

 

Open do País de Gales

Motorpoint Arena − Cardiff

(QF/à melhor de 9 frames)

14.02.2020

 

QF

J

N

RM

J

N

RM

Jg. 1

(12.00)

Neil

Robertson

AUS

Kyren

Wilson

ING

Jg. 2

(14:00)

Mark

Selby

ING

Ronnie O’Sullivan

ING

Jg. 3

(19:00)

Yan

Bingtao

CHI

19º

John

Higgins

ESC

Jg. 4

(19:00)

Shaun Murphy

ING

12º

Judd

Trump

ING

(QF: Quartos-Final RM: Ranking Mundial)

 

Esta sexta-feira (14 de fevereiro) desenrolando-se os QF do OPEN do País de Gales, com os jogos a disputarem-se a partir das 12:00 e iniciando-se quase logo (2ª partida/14h), com um confronto Mark Selby vs. Ronnie O’Sullivan (jogo com transmissão Eurosport). Para sábado (dia 15) se disputarem as Meias-Finais (MF) à melhor de 11 frames e domingo a final à melhor de 17 frames: recebendo o finalista vencido um prémio de 30.000£ e o vencedor da final 70.000£. E a partir daí e antes da realização do Campeonato do Mundo, restando disputar quatro provas de RM e uma prova por convite (n/ contando p/ RM) − estabelecendo-se então (concluída a última prova de RM, o Coral Tour Championship) os jogadores integrando o Top 16 do RM automaticamente apurados para o quadro final (16 c/ apuramento direto + 16 oriundos das Qualificações), devido a isso sendo isentos de participarem nas Rondas de Qualificação.

 

(imagens: worldsnookerdata.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:40

Fevereiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


23


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO